O Que É Algoritmo? - CLT Livre

O Que É Algoritmo?

O Que É Algoritmo

O que é um algoritmo exemplo?

O que é algoritmo? – No livro, os autores José Augusto Manzano e Jayr Figueiredo de Oliveira afirmam que, em um sentido amplo, algoritmo é um processo sistemático para a resolução de um problema ou uma sequência ordenada de passos a ser observada para a realização de uma tarefa,

O termo é muito utilizado na matemática e na computação. Em ambas, os conceitos são semelhantes. Na primeira área, está associado a um processo de cálculo, o encadeamento de ações necessárias para o cumprimento de uma tarefa. Em suma, é o processo efetivo, que produz solução para um problema em um número finito de etapas,

Já na informática: ” a um conjunto de regras e procedimentos lógicos perfeitamente definidos que levam à solução de um problema em um número finito de etapas ” (MANZANO & OLIVEIRA, 2019, p.28; destaque nosso). Isto é, os algoritmos são sequências finitas de instruções, utilizadas a fim de resolver um problema.

O que é o algoritmo é para que serve?

Afinal, o que é algoritmo? – Um algoritmo nada mais é que uma sequência de instruções ou comandos realizados de forma sistemática com a finalidade de resolver um problema ou executar uma determinada tarefa. Ou seja, é criado para resolver “problemas”, com instruções bastante simples e exatas.

Os algoritmos se aplicam as tarefas simples do dia a dia a programas computacionais complexos e ferramentas que identificam o comportamento do consumidor na internet. O termo “Algoritmo” faz referência ao matemático árabe Al Khowarizmi, que viveu no século IX, e descreveu regras para equações matemáticas.

É fundamental entender que o algoritmo justifica-se no resultado que ele deseja alcançar, logo, deve possuir uma meta específica. Uma sequência de instruções simples poderá tornar-se mais complexa conforme a necessidade de considerar outras situações.

O que é o algoritmo da internet?

Algoritmos das redes sociais: O que são (Instagram, Facebook, Linkedin e Twitter)? – Os algoritmos das redes sociais são um conjunto de dados e regrinhas estabelecidas por cada rede social, sendo eles os responsáveis por determinar quais conteúdos e quais páginas aparecem primeiro para o público na linha do tempo de suas respectivas contas. Leia também: Como usar as redes sociais a favor da sua estratégia de Marketing Digital

O que é algoritmo na vida?

O que é algoritmo? – Um algoritmo é um conjunto específico de instruções lógicas para executar uma tarefa ou resolver um problema. A complexidade dessas instruções varia de acordo com a aplicação e elas são a base para o funcionamento dos programas de computadores, redes sociais e outros sistemas digitais.

Apesar disso, um algoritmo pode ser simples como um conjunto de instruções para montar um móvel ou complexo quanto um código de computador usado para fazer a criptografia de dados ou usado em sistemas de inteligência artificial. Esses processos podem variar em complexidade e eficiência, e um dos principais campos da ciência da computação é o estudo de como projetar algoritmos melhores e mais eficientes.

O propósito desse conjunto ordenado de instruções é receber uma entrada (ou entradas), realizar alguma operação e, em seguida, produzir uma saída (ou saídas). Um exemplo simples é a análise de funcionamento de uma rede social. Na maioria desses ambientes, os algoritmos identificam quais postagens que serão entregues aos usuários (entrada), analisa qual foi a aceitação dos usuários impactados (operação) e repete o processo se necessário (saída).

Onde usamos os algoritmos no dia a dia?

Os algoritmos são muito falados quando o assunto são os alcances que determinada publicação tem na internet. Mas, o que poucos sabemos, é que essa ferramenta também é aplicada por nós mesmos em ações simples presentes no nosso dia-a-dia, como escovar os dentes, por exemplo. Neste texto, trazemos como os algoritmos funcionam e de que forma eles podem se tornar nossos aliados. Vem com a gente!

