Quanto É Uma Consulta Com Advogado? - CLT Livre

Quanto É Uma Consulta Com Advogado?

Quanto É Uma Consulta Com Advogado

Quanto custa um advogado no Brasil?

Em geral, 10% a 20% sobre o valor econômico da questão, mínimo R$ 2.666,74.93 – CONTRATOS EM GERAL: Minuta de contrato ou de qualquer documento: 2% do seu valor, mínimo R$ 800,03.
Ver resposta completa

Quanto um advogado cobra em Portugal?

Quanto custa um advogado? – O preço médio de um serviço de advocacia é bastante variável e depende muito da reputação do ou da profissional em questão, bem como da natureza do processo a tratar. O preço médio, por hora, de um advogado ronda os 75€. Os honorários de um advogado ou advogada normalmente variam entre os 60€/h e os 220€/h.
Ver resposta completa

Como consultar um advogado em Portugal?

Consulta jurídica on-line – Termos e Condições – A “HPL – Sociedade de Advogados” coloca ao seu dispor um serviço de consulta jurídica “On line” por correio eletrónico, através do qual poderão ser prestados serviços de advocacia preventiva, de uma forma célere, clara e devidamente fundamentada.

  • A consulta jurídica on-line tem como objectivo a divulgação e conhecimento do Direito, permitindo uma maior proximidade do cidadão com a legislação portuguesa e comunitária em vigor, e contribuindo para a existência de uma comunidade mais esclarecida.
  • Todo o cidadão tem o direito a exercer conscientemente os seus direitos.

A consulta jurídica on-line agiliza e facilita o conhecimento do Direito, devido à tecnologia utilizada, implicando respostas jurídicas celéres e custos bastante diminuídos. A consulta jurídica online consiste na possibilidade de formular, através de correio electrónico, uma pergunta sobre questões de natureza jurídica, recebendo a resposta pelo mesmo meio.

Qual o valor dos honorários a pagar pela consulta?

O valor base de referência por cada consulta é de € 73,80 (€ 60,00+IVA), a liquidar antes do envio da resposta à informação pretendida, via transferência bancária. O valor dos honorários devidos por cada consulta depende da complexidade e natureza da mesma e da possibilidade de envio on-line (por e-mail).

Qual é o prazo da resposta à consulta?

Será enviada a resposta à consulta solicitada no prazo máximo de três dias úteis a contar da efetivação do pagamento dos honorários.

O que é que pode esperar da resposta à sua consulta?

O cliente tem direito a uma resposta elucidativa sobre a questão jurídica que coloque no seu formulário de consulta, a qual será, enviada por e-mail seguro e autenticado, da autoria de um Advogado com inscrição em vigor na Ordem do Advogados Portugueses e mencionará a legislação aplicável e eventuais tendências jurisprudenciais sobre o assunto.

O que é que não pode esperar da resposta à sua consulta?

Esta informação jurídica, devido ao meio de comunicação utilizado, abrange apenas questões generalistas, não podendo abarcar questões jurídicas em que seja necessário exame de documentação presencial ou intervenção pessoal de advogado. Assim sendo, se o assunto jurídico for considerado complexo ou relativo a questões concretas, a resposta apenas poderá ser fornecida presencialmente.
Ver resposta completa

You might be interested:  Artigo 268 Do Código Penal?

Como conseguir um advogado gratuito em Portugal?

Onde pedir – O pedido de apoio judiciário pode ser apresentado online, através da Segurança Social Direta, Também pode ser feito presencialmente ou por correio, perante qualquer serviço de atendimento ao público do Instituto da Segurança Social, Além do formulário, é necessário apresentar documentos que comprovem a situação económica da pessoa singular ou coletiva que faz o pedido.

documento de identificação válido (cartão de cidadão, bilhete de identidade, certidão do registo civil, boletim de nascimento, passaporte) e autorização de residência se for cidadão estrangeiro – caso o pedido seja apresentado presencialmente num serviço de atendimento da Segurança Social, apenas deve exibir o documento de identificação, estando dispensada a junção da respetiva fotocópiaa última declaração de IRS que apresentou e a nota de liquidação (se já tiver sido emitida), ou uma certidão passada pelas Finanças em como não tem rendimentos, caso não tenha a declaração de IRSos seus recibos de vencimento dos últimos seis meses, se for trabalhador por conta de outrem, ou as declarações de IVA dos últimos dois trimestres, os comprovativos de pagamento e os recibos passados nos últimos seis meses, se for trabalhador por conta própria os comprovativos dos subsídios ou pensões que está a receber, se receber apoios que não sejam da Segurança Sociala caderneta predial atualizada ou certidão de teor matricial passada pelas Finanças e uma cópia do comprovativo de aquisição dos bens imóveis que tenha (casas, terrenos, prédios)o comprovativo com o valor da cotação verificada no dia anterior ao da apresentação do pedido ou um comprovativo da aquisição dessa parcela de capital, se tiver ações ou participações numa empresaos livretes e os registos de propriedade dos automóveis que tenha.

