Qual Declaração Descreve Melhor O Amazon Guardduty? - [Novas informações] 2024: CLT Livre

Qual Declaração Descreve Melhor O Amazon Guardduty?

Qual Declaração Descreve Melhor O Amazon Guardduty

O que é Amazon GuardDuty?

O GuardDuty é um serviço de detecção de ameaças que oferece uma maneira precisa e fácil de monitorar e proteger continuamente suas contas e workloads da AWS.
Ver resposta completa

Qual ferramenta é usada para automatizar ações de serviços e aplicativos da AWS por meio de scripts?

Seja você parte de uma grande empresa, seja de uma startup, o Amazon ECS oferece uma variedade de ferramentas que podem ajudar você a colocar os contêineres em funcionamento rapidamente, independentemente do seu nível de experiência. Você pode trabalhar com o Amazon ECS das maneiras mostradas a seguir.

Saiba mais, desenvolva, gerencie e visualize as aplicações de contêiner usando AWS Management Console, Execute ações específicas nos recursos do Amazon ECS com implantações automatizadas por meio de programação ou scripts usando AWS Command Line Interface, AWS SDKs ou a API do ECS. Defina e gerencie todos os recursos da AWS no seu ambiente com implantação automatizada usando AWS CloudFormation, Use o fluxo de trabalho completo AWS Copilot CLI do desenvolvedor para criar, lançar e operar aplicações de contêiner em conformidade com as práticas recomendadas da AWS para infraestrutura. Usando sua linguagem de programação preferencial, defina infraestrutura ou arquitetura como código com AWS CDK, Coloque em contêiner as aplicações hospedadas on-premises ou em instâncias do Amazon EC2 ou em ambas usando a portabilidade integrada AWS App2Container e ecossistema de ferramentas para contêineres. Implante uma aplicação no Amazon ECS ou teste contêineres locais com contêineres em execução no Amazon ECS, usando o formato de arquivo do Docker Compose com CLI do Amazon ECS, Inicie contêineres em Integração do Docker Desktop com o Amazon ECS usando o Amazon ECS no Docker Desktop.

O AWS Management Console é uma interface baseada em navegador para gerenciar recursos do Amazon ECS. O console fornece uma visão geral visual do serviço, facilitando a exploração de recursos e funções do Amazon ECS sem a necessidade do uso de ferramentas adicionais.

  • Muitos tutoriais e demonstrações relacionados estão disponíveis para guiar você pelo uso do console.
  • Para obter um tutorial que guie você pelo console, consulte Conceitos básicos do Amazon ECS,
  • Ao começar, muitos clientes preferem usar o console porque ele fornece feedback visual instantâneo quanto a se as ações que eles executam são bem-sucedidas.

Clientes da AWS familiarizados com o AWS Management Console podem gerenciar facilmente recursos relacionados, como balanceadores de carga e instâncias do Amazon EC2. Comece com o AWS Management Console. A AWS Command Line Interface (AWS CLI) é uma ferramenta unificada que pode ser usada para gerenciar os serviços da AWS.

  1. Com esta ferramenta, isoladamente, você pode controlar vários serviços da AWS e automatizar estes serviços por meio de scripts.
  2. Os comandos do Amazon ECS na AWS CLI são um reflexo da API do Amazon ECS.
  3. A AWS fornece dois conjuntos de ferramentas de linha de comando: a AWS Command Line Interface (AWS CLI) e o AWS Tools for Windows PowerShell,

Para obter mais informações, consulte o Guia do usuário do AWS Command Line Interface e o Guia do usuário do AWS Tools for Windows PowerShell, A AWS CLI é adequada para clientes que preferem e estão acostumados a desenvolver scripts e interfaces com uma ferramenta da linha de comando e sabem exatamente que ações querem executar nos recursos do Amazon ECS.

  • A AWS CLI também é útil para clientes que querem se familiarizar com as APIs do Amazon ECS.
  • Os clientes podem usar a AWS CLI para executar várias operações nos recursos do Amazon ECS, inclusive operações de Criar, Ler, Atualizar e Excluir, diretamente da interface da linha de comando.
  • Use a AWS CLI se estiver ou quiser estar familiarizado com as APIs do Amazon ECS e com os comandos correspondentes da CLI e se quiser gravar scripts automatizados e executar ações específicas nos recursos do Amazon ECS.

A AWS CloudFormation e o Terraform para Amazon ECS fornecem maneiras eficientes para a definição da infraestrutura como código. Você pode facilmente acompanhar qual versão do seu modelo ou pilha do AWS CloudFormation está em execução a qualquer momento e reverter para uma versão anterior, se necessário.

  1. Você pode executar implantações de infraestrutura e aplicações do mesmo modo automatizado.
  2. Essa flexibilidade e essa automação é que tornam o AWS CloudFormation e o Terraform dois formatos populares para implantação de workloads no Amazon ECS em pipelines de entrega contínua.
  3. Para obter mais informações sobre o AWS CloudFormation, consulte Criar recursos do Amazon ECS com o AWS CloudFormation,

Use o AWS CloudFormation ou o Terraform se quiser automatizar implantações de infraestrutura e aplicações no Amazon ECS e definir e gerenciar explicitamente todos os recursos da AWS no seu ambiente. A interface de linha de comando (CLI) do AWS Copilot é uma ferramenta abrangente que permite que os clientes implantem e operem aplicações empacotadas em contêineres e ambientes do Amazon ECS diretamente a partir do seu código-fonte.

  1. Ao usar o AWS Copilot, você pode executar essas operações sem entender os elementos da AWS e do Amazon ECS, como application load balancers, sub-redes públicas, tarefas, serviços e clusters.
  2. O AWS Copilot cria recursos da AWS em seu nome a partir de padrões de serviço opinativos, como um serviço Web com balanceamento de carga ou serviço de backend, proporcionando um ambiente de produção imediato para aplicativos em contêineres.