Onde o algoritmo é aplicado?

Quais são as características indispensáveis para o funcionamento de um algoritmo? – Para se aprofundar no que é um algoritmo, é preciso compreender quais são as características essenciais para o seu funcionamento. Como mencionamos, ele segue uma lógica sistemática, logo, se um dos seus elementos não forem adicionados, não será possível chegar à solução do problema desejada.

ser claro e inequívoco: todas as suas instruções devem ser extremamente claras, o que significa que devem proporcionar uma única interpretação;

  • apresentar entradas bem definidas: todos os dados de entrada devem ser definidos com transparência para o que objetivo do código seja executado;
  • apresentar saídas bem alinhadas: todos os dados de saída devem ser bem definidos para evitar erros;
  • ser finiteness: o algoritmo deve, necessariamente, ser finito, logo não pode ter sequências operacionais permanentes;
  • se executável: a estrutura do algoritmo deve ser genérica, prática e simples, podendo ser executada sem erros de acordo com os seus recursos;
  • ser independente à linguagem: por ser uma sequência de instruções, o algoritmo deve ser independente, possibilitando a implementação de outras linguagens sem que isso altere sua saída e resultado final. Os algoritmos podem ser aplicados em diferentes áreas, para diversas funções. Contudo, sua aplicação mais relevante nos tempos atuais é no setor de Tecnologia da Informação, permitindo a construção de qualquer sistema de computação, softwares de automação, aplicativos e redes sociais.
  • Em uma plataforma de streaming, por exemplo, é possível combinar Inteligência Artificial e Machine Learning (aprendizado de máquina) para criar algoritmos que ofereçam conteúdos personalizados aos seus usuários.
  • Recentemente, algoritmos e também estão sendo aplicados em áreas mais tradicionais, a fim de trazer inovação.
  • Nesse sentido, podemos citar os softwares desenvolvidos para o mercado financeiro que contam com algoritmos que ajudam a prever alterações imediatas no valor das ações e efetuar com maior agilidade.
  • Desse modo, enquanto os corretores humanos, que trabalham de forma mais dinâmica, conseguem adquirir meia dúzia de ações no período da manhã e vendê-las em uma quantidade razoável durante à tarde, os softwares podem negociar centenas de ações em questão de segundos.
  • Isso é possível porque os algoritmos identificam padrões que costumam se repetir no mercado financeiro, além de reconhecer as altas e baixas das ações disponíveis na bolsa de valores.

E não para por aí, os algoritmos estão ganhando espaço na medicina, sendo úteis para realizar a análise de radiografias, tomografias e ressonância magnética. Nessa circunstância, a máquina com sistema inteligente atua na comparação do exame atual com aqueles que foram feitos anteriormente, com a finalidade de identificar eventuais mudanças no padrão da imagem.

Como funciona o algoritmo do WhatsApp?

O aplicativo planeja usar um algoritmo que prioriza os contatos com os quais você mais interage, assim como o que já acontece no Instagram. Para definir a ordem de exibição, o WhatsApp analisará como anda sua conversa com a outra pessoa.

You might be interested:  Para Que Serve Clonazepam?

O que é o algoritmo do celular?

Akin Abaz – Curtiu, salvou, clicou? É assim que você coloca algoritmos para funcionar Se você usa as, tenho quase certeza que já ouviu alguém na falar em algoritmo. Até porque, devido a tecnologia, a palavra está superpresente em nosso dia a dia. Mas, se estiver se perguntando o que são algoritmos e qual a influência deles na sua rotina, acompanhe este texto até o final, que vamos te contar tudo.

O algoritmo se caracteriza por um conjunto de etapas que qualquer software (programa presente em dispositivos como computador, televisão,, entre outros) precisa realizar para chegar a um resultado. Uma sequência de instruções, operações ou raciocínios para alcançar um objetivo. Falando de uma forma mais simples, os algoritmos podem ser comparados a uma receita culinária: precisam dos ingredientes (que seriam os dados de entrada), o passo a passo para realizar a receita (processamento) até atingir um resultado (o prato finalizado).