Se for membro da administração ou se for sócio com 10 ou mais do capital de uma empresa, deve apresentar ainda os seguintes documentos:

a última declaração de IRC ou IRS apresentada e a nota de liquidação (se já tiver sido emitida), ou uma certidão passada pelas Finanças, se não tiver essa declaraçãoas declarações de IVA dos últimos 12 meses e documentos que comprovem o pagamentoos documentos de prestação de contas dos três últimos exercícios ou os documentos de prestação de contas de todos os exercícios desde a constituição, se a empresa tiver sido constituída há menos de três anoso balancete do último trimestre, se for uma sociedadedocumento de identificação da pessoa que assinou o pedido, se este tiver sido assinado por outra pessoa.

Se a Segurança Social tiver acesso à informação através das Finanças, não precisa de entregar os documentos sobre os rendimentos e os bens imóveis e móveis (como ações ou participações). Se for uma pessoa coletiva ou equiparada (com ou sem fins lucrativos) precisa de entregar:

documento de identificação válido (cartão de cidadão, bilhete de identidade, certidão do registo civil, boletim de nascimento, passaporte) dos representantes legais da entidade e autorização de residência se forem cidadãos estrangeiros – caso o pedido seja apresentado presencialmente num serviço de atendimento da Segurança Social, apenas deve exibir o documento de identificação, estando dispensada a junção da respetiva fotocópia os estatutos ou pacto social atualizadosa última declaração de IRC ou de IRS e a respetiva nota de liquidação (se já tiver sido emitida), ou uma certidão passada pelas Finanças, caso não tenha a declaraçãoas declarações de IVA dos últimos 12 meses e os documentos que comprovem o pagamentoos documentos de prestação de contas dos três últimos exercícios ou os documentos de prestação de contas de todos os exercícios desde a constituição, se a entidade tiver sido constituída há menos de três anoso balancete do último trimestre, se existira caderneta predial atualizada ou de teor matricial passada pelas Finanças e comprovativo de aquisição dos bens imóveis (casas, terrenos, prédios) que a entidade tenhao comprovativo com o valor da cotação verificada no dia anterior ao da apresentação do pedido ou um comprovativo da aquisição dessa parcela de capital, se a entidade tiver ações ou participações numa empresaos livretes e os registos de propriedade dos automóveis que a entidade tenha.

You might be interested:  Qual O Prazo Para Pagamento Declaração Retificadora?

Se tiver outros bens móveis, deve apresentar também:

uma lista de todos os bens sujeitos a registo que tenha em contratos de locação financeira, aluguer de longa duração ou outros semelhantes (com indicação do tipo, matrícula ou registo, marca, modelo, ano e valor)os títulos de registo de outros bens móveis sujeitos a registooutros comprovativos de declarações prestadas.

Ver resposta completa

Quanto ganha um advogado no Porto?

Salários de Porto Advogados

Cargo Salário
Salários de Estagiário – 5 salários informados R$ 24.003/ano
Salários de Estagiário – 3 salários informados R$ 22.806/ano
Salários de Advogado – 2 salários informados R$ 83.606/ano
Salários de Advogado Júnior – 2 salários informados R$ 54.487/ano

Ver resposta completa

Quanto uma advogada ganha por mês em Portugal?

A média salarial de Advogado é de € 2.169 por mês nessa localidade (Lisbon, Portugal). A remuneração variável de Advogado em Lisbon, Portugal é de € 4.850, variando entre € 2.000 e € 13.148.
Ver resposta completa

Qual o valor dos honorários?

Proposta aumenta valor de honorários advocatícios nas ações cíveis – Notícias Direito e Justiça 21/01/2022 – 10:57 Rosana Valle: proposta é reivindicada pelo Movimento Nacional pela Valorização da Advocacia O Projeto de Lei 2761/21 altera o para estabelecer um novo piso para os honorários advocatícios.

