Quem Pode Ser Dependente Na Declaração Do Imposto De Renda? - CLT Livre

Quem Pode Ser Dependente Na Declaração Do Imposto De Renda?

Quem Pode Ser Dependente Na Declaração Do Imposto De Renda

Quem pode ser declarado como dependente no Imposto de Renda?

Quem pode ser dependente na declaração – 28/03/2023 – 00h00

Quem pode ser dependente na declaração IR 2023

Pode ser dependente na declaração de imposto de renda o cônjuge e o companheiro com o qual o contribuinte tem filhos ou viva há mais de 5 anos. Também pode ser dependente o filho de até 21 anos ou até 24 quando cursando escola técnica de ensino médio ou ensino superior. Em um minuto, dicas sobre direitos do consumidor, pagamento de impostos e investimentos. Diariamente, ao longo da programação
Ver resposta completa

O que é ser dependente do Imposto de Renda?

Entenda a diferença –

Dependente é aquela pessoa que depende da renda do titular da declaração para sobreviver.Alimentando tem relação exclusiva com pensão alimentícia. Ou seja, pessoas que recebem pensão por decisão judicial do titular da declaração.Por exemplo, se o pai paga pensão para o filho, ele deve constar como alimentando na declaração do pai. Na declaração da mãe, o mesmo filho entra como dependente.

Ver resposta completa

Quando o cônjuge não pode ser declarado como dependente?

Dúvida do leitor: Posso incluir o meu cônjuge como dependente? Como fazer isso? Resposta de Giuliana Burger e Patrícia Bittencourt * Para quem vive uma união estável, é possível incluir seu companheiro(a) como dependente, desde que o casal tenha um filho em comum ou viva junto há mais de cinco anos.

  1. É fundamental também que o dependente tenha inscrição no CPF, porque não é possível incluir dependentes sem seu respectivo CPF no programa do IRPF 2022.
  2. Ao preencher a declaração com inclusão de dependente, o contribuinte deverá informar os seguintes dados: nome, CPF e data de nascimento do(a) dependente.

Uma vez incluído o(a) dependente, ele(a) está desobrigado(a) de apresentar uma declaração própria. No entanto, é necessário que o contribuinte inclua na declaração do dependente todos os rendimentos, bens, pagamentos e dívidas, assim como do próprio titular identificado como contribuinte (pessoa responsável pela entrega da declaração).
Ver resposta completa

Pode colocar sogro como dependente no IR?

Imposto de Renda 2023: Sogra pode ser dependente e aumentar sua restituição

A sogra e o sogro podem entrar na declaração do como dependentes e reduzir seu IR ou aumentar sua restituição. Veja regras: Os sogros só podem ser declarados como dependentes se o casal optar pela declaração em conjunto. Como os pais são legalmente aceitos como dependentes dos filhos, os pais de ambas as partes podem entrar na declaração.

Os rendimentos do sogro ou da sogra acumulados no ano passado não podem ser maiores do que R$ 22.847,76.
Ver resposta completa

Pode colocar pai como dependente no Imposto de Renda?

Limite de dedução por dependente é de R$2.275,08, e é aceitável a inclusão de pessoas de diferentes graus de parentesco Por Deividi Lira/ Agência Apex Comunicação CFC Uma das possibilidades para ampliar as deduções na hora declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) é a inclusão de dependentes idosos, opção que exige atenção redobrada, pois, ao invés de reduzir o imposto a pagar ou aumentar a restituição a receber, a relação de pais, avós e bisavós como dependentes na declaração pode ter o efeito contrário.

  1. Por lei, é permitido incluir pais, avós e bisavós que tenham recebido rendimentos – tributáveis ou não – de até R$22.847,76 em 2022 cada um.
  2. Sogros dentro desse limite de rendimentos também podem ser registrados, no caso de declaração conjunta do casal.
  3. Mesmo que eles não morem com você, não tem problema colocá-los como seus dependentes, desde que respeitado o teto de renda anual de cada um.