Assim, todo algoritmo se justifica no que pretende alcançar como solução e para isso precisa ter uma finalidade específica. Ele chega a esse fim através de indicações simples, que podem se tornar complexas conforme a necessidade. Cada rede social que utilizamos em nosso dia a dia, como YouTube, Instagram e Tik Tok, utilizam os seus próprios algoritmos para categorizar conteúdos e mostrar o que pode ser relevante com base nos gostos de cada indivíduo.

Quais são os algoritmos mais conhecidos na internet?

Algoritmo do Twitter – O Twitter utiliza um algoritmo chamado Best Time to Tweet para determinar o melhor momento para enviar os tweets. Esse algoritmo analisa a atividade dos seguidores e determina o melhor momento para enviar os tweets. Dessa forma, é possível garantir que os tweets sejam vistos pelo maior número de pessoas possível.

Quais são os tipos de algoritmos?

Os três tipos mais utilizados de algoritmos são a descrição narrativa, o fluxograma e o pseudocódigo (também conhecido como Linguagem Estruturada ou portugol).

Quem é o criador do algoritmo?

Quem foi Ada Lovelace – Ada Lovelace e sua obra, que deu origem ao algoritmo de computadores modernos. No século XIX, em 1842, Ada Lovelace desenhou o primeiro algoritmo usado por uma máquina analítica, uma calculadora. O feito possibilitou que, hoje, diversas tarefas sejam realizadas em um computador ao mesmo tempo.

Ada foi filha da matemática e Baronesa de Wentworth, Anne Isabella Byron, e do poeta britânico Lord Byron. Ela nasceu em Londres, no Reino Unido, em 1815 e, após o seu nascimento, seu pai rompeu o relacionamento com a sua mãe e se mudou para a Grécia. Lord Byron morreu quando Ada tinha oito anos e nunca reconheceu a relevância da filha para a história da ciência e da tecnologia.

Desde criança, sua mãe promoveu o seu interesse pela matemática lógica e pela música. Ada morre em 1852, aos 36 anos de idade, de um câncer no útero, deixando três filhos.

O que é o algoritmo do Instagram?

Algoritmo do Instagram: o que é, como funciona e quais são os principais fatores levados em consideração? Provavelmente você já ouviu falar dele! O algoritmo do Instagram é o responsável por mostrar (ou não) o seu conteúdo para os outros usuários da plataforma.

Utilizando, ele tem critérios próprios para avaliar conteúdos relevantes para determinados e direciona o que pode ser do interesse de cada usuário. Sim, sabemos que é importante criar um conteúdo de qualidade, mas infelizmente isso não é o suficiente para alcançar muitas pessoas. Para ser amplamente visto no Instagram, é preciso conhecer o algoritmo e saber como ele funciona, para utilizá-lo a seu favor.

Logo, para chegar ao seu público-alvo de maneira orgânica, é necessário saber o que ele considera importante para conduzir esse direcionamento. Conhecer o funcionamento do algoritmo do instagram é de extrema importância para os profissionais de, que poderão otimizar seus conteúdos de acordo com ele e, consequentemente, exibir suas postagens para mais usuários de forma orgânica.

  • Para aprofundar seu aprendizado no assunto, baixe o, da Cryah Agência Digital.
  • Aproveite, também, para fazer o Curso de Instagram e TikTok da RD University, que é gratuito! Basta deixar seu email abaixo para se inscrever.
  • O algoritmo do instagram é um conjunto de regras que definem qual conteúdo aparecerá para os usuários na plataforma.

É ele que define a ordem e para quem os conteúdos serão mostrados, tanto no feed quanto nos stories e na aba “Explorar”. Não tem como fugir dele, pois tudo o que você postar passará pelo seu crivo. Ele leva em conta legendas, e formatos, entre outros, para avaliar e direcionar seu conteúdo.