Você pode fazer implantações por meio de um pipeline do AWS CodePipeline em vários ambientes, contas ou regiões, todos os quais podendo ser gerenciados dentro da CLI. Ao usar o AWS Copilot, você também pode executar tarefas de operador, como visualização de logs e a integridade do seu serviço.

  • O AWS Copilot é uma ferramenta abrangente que ajuda você a gerenciar mais facilmente seus recursos de nuvem para poder se concentrar no desenvolvimento e gerenciamento das suas aplicações.
  • Para obter mais informações, consulte Usar a interface da linha de comando do AWS Copilot,
  • Use o workflow completo de desenvolvedor do AWS Copilot para criar, lançar e operar aplicações de contêiner que estejam em conformidade com as práticas recomendadas da AWS relativas a infraestrutura.

O AWS Cloud Development Kit (AWS CDK) é um framework de desenvolvimento de software de código aberto que você pode usar para modelar e provisionar recursos de aplicações de nuvem usando linguagens de programação familiares. O AWS CDK provisiona os recursos de maneira segura e repetível por meio do AWS CloudFormation.

Usando o CDK, os clientes podem gerar o ambiente com menos linhas de código usando a mesma linguagem que usaram para criar a aplicação. O Amazon ECS fornece um módulo no CDK denominado ecs-patterns, que cria arquiteturas comuns. Um padrão disponível é ApplicationLoadBalancedFargateService(), Esse padrão cria um cluster, uma definição de tarefa e recursos adicionais para a execução de um serviço do Amazon ECS com balanceamento de carga no AWS Fargate.

Para obter mais informações, consulte Conceitos básicos do Amazon ECS usando o AWS CDK, Use oAWS CDK se quiser definir infraestrutura ou arquitetura como código na sua linguagem de programação preferencial. Por exemplo, você pode usar a mesmo linguagem que usa para gravar as aplicações.

  1. Às vezes, os clientes corporativos já podem ter aplicações hospedadas on-premises ou em instâncias do EC2 ou em ambos.
  2. Eles estão interessados no ecossistema de portabilidade e ferramentas de contêineres especificamente no Amazon ECS, e precisam, inicialmente, de conteinerização.
  3. O AWS O App2Container permite que você faça exatamente isso.

O App2Container (A2C) é uma ferramenta da linha de comando para modernizar aplicações,NET e Java em aplicações em contêineres. O A2C analisa e cria um inventário de todas as aplicações executadas em máquinas virtuais, on-premises ou na nuvem. Depois de selecionar o aplicação a ser deseja armazenar em contêiner, o A2C empacota o artefato da aplicação e as dependências identificadas em imagens de contêiner.

  1. Em seguida, ele configura as portas de rede e gera a tarefa do Amazon ECS.
  2. Por último, ele cria um modelo do CloudFormation que pode ser implantado ou modificado, se necessário.
  3. Para obter mais informações, consulte Conceitos básicos do AWS App2Container,
  4. Use o App2Container se você tiver aplicações hospedadas on-premises ou em instâncias do Amazon EC2 ou em ambos.

A CLI do Amazon ECS permite que você execute as aplicações no Amazon ECS e no AWS Fargate usando o formato de arquivo do Docker Compose. Você pode provisionar recursos rapidamente, enviar e extrair imagens usando o Amazon ECR e monitorar aplicações em execução no Amazon ECS ou no AWS Fargate.

  • Você também pode testar contêineres em execução localmente juntamente com contêineres na nuvem, dentro da CLI.
  • Para obter mais informações, consulte Usar a interface da linha de comando do Amazon ECS,
  • Use a CLI do ECS se tiver uma aplicação do Compose e quiser implantá-la no Amazon ECS, ou teste contêineres locais com contêineres em execução no Amazon ECS na nuvem.

A AWS e o Docker trabalharam em conjunto para criar uma experiência de desenvolvedor simplificada que permite a implantação e o gerenciamento de contêineres diretamente no Amazon ECS usando as ferramentas do Docker. Agora você pode criar e testar os contêineres localmente usando o Docker Desktop e o Docker Compose e implantá-los no Amazon ECS no Fargate.

Para começar a integração com o Amazon ECS e o Docker, baixe o Docker Desktop e, opcionalmente, cadastre-se para obter uma ID do Docker. Para obter mais informações, consulte Docker Desktop e Cadastro de ID do Docker, Os iniciantes em contêineres muitas vezes começam a aprender sobre contêineres usando ferramentas do Docker, como a CLI do Docker e o Docker Compose.

Isso torna o uso do plugin da CLI do Docker Compose para Amazon ECS uma etapa futura natural na execução de contêineres na AWS depois dos testes locais. O Docker fornece uma demonstração sobre a implantação de contêineres no Amazon ECS. Para obter mais informações, consulte Implantar contêineres do Docker no Amazon ECS,

Você pode aproveitar os recursos adicionais do Amazon ECS, como descoberta de serviço, balanceamento de carga e outros recursos da AWS, para usar com suas aplicações com o Docker Desktop. Você também pode baixar o plugin da CLI do Docker Compose para Amazon ECS diretamente no GitHub. Para obter mais informações, consulte Plugin da CLI do Docker Compose para Amazon ECS no GitHub.

Você também pode usar SDKs da AWS para gerenciar recursos e operações do Amazon ECS em uma variedade de linguagens de programação. Os SDKs fornecem módulos para ajudar a cuidar de tarefas, incluindo tarefas na lista a seguir.

Assinar criptograficamente suas solicitações de serviço Recuperar solicitações Lidar com respostas de erro

Para obter mais informações sobre os SDKs disponíveis, consulte Ferramentas para o Amazon Web Services, Com diversas opções disponíveis, você pode escolher as opções mais adequadas para suas necessidades. Considere as opções a seguir.