Acima desse valor, eles não podem ser seus dependentes. E se eles receberam mais de R$28.559,70 em rendimentos no último ano, devem entregar a própria declaração. “O declarante pode deduzir até R$2.275,09 por dependente. A inclusão de idosos na declaração, no entanto, requer cuidados porque o contribuinte será obrigado a informar os rendimentos de cada dependente, o que pode aumentar a base de cálculo e elevar o imposto a pagar ou diminuir o valor da restituição”, explica Adriano Marrocos, conselheiro do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

  1. Por outro lado, se pais, avós e bisavós forem considerados totalmente incapazes e o contribuinte tiver a curatela, ou seja, for legalmente responsável por eles, então pode incluí-los como seus dependentes, independentemente do valor da renda que eles recebam.
  2. Neste caso, a Receita Federal recomenda que o contribuinte teste as opções no programa preenchedor da declaração do IRPF, quanto mais gastos por dependente o contribuinte deduzir, maior a chance de aumentar o valor da restituição (ou diminuir o imposto a pagar).

Dessa forma, todos os comprovantes de gastos com idosos, como despesas médicas, devem ser guardados para elevar o valor deduzido. “É preciso ter muita atenção ao declarar as fontes de renda. Omissões ou imprecisões nos rendimentos próprios e de dependentes representam algumas das principais razões de retenção da declaração na malha fina”, alerta o conselheiro.

  1. Como incluir os dependentes? A inclusão de dependentes no sistema de declaração de imposto de renda é bem simples: vá até a esquerda do painel de declaração e clique na aba “Dependentes”.
  2. Em seguida, clique em “Novo”, no canto direito, logo abaixo.
  3. No campo “Tipo de dependente”, selecione o código “31 – Pais, avós e bisavós que em 2022 receberam rendimentos, tributáveis ou não, de até R$22.847,76.” Se o dependente for incapaz, e você possuir a curatela, selecione o código “51 – A pessoa absolutamente incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador”.

Vale lembrar que, não importa a idade do seu dependente a ser declarado, ele precisará de um CPF para a identificação no sistema. Desde 2021, não é mais possível declarar um dependente sem o número do documento. Como declarar despesas? Para declaração de despesas, o processo também é simples: abra “Pagamentos efetuados” e escolha um “Novo” pagamento conforme o gasto que será declarado – ali, você terá, também, a possibilidade de indicar de qual pessoa foi tal gasto, do declarante ou de algum dos dependentes.

You might be interested:  O Que É Contrato Social De Uma Empresa?

Podem ser lançados gastos como: psicólogo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeutas ocupacionais, despesas hospitalares, exames laboratoriais, serviços radiológicos, aparelhos ortopédicos e próteses ortopédicas e dentárias, despesas médicas não têm limite É necessário manter em arquivo todos os recibos que comprovem os gastos relacionados, pois você pode ser convocado a apresentá-los.

Para o dependente idoso que recebe aposentadoria, aluguéis, investimentos ou qualquer outro tipo de renda, é obrigatório que informe estes rendimentos na declaração, reforçando que a soma destes rendimentos não poderá ultrapassar R$28.559,70. “O contribuinte é obrigado a informar todos os rendimentos de cada dependente, correndo o risco de aumentar a base de cálculo elevando o imposto a pagar ou diminuir o valor da restituição”, lembra o especialista.

Por fim, fica a questão: vale a pena incluir idosos como dependentes? O único jeito de responder essa dúvida é fazer simulações. Primeiro, inclua seus pais, avós e/ou bisavós como seus dependentes, bem como todos os rendimentos e todas as despesas deles; e, anote os resultados (imposto a pagar ou a restituir).

Depois, faça a declaração sem eles e compare os resultados. Quanto mais gastos com os dependentes você puder deduzir, como despesas médicas, maior a chance de aumentar o valor da sua restituição ou diminuir o imposto a pagar. A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada.
Ver resposta completa

Quais são os dependentes legais?

Podem ser considerados dependentes : I – o cônjuge; II – o companheiro ou a companheira, desde que haja vida em comum por mais de cinco anos, ou por período menor se da união resultou filho; III – a filha, o filho, a enteada ou o enteado, até 21 anos, ou de qualquer idade quando incapacitado física ou mentalmente para o
Ver resposta completa

O que é considerado um dependente?

Significado de Dependente – adjetivo Que depende ou está subordinado; que está sujeito. Que não se consegue se manter sozinho e vive à custa de outrem. Que expressa dependência, que está sujeito a algo ou alguém. Que não se consegue livrar de algo, especialmente de um hábito ou vício.