O algoritmo cruza informações dos usuários e suas preferências, com base em suas atividades, com as informações das postagens para entregar conteúdos mais personalizados possível. O objetivo é tornar a plataforma um ambiente agradável visando a melhor experiência do usuário. Imagine que você entra em uma loja de roupas.

ALGORITMOS de um jeito fácil de entender (+ exemplos práticos)

O vendedor mostra as roupas que estão ali na frente, porém sem se importar com tamanho, seu estilo ou cores preferidas. Ele usa apenas o critério da proximidade, mostrando apenas o que está perto dele para você. Provavelmente a experiência será frustrante e você terá mais trabalho para encontrar algo que goste.

Por outro lado, a experiência é diferente se quando você entra na loja os vendedores passam a procurar modelos de roupas que você possa gostar. Eles vasculham possíveis tamanhos, cores preferidas, modelos que mais combinam com você, tudo com a intenção de conseguir o modelo ideal. É mais ou menos isso o que o algoritmo do Instagram faz quando você entra no aplicativo.

Ele começa a buscar conteúdos específicos para você. Até 2016, o Instagram funcionava como o primeiro exemplo, mostrando aos usuários conteúdos em ordem cronológica. Depois, a plataforma desenvolveu o algoritmo que transformou a experiência dos usuários.

  • Esse é um dos motivos pelos quais é importante responder mensagens diretas e comentários no Instagram.
  • Se o usuário sempre curte ou comenta em conteúdos relacionados a cabelos, por exemplo, o algoritmo do instagram irá sugerir mais conteúdo desse tipo para ele.
  • Ele fica de olho nos seus temas favoritos com base em suas atividades e te entrega mais, porque ele entende que você apreciará recebê-los.

Lembra do exemplo da loja de roupas? Se você chegar lá usando calças jeans, por exemplo, o bom vendedor vai te mostrar modelos parecidos com o que você estiver vestindo. Aqui quem vai julgar é ele mesmo. É o algoritmo do instagram que decide quais conteúdos são relevantes com base em análises de onde ele se encaixa nos Aqui conta também a questão cronológica, já que os posts mais recentes têm mais relevância que os mais antigos. Um usuário que não frequenta muito o Instagram é mais difícil de ser alcançado. Quando ele entra na plataforma, apenas verá o conteúdo mais relevante, portanto a concorrência por ele é bem maior. A lógica é parecida para um usuário que segue muitas contas, já que há mais concorrência por espaço em seu feed. Já um usuário que fica pouco tempo no aplicativo provavelmente verá apenas publicações de amigos e familiares, pessoas com as quais mais interage. A temporalidade também é um fator a ser considerado e, apesar de não obedecer mais a ordem cronológica, conteúdos mais recentes também têm prioridade. >> Leia mais no blog da Cryah: A classificação é feita prevendo a probabilidade de interação com o conteúdo no feed e nos stories. Ele leva em consideração o número de curtidas, data da postagem, se um local foi marcado e, caso o conteúdo seja um vídeo, ele leva em consideração o tempo. Todos esses itens são considerados pelo algoritmo do instagram para classificar a relevância e popularidade do conteúdo. Ele leva em conta também quem postou e as interações que são feitas com esse usuário para definir para quem seus conteúdos podem ser interessantes. Além disso, ele analisa o histórico de buscas do usuário para sugerir conteúdos similares.

  1. Aqui o algoritmo do instagram vai sugerir conteúdo de contas que você (ainda) não segue, com base nos conteúdos do seu interesse.
  2. Para fazer essa seleção e entregar o melhor conteúdo, ele analisa a popularidade com base nas curtidas, comentários, compartilhamentos, salvamentos e a rapidez com que tudo isso acontece.
  3. As contas consideradas mais atraentes têm mais chances de aparecerem em “Explorar”.
You might be interested:  Duloxetina Para Que Serve?