Se você for visualmente orientado, poderá criar e operar visualmente contêineres usando o AWS Management Console. Se preferir CLIs, considere o uso do AWS Copilot ou da AWS CLI. Como alternativa, se você preferir o ecossistema do Docker, poderá aproveitar a funcionalidade do ECS de dentro da CLI do Docker para implantação na AWS. Depois que esses recursos forem implantados, você poderá continuar a gerenciá-los por meio da CLI ou visualmente, por meio do Console. Se você for desenvolvedor, poderá usar o AWS CDK para definir a infraestrutura na mesmo linguagem da sua aplicação. Você pode usar o CDK e o AWS Copilot para exportar para modelos do CloudFormation onde você pode alterar configurações detalhadas, adicionar outros recursos da AWS e automatizar implantações por meio do desenvolvimento de s.cripts ou de um pipeline de CI/CD, como AWS CodePipeline.

A AWS CLI, SDKs e a API do ECS são ferramentas úteis para automatizar ações em recursos do ECS, tornando-os ideais para implantação. Para implantar aplicações usando o AWS CloudFormation, você pode usar uma variedade de linguagens de programação ou um simples arquivo de texto para modelar e provisionar todos os recursos necessários para suas aplicações.

Em seguida, você pode implantar a aplicação em várias regiões e contas de forma automatizada e segura. Por exemplo, você pode definir o cluster, serviços, definições de tarefas ou provedores de capacidade do ECS, como o código em um arquivo e implantar por meio de comandos da AWS CLI do CloudFormation.

Para executar tarefas de operações, você pode exibir e gerenciar recursos de forma programática usando a AWS CLI, SDK ou a API do ECS. Comandos, como describe-tasks ou list-services exibem os metadados mais recentes ou uma lista de todos os recursos. De forma semelhante às implantações, os clientes podem gravar uma automação que inclui comandos, como update-service, para fornecer uma ação corretiva após a detecção de um recurso que foi interrompido inesperadamente.

Você também pode operar seus serviços usando o AWS Copilot. Comandos, como copilot svc logs ou copilot app show, fornecem detalhes sobre cada um dos microsserviços ou sobre a aplicação como um todo. Os clientes podem usar qualquer uma das ferramentas disponíveis mencionadas neste documento e usá-las em várias combinações.

As ferramentas do ECS oferecem vários caminhos para mudar de determinadas ferramentas para outras que atendam às suas necessidades em constante mudança. Por exemplo, você pode optar por um controle mais detalhado sobre os recursos ou mais automação, conforme necessário.
Ver resposta completa

Qual serviço é usado para implantar e dimensionar rapidamente aplicativos na AWS?

O desenvolvimento, o gerenciamento e a operação do seu aplicativo exige uma grande variedade de serviços de tecnologia. Os clientes frequentemente nos perguntam o que representa uma plataforma de infraestrutura de tecnologia totalmente funcional e flexível.

A seguir, descrevemos os requisitos para uma plataforma de infraestrutura de tecnologia moderna, robusta e líder do setor, com todos os benefícios que podem ser oferecidos pela nuvem. Também oferecemos informações sobre como a AWS cumpre esses requisitos e porque você pode precisar de cada um dos recursos.

A AWS começou a oferecer sua plataforma de infraestrutura de tecnologia em 2006. Com mais de um milhão de clientes ativos usando a AWS de todas as formas imagináveis, desenvolvemos uma experiência considerável em operações de grande escala. Também inovamos e lançamos novidades em um ritmo bastante acelerado (entregamos 159 recursos e serviços importantes em 2012, 280 em 2013, 516 em 2014 e 1.017 em 2016).

Continuaremos a nos concentrar em fornecer rapidamente aquilo que os clientes querem. Faça o download de uma planilha com uma lista desses requisitos, que você pode usar em suas atividades de avaliação da plataforma de nuvem. Atestados, relatórios e certificações de terceiros independentes reconhecidos Os atestados e certificações de terceiros podem estabelecer a confiança sobre as políticas e os procedimentos de um operador de nuvem e ajudar a possibilitar a implementação de aplicativos empresariais essenciais em um ambiente em nuvem.

A AWS tem parceria com auditores e órgãos de certificação terceirizados independentes para fornecer aos clientes informações consideráveis sobre as políticas, processos e controles que estabelecemos e operamos. Entre os atestados, relatórios e certificações relevantes, estão:

SOC 1/ISAE 3402 SOC 2 SOC 3 Nível 1 do PCI DSS ISO 27001 IRAP FIPS 140-2 MPAA

Saiba mais »

HIPAA FedRAMP (SM) DoD CSM níveis 1-2, 3-5 DIACAP e FISMA Certificação MTCS nível 3 ITAR CSA ISO 9001

Controle o acesso aos seus recursos em nuvem de forma granular A criação de usuários e grupos e o uso de uma linguagem sofisticada de políticas para controlar o acesso aos seus recursos em nuvem de forma granular (ou seja, por usuário, recurso, horário, endereço IP de origem) significa que você pode implantar aplicações com mais segurança e aplicar políticas de segurança na nuvem com maior facilidade.

O AWS IAM permite criar e gerenciar usuários e grupos, bem como usar permissões para controlar o acesso aos recursos da AWS, como buckets de armazenamento do Amazon S3, snapshots do Amazon EBS ou tabelas do Amazon DynamoDB. Saiba mais » Integração com sistemas de gerenciamento de identidade e acesso existentes A integração com os sistemas de gerenciamento de identidade e acesso existentes significa que você não precisa passar pelo processo de criação de conjuntos paralelos de identidade na nuvem: você pode usar as identidades dos sistemas existentes para conceder acesso aos seus recursos na nuvem.

O AWS Directory Service é um serviço gerenciado que permite conectar seus recursos da AWS a um Microsoft Active Directory local existente ou configurar um novo diretório autônomo na Nuvem AWS Saiba mais » Gerenciamento de chaves dedicado e baseado em hardware Aplicativos e dados sujeitos a requisitos rigorosos contratuais ou normativos para o gerenciamento de chaves de criptografia podem necessitar de proteção adicional.