  1. Segundo a autora, deputada, o objetivo é evitar a fixação de valores irrisórios.
  2. A lei atual estabelece que os honorários serão entre 10% e 20% do valor da condenação, do proveito econômico ou da causa.
  3. A proposta quer aumentar a quantia para 20% do valor da causa ou condenação e autorizar o advogado a optar por uma das bases de cálculo na petição inicial, proibindo a interpretação restritiva pelo juiz.

Valor irrisório Nas causas de valor irrisório ou baixo, atualmente, o cálculo dos honorários leva em conta o trabalho do advogado, a prestação do serviço, a natureza e importância da causa. Pela proposta, nesses casos, o juiz deverá fixar a remuneração do advogado com base na tabela da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

  1. Rosana Valle afirma que a proposta é reivindicada pelo Movimento Nacional pela Valorização da Advocacia.
  2. Embora a matéria tenha sido tratada pelo Código de Processo Civil de 2015, são inúmeras as reclamações sobre a fixação de valores de honorários irrisórios em juízo, desprestigiando a dignidade da profissão”, disse.

Tramitação A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Reportagem – Carol SiqueiraEdição – Natalia Doederlein A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias’.
Ver resposta completa

You might be interested:  Casos Concretos De Direito Penal Iii?

Quanto ganha um advogado oficioso em Portugal?

Recentes dados do Relatório Justiça 2015-2020 do Ministério da Justiça mostram que um advogado oficioso em Portugal recebe, em média, 389 euros por cada apoio.
Ver resposta completa

Tem muito advogado em Portugal?

Atraídos por um acordo de reciprocidade entre a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e sua homóloga lusitana, advogados brasileiros optam cada vez mais por cruzar o Atlântico para o exercício profissional. Atualmente, mais de 9,3% dos advogados registrados em Portugal são brasileiros.

  • Dados fornecidos à Folha pela Ordem dos Advogados Portugueses mostram que, dos cerca de 34 mil profissionais inscritos na instituição, 3.173 são brasileiros.
  • Desses, quase 60% estão concentrados na região de Lisboa.
  • As cifras representam um aumento de quase 482% em relação aos 536 brasileiros que estavam inscritos na entidade portuguesa em 2017, ano em que a imigração do Brasil voltou a crescer em Portugal,

Além do acordo de reciprocidade para o exercício profissional e da facilidade com o idioma, Portugal também atrai brasileiros com uma ampla oferta de pós-graduações no direito, incluindo mestrados e doutorados. Em muitos casos, alunos acabam optando por permanecer no país após o fim dos estudos.
Ver resposta completa

O que é advogado oficioso em Portugal?

O que é o defensor oficioso? É o advogado designado pela autoridade judiciária (magistrado do Ministério Público ou juiz) para defender o arguido ; a designação pode ser feita oficiosamente ou a requerimento. Aquando do despacho de acusação, é obrigatoriamente nomeado defensor, se o arguido não tiver constituído nenhum.
Ver resposta completa

O que se ganha quando faz acordo?

Conclusão – A demissão por acordo trabalhista, como citado ao longo deste conteúdo, surgiu para facilitar e legalizar um processo que antes era realizado de forma ilegal nas empresas. Com a oficialização dessa rescisão dentro da reforma trabalhista, a justiça conseguiu inserir um tipo de rescisão que preencheu um espaço entre o pedido de demissão e a demissão sem justa causa, com o objetivo de que assim ninguém saia prejudicado no fim do vínculo empregatício.

Isso pois, por meio da demissão por acordo trabalhista, tanto a empresa como o empregado vislumbram benefícios que não teriam em outro modelo de demissão. Facilitando assim uma negociação consensual quando qualquer uma das partes não deseja mais seguir o vínculo empregatício. Contudo, é importante que tanto a empresa como o colaborador estejam atentos a qualquer ato de coação.

Dado que, se isso ocorrer, o ideal é que a Justiça do Trabalho seja acionada para invalidar a demissão por acordo trabalhista, pois, ele só deve ocorrer quando ambas as partes estiverem de acordo com essa negociação. Entendeu como funciona a demissão por acordo trabalhista? Se quer saber mais sobre assuntos de RH e gestão fique por dentro dos conteúdos do blog do PontoTel, clicando aqui, Compartilhe em suas redes!
Ver resposta completa

Quem paga as custas?

Quem paga as custas do processo? De acordo com o art.82 do Novo CPC, as custas processuais serão pagas no decorrer da ação, pela parte que requereu o ato processual, perícia técnica ou depoimento de testemunha que implicou em pagamento de diária.
Ver resposta completa