No caso dos Reels, o algoritmo vai considerar vídeos que sejam mais prováveis que o usuário assista até o fim. Ele vai avaliar os vídeos com os quais o usuário mais interagiu e demonstrou interesse para sugerir vídeos semelhantes em tempo e conteúdo. Aqui, o usuário recebe conteúdo de contas que provavelmente não conhece, no entanto aquelas que ele não segue ainda, mas com as quais já interagiu, também podem aparecer no, Recentemente o Instagram trouxe de volta a possibilidade de exibir conteúdos por ordem cronológica de postagem. Mas, não se engane: ainda assim o algoritmo do instagram continua tendo papel determinante na ordem dos conteúdos que serão apresentados. Outra mudança recente é a possibilidade de selecionar contas “favoritas” para ver com prioridade seus posts.

  1. Conteúdos em vídeo têm tido mais proeminência ultimamente no Instagram, demonstrando que o algoritmo está valorizando mais esse tipo de conteúdo.
  2. A regra geral é criar conteúdos envolventes que encantem e engajem o público, mas há alguns pontos a serem levados em consideração.
  3. Um fator importante é respeitar as diretrizes da comunidade do Instagram.

Conteúdo sensível, com informações incorretas, que causem perturbação ou até mesmo com baixa qualidade terão a distribuição reduzida pelo algoritmo. Outra dica é caprichar nos, Como a plataforma tem priorizado esse tipo de conteúdo, fazer vídeos originais e com qualidade aumenta as chances de ter seu conteúdo sugerido para seu público-alvo.

  • Não reutilize conteúdo do ;
  • Faça as imagens na vertical;
  • Use filtros, efeitos de câmera, música, etc.

Lembre-se que o Instagram é uma plataforma que preza pelo entretenimento, então ele vai classificar isso também. Vídeos curtos e divertidos têm mais chances de serem mais sugeridos. Os podem interferir no seu alcance. Para contas profissionais, o Instagram Insights pode ajudar bastante, pois ele mostra os horários que seus seguidores estão mais ativos e isso ajuda a entregar seu conteúdo para eles. Telas do agendamento de posts do RD Station Marketing O faz muita diferença para o algoritmo. Por isso, use toda a sua criatividade e aposte nas, perguntas e todos os tipos de interação possíveis nos stories, por exemplo. No feed, você pode também incentivar os seguidores a comentarem, fazendo perguntas diretas sobre o tema do post.

  1. Hashtags precisas e bem construídas auxiliarão o algoritmo do instagram a direcionar seus conteúdos para usuários que possam ter interesse nele.
  2. Portanto, crie aquelas que fazem sentido para seu nicho, mas não exagere na quantidade.
  3. Não abandone seu perfil, pois isso pode prejudicá-lo.
  4. O diretor do Instagram, Adam Mosseri, chegou a dizer em 2021 que uma cadência de postagem de dois posts de feed por semana e dois stories por dia é ideal para criar seguidores no aplicativo.

Para alcançar essa constância, é primordial ter um antecipado dessas postagens. O Instagram valoriza muito a qualidade de imagem. Portanto, se a foto ou vídeo não ficaram bons, melhor não postar. Além da própria plataforma valorizar bastante a qualidade estética do seu conteúdo, a probabilidade do usuário parar para admirar e clicar em curtir é bem maior quando o conteúdo chama atenção pela sua beleza.

Apesar de ser valioso conhecer o funcionamento do algoritmo do Instagram, a regra que sempre irá prevalecer é criar conteúdos de qualidade e envolventes para o seu público. A qualidade e criatividade sempre serão determinantes para conseguir alcance orgânico. Para alcançar melhores resultados na, garantir essa qualidade e estar sempre por dentro das atualizações (lembrando que nem todos os “segredos” do algoritmo são divulgados) é o melhor caminho.

Caso você tenha dificuldade ou dúvidas para usar o algoritmo do Instagram da melhor forma, conte com uma agência de marketing parceira, como a, e tenha a seu dispor profissionais que colecionam bons resultados na rede social. E, para finalizar, ganhe tempo ao agendar e publicar posts no Instagram com o, a mesma ferramenta usada para ações de Inbound Marketing.