Você deve ser capaz de usar um serviço que permite proteger suas chaves de criptografia com HSMs (Hardware Security Modules) implementados na nuvem, projetados e validados de acordo com normas governamentais para o gerenciamento seguro de chaves. O serviço AWS CloudHSM oferece acesso a dispositivos HSM dedicados na Nuvem AWS.

Saiba mais » Implante aplicações perto dos seus clientes Ao implantar aplicações, é importante poder posicioná-las perto dos usuários ou clientes, garantindo a menor latência possível e a melhor experiência de usuário. Saiba mais » Mantenha e garanta a localidade dos dados Muitos clientes estão sujeitos a requisitos normativos ou de políticas que estabelecem onde os dados devem residir.

A manutenção da conformidade com essas normas ou políticas requer que você verifique se a localidade dos dados será mantida. A AWS oferece escolher entre diferentes regiões geograficamente isoladas em vários lugares em todo o mundo. Você decide onde armazenar seus dados: eles não serão replicados para outras regiões nem transferidos, a menos que você opte por isso.

Saiba mais » Downloads mais rápidos e conexões com latência menor para seus clientes Muitas vezes, é importante poder entregar uma aplicação de baixa latência e alto desempenho aos seus usuários finais ou clientes, mesmo que não estejam localizados perto da origem da aplicação, tanto para conteúdo estático quanto para vídeo pré-gravado ou ao vivo.

  1. O Amazon CloudFront distribui conteúdo aos usuários finais por meio de uma rede de pontos de presença em todo o mundo.
  2. Saiba mais » Garanta a disponibilidade das aplicações em todos os momentos, mesmo durante interrupções de site, por meio da baixa latência.
  3. Todos os aplicativos voltados a ambientes externos precisam da resolução de nomes de domínio (DNS) para garantir que as solicitações recebidas sejam direcionadas a infraestruturas que operam normalmente.

Um serviço de DNS deve considerar a latência para garantir aos usuários uma experiência de uso das aplicações com respostas rápidas. O Amazon Route 53 é um serviço de DNS altamente disponível e escalável que inclui failover de DNS e roteamento baseado em latência, permitindo oferecer um aplicativo altamente disponível e com alto desempenho.

  • Saiba mais » Os aplicativos de nuvem têm uma grande variedade de requisitos de recursos de computação, memória e rede.
  • O Amazon EC2 fornece capacidade computacional redimensionável na nuvem.
  • Ele foi projetado para facilitar a computação na escala da web para os desenvolvedores e administradores de sistemas.

O Amazon EC2 reduz a apenas alguns minutos o tempo necessário para obter e inicializar novas instâncias de servidor, permitindo que você dimensione a capacidade rapidamente para mais e para menos, à medida que seus requisitos de computação mudarem. Saiba mais » Os contêineres são mais leves e têm menos memória e sobrecarga computacional do que as máquinas virtuais, facilitando o suporte para aplicativos que consistem em centenas ou milhares de pequenas “partes móveis” isoladas.

Um aplicativo implementado corretamente em um contêiner proporciona escalabilidade e manutenção com facilidade, além de fazer uso eficiente dos recursos do sistema disponíveis. O Amazon EC2 Container Service é um serviço de gerenciamento de contêineres de alta escalabilidade e desempenho que suporta os contêineres Docker e permite que você execute facilmente aplicativos distribuídos em um cluster gerenciado de instâncias do Amazon EC2.

Saiba mais » O AWS Lambda é um serviço de computação que executa seu código em resposta a eventos e gerencia automaticamente os recursos de computação para você, facilitando a criação de aplicativos que respondam rapidamente a novas informações. O AWS Lambda começa a executar seu código em milissegundos a partir de um evento, como o upload de uma imagem, atividade dentro do aplicativo, clique no site ou saída de um dispositivo conectado.

O Lambda executa seu código em infraestrutura de computação de alta disponibilidade e realiza toda a administração dos recursos de computação, incluindo manutenção de servidor e de sistema operacional, provisionamento de capacidade e escalabilidade automática, implementação de código e de patch de segurança e monitoramento e registro de código.

Tudo o que você precisa fazer é fornecer o código. Saiba mais » Instância de computação de uso geral As instâncias de computação de uso geral oferecem um equilíbrio entre recursos de computação, memória e rede e são uma boa opção para várias aplicações como bancos de dados de pequeno e médio portes, tarefas de processamento de dados, frotas de armazenamento em cache e servidores de back-end para diversas aplicações.

  1. O Amazon EC2 apresenta os tipos de instância T2 e M3 de uso geral.
  2. As instâncias T2 são instâncias de desempenho com capacidade de intermitência que oferecem um nível básico de desempenho da CPU, com capacidade de intermitência acima da linha de base.
  3. Os tipos de instância M3 oferecem recursos equilibrados de computação, memória e rede, sendo são uma boa opção para muitas aplicações.

Saiba mais » Instâncias otimizadas para computação As instâncias otimizadas para computação são aprimoradas para aplicativos que se beneficiam com grande poder computacional. Os tipos de instância otimizada para computação são recomendados para a execução de aplicativos com uso intensivo de CPU, como grupos de front-end com alto tráfego, processamento em lote on demand, análises distribuídas, servidores da web, processamento em lotes e aplicativos científicos e de engenharia de alto desempenho.

  • O Amazon EC2 apresenta tipos de instância C4 e C3 otimizados para computação que dispõem de uma proporção mais alta de vCPUs por memória do que outros tipos de instância.
  • As instâncias C4 são a geração mais recente de instâncias otimizadas para computação, oferecendo os processadores de mais alto desempenho e a relação preço/desempenho de computação mais baixa disponível atualmente no EC2.