  1. Que, numa construção linguística, é dependente de outro termo, sendo que toda alteração do primeiro repercutirá no segundo.
  2. Substantivo masculino e feminino Pessoa que não tem recursos próprios e vive à custa de outrem.
  3. Filho que não se pode manter sozinho e depende dos pais.
  4. Aluno que continua seu percurso escolar, mas com uma dependência ou matéria inconclusa que deve ser finalizada.

Etimologia (origem da palavra dependente ). Do latim dependens, entis.
Ver resposta completa

Quando vale a pena declarar cônjuge como dependente?

Quando vale a pena incluir dependente no IR Conforme você já viu, cada dependente da direito a desconto de R$ 2.275,08 no IR. Mas incluir dependente só vale a pena se ele tiver um rendimento baixo. Isso porque quem declara o dependente precisa incluir os rendimentos dele na própria declaração.
Ver resposta completa

Porque colocar CPF do cônjuge no Imposto de Renda?

Declaração de bens – O casal que opta pela declaração separada pode informar os bens de duas maneiras, conforme explica Dolores Biasi Locatelli, diretora da EACO Consultoria e Contabilidade. “Se o imóvel pertence aos cônjuges na mesma proporção, ou não, podem declarar o percentual da propriedade do imóvel em cada uma das declarações, ou, então, declarar 100% dos bens comuns em apenas uma declaração.
Ver resposta completa

O que acontece se duas pessoas declarar o mesmo dependente?

Quem pode ser dependente no Imposto de Renda 2022? – Podem ser incluídos:

cônjuge; companheiro(a) que viva há mais de cinco anos com o contribuinte, ou menos tempo, caso tenham filhos; filho(a) ou enteado(a), até 21 anos de idade; filho(a) ou enteado(a) com deficiência, de qualquer idade, quando a sua remuneração não exceder as deduções autorizadas por lei; filho(a) ou enteado(a), até 24 anos, se estiverem estudando (faculdade ou escola técnica); irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, de quem o contribuinte detenha a guarda judicial, até 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho; irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, com idade de 21 anos até 24 anos, se ainda estiver estudando (faculdade ou escola técnica), desde que o contribuinte tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos; pais, avós e bisavós que, em 2021, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 22.847,76; menor pobre até 21 anos que o contribuinte crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial; pessoa absolutamente incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador.

Importante: um dependente pode constar da declaração de Imposto de Renda de apenas um contribuinte. Ou seja, duas ou mais pessoas não podem declarar o mesmo dependente.
Ver resposta completa

Quanto custa cada dependente no Imposto de Renda?

Contribuintes com dependentes podem pagar menos imposto ou aumentar restituição ao declará-los no Imposto de Renda 2023, É preciso, no entanto, ficar atento às regras da Receita Federal para saber quem pode ser declarado como dependente. Segundo a legislação, é possível informar como dependentes no IR filhos e enteados de até 21 anos (ou 24 anos se estiverem estudando), além de pais, avôs e bisavôs, caso atendam às normas legais.
Ver resposta completa

Qual a idade máxima para ser dependente no Imposto de Renda?

Filhos maiores de idade podem ser incluídos como dependentes no imposto de renda (Imagem: Marcello Casal Jr / Agência Brasil) O período de declaração do Imposto de Renda 2023 começa nesta semana, sendo liberado pela Receita Federal na próxima quarta-feira (15).

Entre para o Telegram do Money Times! Acesse as notícias que enriquecem seu dia em tempo real, do mercado econômico e de investimentos aos temas relevantes do Brasil e do mundo. Clique aqui e faça parte!

Dentre os grupos que podem ser declarados como dependentes, filhos maiores de idade estão incluídos, conforme determinou a Receita, A lista abrange filho(a) ou enteado(a) de até 21 anos ou em qualquer idade quando incapacitado de trabalhar. Ainda, caso o filho esteja matriculado em curso superior ou escola técnica de segundo grau, ele pode ser incluído como dependente no imposto de renda até os 24 anos.
Ver resposta completa

Como colocar pai e mãe como dependente?

Depende. Pais, avós e bisavós podem ser dependentes no Imposto de Renda desde que tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 21.453,24 em 2014. Se os rendimentos do pai ou da mãe ultrapassarem esse valor, eles não poderão ser considerados dependentes.