Qual o sinônimo de algoritmo?

1 operação, conta, cálculo, resultado.

Qual o algoritmo mais usado?

O algoritmo Apriori é o mais utilizado em marketing, pois permite a análise de padrões de compra.

O que é o algoritmo das redes sociais?

Twitter – Assim como se dá com o Facebook, as pessoas têm certo poder de escolha sobre as publicações que desejam visualizar. Podem definir se preferem ver os posts em ordem cronológica, enquanto estiverem ausentes, ou os tweets mais relevantes, por exemplo.

  • O principal critério de ranqueamento é realizado por meio da análise dos assuntos e dos formatos que a pessoa costuma interagir.
  • O Twitter exibe na linha do tempo do usuário as publicações relacionadas ao seu universo de interesse.
  • Os assuntos mais comentados, intitulados Trending Topics, também ganham prioridade na exibição.

Mesmo que seja um tópico mais antigo, a rede social inclui os posts em uma seção chamada “Caso você tenha perdido”. Compreendendo os principais critérios dos algoritmos das redes sociais, você consegue saber como eles funcionam em cada canal e, assim, otimizar sua presença digital.

Como usar um algoritmo?

Como o algoritmo funciona? – Uma determinada informação de entrada (input) passa por várias etapas que poderão modificar seu estado, gerando uma informação de saída (output), por exemplo: receita de bolo. Para a preparação do bolo, primeiro será necessário obter os ingredientes (que serviriam como os inputs).

Com eles, será feito uma série de etapas sequenciais, como quebrar ovos, misturá-los com a farinha, etc. Após o bolo pronto, com seu cheiro nítido, você já terá obtido o output. Vários códigos de programação adotam essa mesma estrutura básica. Como por exemplo, as redes sociais, que analisam seus interesses com inputs para definir qual publicidade irá atraí-lo mais.

Para iniciar a construção de um algoritmo, é necessário primeiramente, definir o problema a ser solucionado. Após isso, é realizada uma análise para elaborar a sequência de passos que irão solucionar esse problema. Por fim, é traduzido cada um desses passos em uma linguagem de programação.

O que os algoritmos podem fazer?

Afinal, o que é algoritmo? Para ler esse texto você provavelmente está utilizando um computador ou dispositivo móvel, mas você sabe como chegou até aqui? A resposta está nos algoritmos, neste caso um algoritmo de busca entendeu o que você estava procurando e te direcionou para cá.

  • Utilizamos o computador para diversas atividades do dia a dia, já virou item indispensável no trabalho ou nos estudos, mas para ele entender os comandos que você dá é preciso haver um linguagem de programação por trás disso, e os algoritmos são o que fazem isso acontecer.
  • Algoritmo é um conjunto de passos para realizar uma tarefa ou resolver um problema, ele indica o passo a passo de como fazer algo, podem ser mais ou menos complexos.
You might be interested:  Alimentos Que Devem Ser Evitados Por Quem Tem Vitiligo?

Não se restringe apenas a computação, manuais, receitas, regras matemáticas, tudo isso pode ser considerado algoritmo. Essa sequência de instruções deve ser finita e definida com clareza. Um algoritmo não responde o que fazer, mas sim como fazer. Na computação é um conjunto de passos para que um programa possa realizar uma tarefa, um computador só executa aquilo que mandamos ele fazer, esses comandos devem ser definidos previamente, o programador deve expressar essa sequência em uma linguagem que o computador entenda, para que então a máquina consiga lê-los e realizar o que lhes foi solicitado.

Para um algoritmo ser bem escrito ele deve possuir todas as etapas com clareza, por exemplo, se você for montar um móvel de sua casa e o manual não possuir todas as informações provavelmente você não conseguirá finalizar a tarefa, do mesmo modo, uma máquina ao ler um algoritmo que não esteja completo, seu funcionamento ficará comprometido.