Saiba mais » Instâncias otimizadas para memória As instâncias otimizadas para memória são aprimoradas para aplicações com uso intensivo de memória e são recomendadas para aplicações como bancos de dados, memcached e outros caches distribuídos, bem como para implantações de aplicativos corporativos de maior porte.

  • O Amazon EC2 apresenta os tipos de instância R3 otimizados para memória, que oferecem o menor custo por GiB de RAM entre as instâncias do Amazon EC2.
  • Saiba mais » Instâncias otimizadas para armazenamento As instâncias otimizadas para armazenamento são aprimoradas para aplicações com requisitos específicos de E/S e capacidade de armazenamento em disco e são recomendadas para aplicações como bancos de dados NoSQL, como Cassandra e MongoDB, bancos de dados transacionais com escalabilidade horizontal, armazéns de dados, Hadoop e sistemas de arquivos em cluster.

O Amazon EC2 apresenta os tipos de instância I2 e HS1 otimizados para armazenamento. As instâncias I2 fornecem rápido armazenamento de instâncias com respaldo de SSD, otimizado para altíssimo desempenho de E/S aleatória, além de IOPS altas com baixo custo.

As instâncias HS1 fornecem altíssima densidade de armazenamento e alto desempenho de leitura e gravação sequencial por instância. Elas oferecem também a maior densidade de armazenamento entre as instâncias do EC2 e a menor relação de preço por GB. Saiba mais » Instâncias de GPU As instâncias de GPU permitem aproveitar os recursos de desempenho de GPU para aplicações como computação química, renderização, modelagem financeira e projetos de engenharia.

O Amazon EC2 apresenta o tipo de instância G2, destinado aplicações de computação de GPU gráficas e de uso geral. Saiba mais » Redimensione as instâncias a qualquer momento Como os requisitos dos aplicativos podem mudar com o tempo ou durante o desenvolvimento, você deve ser capaz de alterar o tamanho de uma instância facilmente a qualquer momento para garantir que pagará apenas pela capacidade necessária.

O Amazon EC2 facilita o redimensionamento das instâncias de computação a qualquer momento. Você pode mudar para instâncias maiores ou menores, de acordo com as necessidades dos aplicativos, com apenas alguns cliques de mouse. Saiba mais » Definição de preço com pagamento conforme o uso Para aplicativos com curto período de uso, com picos intermitentes ou imprevisíveis, um modelo de definição de preços onde você paga apenas pelo que usa e sem compromissos iniciais pode ser a opção mais adequada.

As instâncias on demand do Amazon EC2 permitem que você pague pela capacidade de computação por hora sem assumir compromissos de longo prazo. Saiba mais » Desconto significativo (até 75%) em comparação com a definição de preço das instâncias on demand As instâncias reservadas proporcionam um desconto significativo (até 75%) em comparação com a definição de preço das instâncias on demand.

Você tem a certeza de que a instância reservada sempre estará disponível para o sistema operacional (por exemplo, Linux/UNIX ou Windows) e para a zona de disponibilidade na qual ela foi comprada. Para aplicativos que tenham necessidades com condições estáveis, as instâncias reservadas podem oferecer uma economia significativa em comparação com o uso de instâncias on demand.

Saiba mais » Definição de preços com base no mercado para obter descontos substanciais quando há excesso de capacidade Para aplicativos com início e término flexíveis (ou seja, que podem ser interrompidos) ou para aplicativos que são econômicos apenas com preços de computação muito baixos, os preços definidos pelo mercado podem possibilitar que você obtenha descontos substanciais em relação ao preço padrão on demand, pagando o preço de oferta que você especificou.

As instâncias spot do Amazon EC2 permitem especificar o preço que você está disposto a pagar para obter capacidade em excesso da AWS. A AWS disponibiliza a capacidade em excesso aos seus clientes no mercado de spot. Se a sua oferta máxima exceder o preço do spot a qualquer momento durante a janela da oferta, você receberá essas instâncias, pagando o baixo valor da sua oferta de spot.

Saiba mais » Venda a sua capacidade reservada no mercado aberto Se você dispõe de recursos de computação comprometidos por um período e seus planos mudarem, a possibilidade de vender essas capacidades a outros usuários poderá oferecer flexibilidade e permitir que você recupere os investimentos.

A loja de instâncias reservadas permite vender suas instâncias reservadas do Amazon EC2 a outras empresas e organizações, se as suas necessidades mudarem. Você também pode pesquisar o marketplace de instâncias reservadas para encontrar uma seleção ainda mais ampla de durações e opções de definição de preço para instâncias reservadas vendidas por outros clientes da AWS.

Saiba mais » Receba descontos adicionais para compras em volume Uma abordagem de definição de preço que oferece custos menores à medida que você usa mais capacidade na nuvem pode oferecer custos ainda mais baixos com a reserva de capacidade. Além da taxa horária menor, as maiores compras de capacidade reservada estão qualificadas para receber descontos adicionais de capacidade estratificada,

Quanto mais você usa, menor o preço. Saiba mais » A liberdade de acessar centenas de milhares de núcleos apenas quando for necessário A disponibilidade de computação de utilitários em alta escala remove as restrições da infraestrutura tradicional, onde a capacidade não é mais uma barreira para a entrega de respostas a questões complexas em pouco tempo.

Provisione a capacidade de computação necessária da forma e no momento que você precisa. A Cycle Computing provisionou recentemente 50.000 núcleos, acelerando consideravelmente um fluxo de descoberta de medicamentos. Atribua facilmente endereços IP públicos estáticos a suas instâncias A capacidade de atribuir facilmente endereços IP públicos estáticos a qualquer instância em execução na nuvem significa você pode mover os endereços IP de uma instância para outra sem tarefas complexas de configuração ou dependência da equipe do datacenter.