  • O limite é considerado separadamente: até R$ 21.453,24 para o pai e até R$ 21.453,24 para a mãe.
  • É importante lembrar que, caso o contribuinte decida colocar o pai e mãe como dependentes, deverá também declarar os rendimentos recebidos por eles.
  • Isso pode aumentar a base de cálculo e elevar o imposto a pagar ou reduzir a restituição a receber.
You might be interested:  Artigo De Opinião Sobre Lgbt?

É preciso testar e colocar as duas opções, para ver o que o programa do IR informa. A omissão de rendimentos própria ou de dependentes é uma das maiores causas de retenção da declaração na malha fina. Fonte: Receita Federal

Mande AQUI a sua pergunta Veja as respostas na página de dúvidas do IR 2015

Ver resposta completa

Como declarar minha mãe como dependente?

Como incluir os dependentes? – A inclusão de dependentes no sistema de Declaração de Imposto de Renda é bem simples. A etapa deverá ser realizada no mesmo sistema usado para a sua declaração, aquele programa da Receita Federal que você, provavelmente, já fez o download em seu computador.

  1. Lembrando que se você já usa o e-CAC, não precisa baixar nada e pode resolver tudo pelo seu navegador.
  2. O primeiro passo para isso: vá até à esquerda do painel de declaração e clique na aba “Dependentes”.
  3. Em seguida clique em “Novo”, no canto direito, logo abaixo.
  4. Abrirá a possibilidade de inclusão das informações de seu novo dependente.

Agora é só preencher os dados e salvar suas informações. Vale lembrar que, não importa a idade do seu dependente a ser declarado, ele já precisará de um CPF para a identificação no sistema. Desde 2021, não é mais possível declarar um dependente sem o número do documento.
Ver resposta completa

Qual a idade máxima para ser dependente no Imposto de Renda?

Filhos maiores de idade podem ser incluídos como dependentes no imposto de renda (Imagem: Marcello Casal Jr / Agência Brasil) O período de declaração do Imposto de Renda 2023 começa nesta semana, sendo liberado pela Receita Federal na próxima quarta-feira (15).

Entre para o Telegram do Money Times! Acesse as notícias que enriquecem seu dia em tempo real, do mercado econômico e de investimentos aos temas relevantes do Brasil e do mundo. Clique aqui e faça parte!

Dentre os grupos que podem ser declarados como dependentes, filhos maiores de idade estão incluídos, conforme determinou a Receita, A lista abrange filho(a) ou enteado(a) de até 21 anos ou em qualquer idade quando incapacitado de trabalhar. Ainda, caso o filho esteja matriculado em curso superior ou escola técnica de segundo grau, ele pode ser incluído como dependente no imposto de renda até os 24 anos.
Ver resposta completa

Como declarar filho acima de 21 anos?

Como funciona a declaração de imposto de renda para dependentes? – Martins Contabilidade | Escritório de serviços contábeis e fiscais Você está em: / / Nem todas as pessoas que dependem de você financeiramente deverão ser incluídas na sua declaração do Imposto de Renda e diminuir a mordida do leão.

Antes de declarar um parente como dependente, é preciso verificar se ele se enquadra nas regras da Receita Federal. Filhos com mais de 21 anos, por exemplo, só podem ser incluídos como dependentes se estiverem cursando uma universidade ou escola técnica. Já pais, avós e bisavós podem ser declarados como dependentes apenas se tiverem registrado rendimentos, tributáveis ou não, de até 22.847,76 reais.

Há também um limite de valor para dedução de despesas realizadas pelo contribuinte em benefício do dependente. Neste ano, você poderá deduzir da base de cálculo do imposto a pagar um valor de 2.275,08 reais por dependente (veja os limites de deduções do IR).

Ou seja, caso tenha gastos maiores do que esse com dependentes, você não conseguirá reduzir o valor total do imposto a pagar, ou seja, nem sempre o contribuinte terá vantagens ao declarar um dependente, já que, além de deduzir apenas parte dos gastos com esse dependente, você também é obrigado a declarar seus bens, dívidas e rendimentos, o que pode aumentar a base de cálculo do imposto que deverá pagar.

Se um pai declara como seu dependente um filho que é estudante universitário e trabalha como estagiário, por exemplo, ele não poderá declarar apenas os gastos com saúde que teve com o seu filho, que podem ser deduzidos do Imposto de Renda: é preciso também incluir na declaração os rendimentos que o filho obteve no estágio.