Eles estão por toda a internet, Google, Netflix, Facebook, possuem algoritmos que direcionam o que vamos ver, a internet possui uma infinidade de dados e coisas para serem acessadas, de modo que, eles apontam qual a melhor música para ouvirmos ou filme para assistir, baseado naquilo que já foi visto por você.

Principalmente quanto às redes sociais, ao começarmos a seguir páginas e pessoas que produzem um determinado tipo de conteúdo, receberemos cada vez mais coisas voltadas para aquele assunto. O que a princípio pode representar uma vantagem, afinal você terá acesso a mais conteúdos que gosta sem precisar ficar procurando por ai.

Contudo, a medida em que você só acessa um tipo de conteúdo, pode acabar entrando em uma, ou seja, a internet vai automaticamente limitar o que é mostrado para você, deixando de fora algo que poderia ser interessante, mas que não passou no filtro dos algoritmos.

Como os algoritmos impactam a nossa vida cotidianamente?

A contribuição nos padrões de consumo – Um dos exemplos mais conhecidos do uso de algoritmos na internet está nas redes sociais. No Facebook, o feed é personalizado com posts que tendam a estar de acordo com as preferências do usuário. Em uma rede social, isso contribui para que o usuário passe mais tempo online vendo mais conteúdo e anúncios.

Entretanto, ao aplicar essa técnica a sites e plataformas, como as de comércio eletrônico, podemos ver os algoritmos trabalharem na sugestão de produtos que possam ser do nosso interesse, com base nas nossas buscas e visitas. Para o usuário, essa tecnologia é útil, pois ele pode encontrar produtos interessantes com mais facilidade.

Enquanto isso, a empresa tem a vantagem de ter mais probabilidade de fechar um novo negócio.

Quais os 4 comandos de algoritmos?

E STRUTURAS – Nos algoritmos temos 3 estruturas básica de controle nas quais detalharemos mais adiante. São elas: seqüencial, condicional e de repetição. Estrutura Seqüencial Esta estrutura e padrão em toda a forma de algoritmo, como já foi dito, algoritmo é uma seqüência onde o computador irá ler os comando de cima para baixo e da esquerda para a direita.

  • ,
  • ,
  • ,
  • Nesta estrutura o comando-3 somente será executado após o comando-2 e o comando-2 após o comando-1 e assim por diante.
  • Estrutura Condicional

Estrutura também conhecida como de decisão ou seleção, caracterizasse por execução de determinados códigos de programação dependendo da veracidade de uma condição. Esta estrutura se subdivide em outras duas estruturas.

  1. Estrutura Condicional Simples
  2. Neste, a condição ira determinar a execução ou não de um determinado comando. Representaremos as mesmas conforme visto no tópico formas de representação:
  3. Descrição Narrativa: Se fizer sol então vou à praia.
  4. Fluxograma:
  • Linguagem Algorítmica:
  • Se tempo = sol então
  • Vou à praia
  • Fim-se

Para padronizarmos os estudos em Turbo Pascal 7.0 teremos a seguinte sintaxe para resolução do mesmo problema em Pascal.

  1. If tempo: = sol then begin;
  2. Vou à Praia;
  3. End;
  4. Estrutura Condicional Composta

Nesta, a condição ira determinar qual comando será executado dentre dois listados. Na estrutura simples temos “Se.Então”, nesta caso teremos “Se.Então.Senão” Representaremos as mesmas conforme visto no tópico formas de representação: Descrição Narrativa: Se fizer sol então vou à praia senão jogarei cartas. Fluxograma:

  • Linguagem Algorítmica:
  • Se tempo = sol então
  • Vou à praia
  • Senão
  • Jogarei cartas
  • Fim-se
  • Padronizando novamente para Pascal.
  • If tempo: = sol then begin;
  • Vou à praia;
  • end
  • Else begin;
  • Jogarei cartas;
  • End;
  • Estrutura Condicional Composta (case)
  • Esta estrutura e extremamente utilizada quando necessitasse de utilizar o comando if repetidas vezes, tornando-se assim um comando de alto poder na estruturação de qualquer algoritmo.
  • Descrição Narrativa: Caso o mês seja igual a 1 então é janeiro, se igual a 2 então é fevereiro, se igual a 3 então é março e assim por diante.
  • Fluxograma:
  1. Linguagem Algorítmica:
  2. Case mês of
  3. 1: mês:= Janeiro;
  4. 2: mês:= Fevereiro;
  5. 3: mês:= Março;
  6. 4: mês:= Abril;
  7. 5: mês:= Maio;
  8. 6: mês:= Junho;
  9. 7: mês:= Julho;
  10. 8: mês:= Agosto;
  11. 9: mês:= Setembro;
  12. 10: mês:= Outubro;
  13. 11: mês:= Novembro;
  14. 12: mês:= Dezembro;
  15. end;
  16. Estrutura de Repetição

Essa estrutura trabalha com a repetição de comandos até que condições se satisfaçam. Esta estrutura e subdividida em 3 sub-estruturas.

  • Estrutura de repetição com teste no inicio (comando while-do)
  • Os comandos contidos neste tipo de estrutura podem não ser executados nenhuma vez, já que o mesmo testa a condição no início da estrutura.
  • Descrição Narrativa: Enquanto não fizer sol faça ; ficarei em casa.
  • Fluxograma:
  1. Linguagem Algorítmica:
  2. Enquanto tempo sol faça
  3. Olhar o tempo
  4. Fim-enquanto
  5. Vou à praia
  6. Padronizando:
  7. While tempo: sol do begin;
  8. Olhar o tempo
  9. End;
  10. Vou à praia
  11. Enquanto o tempo for diferente de sol ou seja, não tiver sol, (condição verdadeira) a estrutura ira executar os comandos contidos nela, e este se repetirá até que o tempo seja igual a sol, pois quando o tempo for igual a sol a condição será falsa, somente assim poderemos sair da estrutura de repetição while e executar o comando “Vou à praia”.
  12. Estrutura de repetição com teste no final (comando repeat-unitil)

Permite a repetição dos comandos contidos nesta estrutura até que o mesmo seja verdadeira. Neste tipo de estrutura o comando sempre será executado pelo menos uma vez. Descrição Narrativa: Ficarei em casa até que faça sol. Fluxograma:

  • Linguagem Algorítmica:
  • Repita
  • Ficarei em casa
  • Até que tempo = sol
  • Padronizando
  • Repeat
  • begin
  • Ficarei em casa
  • End;
  • Until tempo = sol
  • Estrutura de repetição automática (comando for)
  • Permite a repetição dos comandos contidos nesta estrutura seja repetida um número específico de vezes.
  • Descrição Narrativa: Imprima na tela os números de 1 a 100.
  • Linguagem Algorítmica:
  • For N := 1 to 100 do
  • Begin
  • Writeln (N);
  • End;

Neste exemplo ao iniciar o comando for a variável N recebera o valor do primeiro número da condição (no caso 1) e será impresso na tela o valor do mesmo, quando esse comando se repetir o N passara a ter o valor de N+1 ou seja 2, e será impresso novamente na tela, isso se repetira até que N seja igual a 100.

  1. For N := 100 dowto 1 do
  2. Begin
  3. Writeln (N);
  4. End;

Quais são as 3 formas de representar um algoritmo?

Os três tipos mais utilizados de algoritmos são a descrição narrativa, o fluxograma e o pseudocódigo (também conhecido como Linguagem Estruturada ou portugol).

O que é algoritmo e como fazer?

Algoritmo é um conjunto de instruções, como uma receita de bolo, constituído de um número finito de passos. Para que os dados sejam processados, há a necessidade de se utilizar uma linguagem de programação, pois os computadores não executam diretamente os algoritmos.