As instâncias do Amazon EC2 oferecem suporte a endereços Elastic IP, que permitem facilmente atribuir e alterar atribuições de endereços IP públicos estáticos a qualquer das suas instâncias. Saiba mais » Controle sua configuração de redes IP Quando você implementa aplicativos na nuvem, deve ser capaz de manter o controle completo sobre a configuração de endereçamento IP.

Isso significa que é fácil continuar a usar os seus esquemas de endereçamento IP estabelecidos e se conectar a redes IP já existentes. O Amazon Virtual Private Cloud oferece controle completo sobre uma rede virtual logicamente isolada previamente definida.

  • Saiba mais » Crie várias sub-redes privadas e públicas Ao ser capaz de criar várias sub-redes IP, interfaces de rede e controlar tabelas de roteamento, você tem controle minucioso sobre as comunicações de rede dos seus aplicativos.
  • Por exemplo, você pode criar sub-redes voltadas para o público para servidores de web com acesso à internet e, além disso, criar uma sub-rede privada sem acesso à internet para servidores de back-end.

Esse recurso ajuda a aumentar a segurança dos seus aplicativos. O Amazon Virtual Private Cloud oferece controle completo sobre uma rede virtual logicamente isolada previamente definida. Saiba mais » Anexe várias interfaces de rede a recursos de computação Para tarefas como a criação de uma rede de gerenciamento usando dispositivos de rede e segurança ou outros cenários onde você quer usar instâncias baseadas em duas origens, a capacidade de acoplar várias interfaces de rede a instâncias de computação é necessária.

  1. O Amazon Virtual Private Cloud permite criar e conectar várias interfaces de rede elásticas a instâncias do Amazon EC2 em uma rede virtual logicamente isolada definida por você.
  2. Saiba mais » Controle o tráfego de entrada e saída dos recursos de computação de forma granular A capacidade de controlar o fluxo de tráfego de entrada e saída das instâncias de computação é uma parte importante da capacidade de implementar políticas e procedimentos de segurança em um ambiente em nuvem.

O Amazon Virtual Private Cloud possibilita o uso de grupos de segurança e listas de controle de acesso à rede (ACLs), para que você conte com controle minucioso do tráfego de rede que entra e sai das suas instâncias do Amazon EC2 em uma rede virtual logicamente isolada definida por você.

Saiba mais » Conexão de redes privadas virtuais baseadas em hardware aos recursos da nuvem O uso de um dispositivo de hardware à sua escolha para estender sua rede para a nuvem com segurança usando uma VPN pode oferecer acesso fácil e integrado entre a infraestrutura de rede existente e os recursos da nuvem.

O Amazon Virtual Private Cloud permite usar uma VPN baseada em hardware para conectar sua rede a uma rede virtual logicamente isolada definida por você. Saiba mais » Alta velocidade, baixa latência, conectividade privada e dedicada entre infraestruturas no local e na nuvem Se você tiver requisitos de segurança ou conectividade que não consegue cumprir usando conexões padrão à Internet, a conexão de sua rede diretamente à nuvem em vários locais usando uma conexão privada de 1 Gbps ou 10 Gbps ajudará você a cumprir esses requisitos.

  1. O AWS Direct Connect torna fácil estabelecer uma conexão de rede privada e dedicada entre o ambiente local e a AWS.
  2. Saiba mais » Aumente ou diminua a escala automaticamente para atender à demanda dos clientes Sua infraestrutura de nuvem deve aumentar ou diminuir a escalabilidade vertical automaticamente, adicionando ou removendo capacidade de acordo com as políticas e métricas previamente definidas.

Esse recurso ajuda você a atender às demandas dos seus clientes pagando apenas pelo que precisa e usa. O Auto Scaling permite aumentar ou diminuir automaticamente a capacidade do Amazon EC2 de acordo com triggers definidos por você. Saiba mais » Implante aplicações em locais fisicamente separados Para cumprir os requisitos de alta disponibilidade do seu aplicativo, deve ser fácil implementar o aplicativo em vários locais redundantes e fisicamente separados.

  1. Esse recurso ajuda a garantir que uma interrupção em um local não interrompa a disponibilidade do seu aplicativo.
  2. Todas as regiões da AWS oferecem várias zonas de disponibilidade redundantes, permitindo a implementação de aplicativos em locais fisicamente separados, mas próximos o suficiente para a replicação síncrona de dados.

Saiba mais » Use load balancing automático para cargas de solicitação variáveis Para garantir que a demanda pelos seus aplicativos seja balanceada igualmente em toda a infraestrutura de nuvem, você deve ser capaz de aproveitar um serviço de balanceamento de carga com escalabilidade e gerenciamento automáticos, evitando a necessidade de implementar e gerenciar um serviço separado.

O serviço de balanceamento de carga também deve verificar a saúde do seu aplicativo para que as falhas não afetem os seus usuários. O Elastic Load Balancing distribui automaticamente o tráfego de entrada das aplicações entre várias instâncias do Amazon EC2. O serviço oferece transparentemente a quantidade de capacidade de balanceamento de carga necessária em resposta ao tráfego recebido pelo aplicativo.

O Elastic Load Balancing pode ser usado com o Amazon VPC para oferecer balanceamento de cargas interno e externo. Saiba mais » Um sistema operacional projetado para a nuvem Um sistema operacional projetado, construído e otimizado para a nuvem pode levar a melhor estabilidade, segurança e desempenho e ainda habilitar novos níveis de automação.

O Amazon Linux AMI é fornecido gratuitamente aos usuários do Amazon EC2. Ele foi criado para fornecer um ambiente de execução estável, seguro e de alto desempenho para aplicativos executados no Amazon EC2. A AMI inclui várias ferramentas, bibliotecas e utilitários para integração com a AWS. A Amazon Web Services disponibiliza atualizações contínuas de segurança e manutenção para todas as instâncias que executam o Amazon Linux AMI.

Saiba mais » Red Hat Enterprise Linux Se você usa o Red Hat Enterprise Linux ou tem um aplicativo que requer esse sistema operacional, a possibilidade de escolher o sistema operacional necessário na nuvem facilita a implantação dos aplicativos de que sua empresa precisa.