Caso o dependente adicione à declaração do contribuinte mais rendimentos tributáveis do que gastos dedutíveis, pode levá-lo a ser enquadrado em uma alíquota mais alta do imposto. Por isso, é essencial entender as regras para a inclusão de dependentes na declaração do Imposto de Renda e como informar seus gastos e rendimentos na sua declaração.

Tem empresa? Mantenha documentos e informações organizadas e tire a fiscalização de letra Patrocinado. Além disso, um dependente não pode aparecer em duas declarações ao mesmo tempo, com exceção de algumas situações explicadas abaixo. Também não podem fazer a sua própria declaração se forem incluídos como dependentes em outra declaração.

Veja a seguir as principais regras para inclusão de dependentes no Imposto de Renda: Cônjuge ou companheiro Tanto o companheiro, na união estável, quanto o cônjuge, no casamento, podem ser incluídos como dependentes desde que o casal tenha um filho em comum ou viva junto há mais de cinco anos, inclusive no caso de relações homoafetivas.

Filhos e enteados Filhos e enteados podem ser dependentes na declaração desde que tenham até 21 anos de idade ou, em qualquer idade, quando incapacitados física ou mentalmente para o trabalho. Também podem ser incluídos se tiverem até 24 anos de idade e estiverem cursando o ensino superior ou escola técnica de segundo grau.

Se o filho completou a idade que o faz perder a condição de dependente, ele ainda pode ser declarado como dependente neste ano. Ou seja, o filho que completou 22 anos no ano passado, por exemplo, pode ser dependente na declaração dos pais deste ano. O contribuinte pode considerar seu filho como dependente apenas se tiver sua guarda judicial.

Se os pais forem separados, por exemplo, o pai que não tem a guarda judicial e paga pensão alimentícia pode deduzir o valor da pensão, mas não pode fazer a dedução de outras despesas que realizou em benefício do dependente. Irmãos, netos ou bisnetos Desde que o contribuinte detenha a guarda judicial de irmãos, netos ou bisnetos eles podem ser dependentes em sua declaração até os 21 anos.

  1. A exceção são casos nos quais sejam incapacitados física ou mentalmente para o trabalho, quando poderão ser incluídos como dependentes no IR em qualquer idade.
  2. Caso estejam cursando nível superior ou escola técnica de segundo grau a idade limite para que sejam incluídos como dependentes na declaração se estende para os 24 anos, desde que o contribuinte tenha mantido sua guarda até os 21 anos.
You might be interested:  O Que Você Entende Por Equilíbrio Econômico-Financeiro De Um Contrato?

Pais, avós e bisavós Podem ser incluídos como dependentes na declaração do Imposto de Renda pais, avós e bisavós que tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, de até 22.847,76 reais. Crianças pobres em situação de guarda Crianças e adolescentes menores de idade pobres que o contribuinte crie, eduque e detenha a guarda judicial podem ser declarados como dependentes no Imposto de Renda até os 21 anos.

Não é necessário que o contribuinte e o menor vivam juntos. Pessoa incapaz Pessoas absolutamente incapazes podem ser incluídas como dependentes no Imposto de Renda desde que o contribuinte seja seu tutor ou curador. Segundo a Receita, são classificados como absolutamente incapazes: os menores de 16 anos; aqueles que, por enfermidade ou deficiência mental, não têm o discernimento necessário para viver em sociedade; e os que não conseguem exprimir suas vontades, ainda que por motivos passageiros.

Sogros Os sogros só podem ser incluídos como dependentes na declaração do IR caso o contribuinte também declare seu cônjuge ou companheiro como dependente. Se o casal declara o Imposto de Renda separadamente, cada um só poderá incluir como dependentes seus próprios pais, e não os sogros.

  • A declaração dos sogros, no entanto, segue a regra da inclusão de pais, avós e bisavós como dependentes: eles só podem ser incluídos se tiverem recebido rendimentos, tributáveis ou não, de até 22.499,13 reais.
  • Dependente do cônjuge ou companheiro Cada contribuinte só pode informar seus próprios dependentes na declaração.

No entanto, caso seu cônjuge ou companheiro entre como dependente na declaração, os dependentes dele também podem ser incluídos na sua declaração. Se uma mulher declara o marido como dependente, por exemplo, ela poderá incluir o pai dele como dependente, desde que o pai do cônjuge se enquadre nas regras para ser seu dependente.

Filhos casados, genros e noras Ainda que os filhos sejam casados ou vivam em união estável, eles podem ser incluídos como dependentes na declaração dos pais, desde que eles se enquadrem nas demais regras para inclusão de dependentes na declaração. Caso isso ocorra, o cônjuge ou companheiro também pode ser declarado como dependente na declaração do sogro.

Parentes falecidos Dependentes ainda podem ser declarados como tal no ano-calendário de seu falecimento. Se um pai perdeu o filho menor de idade, por exemplo, ainda pode declará-lo como dependente no Imposto de Renda. Ex-cônjuge e filhos que recebem pensão alimentícia O contribuinte que paga pensão alimentícia a seu ex-cônjuge e/ou aos filhos não pode declará-los como dependentes no Imposto de Renda.

Em compensação, pode deduzir o valor integral da pensão do pagamento de imposto. A única exceção à regra é no ano-calendário referente ao imposto no qual se encerra a condição de dependente e inicia a condição de alimentando. Por exemplo, um pai que tinha os filhos como dependentes, mas começou a pagar pensão a eles em junho do ano passado ainda poderá informá-los como dependentes no IR, com direito ao desconto integral por dependente.

Dependente que não mora no Brasil Pessoas que se enquadrem nas regras para serem dependentes, mas que tenham morado fora do Brasil no ano-calendário não perdem sua condição de dependentes. Um pai que tenha um filho menor de idade que morou nos Estados Unidos no ano passado, por exemplo, pode declará-lo como dependente.

A condição de dependência deve ser passível de comprovação por meio de documentos, como a certidão de nascimento (filhos), a certidão de casamento (cônjuge), o contrato de união estável ou outra prova de coabitação (companheiro) ou o termo de guarda judicial (para filhos de pais separados, irmãos, netos e bisnetos).

No caso de menor pobre que o contribuinte crie e eduque, é preciso observar os procedimentos de guarda, tutela ou adoção previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente.Ao incluir como dependentes parentes incapacitados para o trabalho, é necessário ter uma prova dessa incapacidade.

  • Quando o dependente pode ser incluído em mais de uma declaração?Uma pessoa que deixou de ser dependente de um contribuinte e passou a ser dependente de outro pode ser incluída dessa forma na declaração de ambos os contribuintes no ano seguinte à mudança.
  • Um filho que era dependente da mãe e se casou, passando a ser dependente da esposa, por exemplo, pode ser declarado como dependente por ambas no IR.Os dois contribuintes que declararem um mesmo dependente têm direito ao desconto integral de despesas realizadas em benefício do dependente no valor de 2.275,08 reais.

Outra exceção é o ano em que a pessoa deixa de ser dependente e passa a fazer sua própria declaração. A situação permite que o contribuinte pode declarar os rendimentos e despesas referentes à parte do ano em que não era mais dependente e o contribuinte que a incluía como dependente pode declarar os rendimentos e despesas referentes ao período de dependência.

Um jovem que completou 22 anos e passou a ser obrigado a declarar ainda poderá ser considerado dependente na declaração de um dos pais.Nesse caso, os rendimentos recebidos enquanto ainda tinha 21 anos devem ser informados na declaração do pai, enquanto os rendimentos recebidos dos 22 anos para frente devem ser declarados por ele.

Nessa situação o pai também terá direito ao abatimento integral do valor do imposto a pagar por dependente referente a este filho. Veja também: : Como funciona a declaração de imposto de renda para dependentes? – Martins Contabilidade | Escritório de serviços contábeis e fiscais
Ver resposta completa

Quem tem dependente paga menos Imposto de Renda?

Incluir dependentes no IR nem sempre é vantajoso. Entenda porquê. Em época de imposto de renda, é comum ouvirmos pessoas falando que quanto mais dependentes você tem, menos imposto você paga. Isso é verdade, mas não uma realidade absoluta, pois há situações em que incluir dependentes no IR pode fazer com que você se prejudique, pagando mais imposto de renda.
Ver resposta completa

Como declarar minha mãe como dependente no Imposto de Renda?

Para incluir dependentes no programa da declaração, basta clicar na segunda aba da barra esquerda, em ‘ Dependentes ‘, abaixo da aba ‘Identificação do Contribuinte’. Depois, clicar em ‘Novo’, no canto inferior direito da tela, e incluir as informações do dependente, como nome, CPF e data de nascimento.
Ver resposta completa