O Amazon EC2 executando o Red Hat Enterprise Linux oferece uma plataforma de nuvem confiável para implantar uma grande variedade de aplicativos e está disponível para todos os tipos de instância, inclusive instâncias de computação em cluster. Saiba mais » SUSE Linux Enterprise Server Se você usa o SUSE Linux Enterprise Server ou tem um aplicativo que requer esse sistema operacional, a possibilidade de escolher o sistema operacional necessário na nuvem facilita a implantação dos aplicativos de que sua empresa precisa.

O Amazon EC2 executando o SUSE Linux Enterprise Server é uma plataforma de nuvem comprovada para cargas de trabalho de desenvolvimento, teste e produção, com mais de 10.000 aplicativos certificados de mais de 1.600 fornecedores de software independentes.

  1. O SUSE Linux Enterprise Server está disponível para todos os tipos de instância, inclusive as instâncias de computação em cluster.
  2. Saiba mais » Ubuntu Server Se você usa o Ubuntu Server ou tem um aplicativo que requer esse sistema operacional, a capacidade de escolher o sistema operacional necessário na nuvem facilita a implementação dos aplicativos necessários para a sua empresa.

O Ubuntu Server pode ser implementado em instâncias do Amazon EC2 com apenas alguns cliques usando o AWS Marketplace. Saiba mais » Microsoft Windows Server Para as aplicações executadas no Microsoft Windows, a capacidade de escolher o sistema operacional e a versão corretos na nuvem permite a fácil implementação das aplicações do Windows necessárias para a sua empresa.

  1. O Amazon EC2 em execução no Microsoft Windows Server é um ambiente rápido e confiável para a implementação de aplicações usando o Microsoft Web Platform, o ASP.NET, ASP.NET e o Internet Information Server (IIS).
  2. Saiba mais » Microsoft SQL Server Para aplicativos que usam o Microsoft SQL Server, a capacidade de escolher uma instância de computação pré-configurada executando Windows e SQL Server significa que você pode passar mais tempo concentrado no seu aplicativo e não na implementação de software.

O Amazon EC2 executando Windows Server com SQL Server oferece a flexibilidade de executar um servidor de banco de dados pelo tempo que você precisar. Oferecemos o Amazon EC2 com várias versões do Microsoft SQL Server. Saiba mais » Bancos de dados e middleware Oracle O acesso fácil às soluções da Oracle que você já conhece, disponibilizadas em um ambiente em nuvem, significa que você pode dedicar mais tempo na criação da aplicação na nuvem e não na compra e implantação de software.

A AWS e a Oracle trabalharam juntas para oferecer aos clientes opções convenientes para implementação de aplicativos empresariais na nuvem. Você pode executar pilhas completas de software empresarial da Oracle no Amazon EC2. Além disso, o Amazon Relational Database Service oferece um banco de dados completamente gerenciado com vários mecanismos à escolha, inclusive o Oracle.

Saiba mais » Aplicações empresariais da Microsoft A possibilidade de migrar as aplicações empresariais da Microsoft usadas na sua empresa para um ambiente em nuvem permite usar as aplicações conhecidas que você precisa e aproveitar a disponibilidade, o baixo custo e a flexibilidade oferecidos pela nuvem.

  1. Você pode executar aplicações da Microsoft, como SharePoint, Exchange, SQL Server, Lync, System Center e Dynamics, na infraestrutura de baixo custo e alto desempenho do Amazon EC2.
  2. Saiba mais » Mobilidade de licenças da Microsoft Se você já comprou licenças para software da Microsoft, deve ser possível levar essas licenças para a nuvem, preservando o seu investimento.

A mobilidade de licenças da Microsoft por meio da garantia de software permite que os clientes da Microsoft usem as licenças de aplicativos de servidor da Microsoft que já têm na AWS, sem qualquer taxa de licença de software adicional. Saiba mais » Soluções SAP A flexibilidade de implementar suas soluções da SAP em uma plataforma escalável e com pagamento conforme o uso, sem necessidade de compromissos de longo prazo ou despesas de capital de alto custo para a infraestrutura subjacente, pode resultar em menores custos, maior eficiência e menor tempo de introdução no mercado.

A AWS e a SAP se dedicam à criação de soluções inovadoras para empresas de todos os portes, fornecendo o maior valor possível ao cliente. Clientes novos e atuais da SAP podem implantar suas soluções em instâncias do Amazon EC2 certificadas pela SAP em ambientes de produção, cientes de que a SAP e a AWS testaram e verificaram o desempenho dos recursos subjacentes da AWS e certificaram esses recursos utilizando os mesmos padrões aplicados a servidores e plataformas virtuais.

Saiba mais » Soluções e ferramentas de desenvolvedores da IBM A flexibilidade de implantar soluções e ferramentas de desenvolvedores da IBM em uma plataforma escalável com pagamento conforme o uso, sem necessidade de compromissos de longo prazo ou de despesas de capital de alto custo para a infraestrutura subjacente, pode proporcionar acesso às ferramentas e soluções de que você precisa com a disponibilidade, o baixo custo e a flexibilidade oferecidas pela nuvem.

No Amazon EC2, é possível executar a maior parte das tecnologias comprovadas da plataforma IBM que você já conhece, incluindo IBM DB2, IBM Domino, IBM Informix, IBM Web Content Manager, IBM WebSphere Application Server, IBM WebSphere sMash, IBM WebSphere Portal Server e InfoSphere DataStage/QualityStage com seu cliente Windows correspondente.

Saiba mais » Processadores avançados com vários núcleos As cargas de trabalho de Computação de Alta Performance (HPC) frequentemente requerem vários núcleos de alta velocidade. A disponibilidade desses processadores em uma plataforma de computação em nuvem utilitária sob demanda oferece capacidade de supercomputador a todos os desenvolvedores.

  • As instâncias de computação em cluster do Amazon EC2 usam os processadores mais recentes da família de processadores Intel Xeon E5, com extensões avançadas de vetor, NUMA, modo turbo e virtualização de hardware, para oferecer um ambiente de altíssimo desempenho para o seu código.
  • Saiba mais » Interconexões de alta velocidade Vários códigos de HPC permutam informações entre nós de um cluster através da rede.

Uma rede interconectada e rápida garante a execução dessas permutas com baixa latência e pode acelerar substancialmente as cargas de trabalho computacionais de grande escala. As instâncias de computação em cluster do Amazon EC2 são implantadas em uma rede Ethernet de 10 Gb de alto desempenho, baixa latência e completamente bissecionada.

Saiba mais » Proximidade física entre instâncias O posicionamento de instâncias de modo que o hardware subjacente fique fisicamente próximo reduz a latência de comunicação entre essas instâncias, melhorando o desempenho computacional. Os grupos de localização de cluster Amazon EC2 garantem que os aplicativos se beneficiem da largura de banda completamente bissecionada e do desempenho de rede de baixa latência.

Saiba mais » Obtenha informações sobre a saúde das instâncias É importante saber os status das instâncias executadas da nuvem para que você possa confiar que o seu aplicativo está operando corretamente. As verificações de status integradas podem oferecer informações sobre a disponibilidade das suas instâncias.

As instâncias do Amazon EC2 dispõem de verificações de status de instâncias para informar você sobre a saúde e disponibilidade das suas instâncias. Saiba mais » Implante em hardware dedicado exclusivamente a você Os clientes frequentemente têm requisitos de conformidade ou de políticas que determinam que a infraestrutura de computação seja executada em hardware dedicado com utilização exclusiva.

As instâncias dedicadas do Amazon EC2 executam hardware dedicado a um único cliente ao mesmo tempo que permite que você aproveite integralmente os benefícios da nuvem da AWS. Saiba mais » Forneça desktops hospedados na nuvem para os seus usuários finais A capacidade de fornecer facilmente para usuários finais desktops virtuais de alto desempenho hospedados na nuvem, que podem ser acessados de uma variedade de dispositivos clientes, pode ajudar você a manter os seus dados seguros e atender às necessidades de um grupo diverso de usuários.

O Amazon WorkSpaces é uma plataforma de computação em nuvem para desktop totalmente gerenciada que permite provisionar facilmente desktops baseados na nuvem, com os quais os usuários finais podem acessar os documentos, aplicativos e recursos de que precisam com o dispositivo de sua escolha, incluindo laptops e tablets iPad, Kindle Fire ou Android.

Saiba mais » Armazenamento altamente durável para todos os tipos de dados Para aplicativos que requerem acesso a dados em grande escala a qualquer momento e alta durabilidade, você deve poder escolher a localização geográfica para armazenar os dados sem compromissos mínimos ou taxas antecipadas, além de aproveitar outros recursos como criptografia para dados em repouso.

  1. O Amazon S3 permite o armazenamento e o acesso de qualquer quantidade de dados a qualquer momento, de qualquer lugar da web, e é projetado para oferecer durabilidade de 99,999999999%.
  2. Saiba mais » O Amazon S3 também oferece o nível Padrão – Acesso ocasional, que oferece a mesma durabilidade com custo reduzido e um mínimo de 30 dias de armazenamento.

Essa opção é ideal para dados menos ativos que precisam de acesso imediato. Saiba mais » Armazenamento de arquivamento para dados pouco acessados Para dados acessados com pouca frequência e que admitam tempos de recuperação de várias horas, você deve ser capaz de escolher um serviço com alta durabilidade e disponibilidade e custo muito baixo.

O Amazon Glacier é um serviço de baixo custo que oferece armazenamento de alta durabilidade para arquivamento e backup, a partir de apenas 0,01 USD por gigabyte por mês. O Glacier foi projetado com durabilidade de 99,999999999% Saiba mais » Armazenamento compartilhado de arquivos O Amazon Elastic File System (EFS) é um sistema de arquivos compartilhado para instâncias do Amazon EC2.

Você pode criar e configurar sistemas de arquivos com rapidez e facilidade para diretórios base, desenvolvimento de software ou repositórios de conteúdo, com escalabilidade automática para evitar a necessidade de provisionamento antecipado. Saiba mais » Versionamento A capacidade de aplicar versões a objetos no armazenamento em nuvem facilita o arquivamento de versões anteriores dos seus objetos, além de ajudar a evitar que sejam excluídos ou sobrescritos por engano.

  • O Amazon S3 disponibiliza versionamento de objetos, permitindo que você preserve, recupere e restaure todas as versões de todos os objetos que armazena no S3.
  • Saiba mais » Exclusão multifator A exigência do uso de um dispositivo de autenticação multifator antes que os objetos sejam excluídos da nuvem ajuda a garantir a proteção máxima das versões preservadas dos objetos.

O Amazon S3 oferece a exclusão MFA, Quando ativado, este recurso exige o uso de um dispositivo de autenticação multifator para excluir objetos armazenados no S3. Saiba mais » Criptografia Políticas organizacionais ou normas setoriais ou governamentais podem requerer o uso de criptografia para dados não utilizados no momento ou em trânsito.

  • O uso de uma solução de armazenamento em nuvem com criptografia integrada pode ajudar a garantir a segurança e a conformidade dos dados com políticas ou normas.
  • O Amazon S3 usa o SSL para criptografar dados em trânsito e dispõe de funcionalidade integrada para criptografar dados armazenados não utilizados no momento,

Saiba mais » Mecanismos flexíveis de controle de acesso Ao armazenar dados na nuvem, a disponibilidade de um conjunto flexível de mecanismos de controle de acesso facilita a conformidade com suas políticas de segurança e ajuda a garantir que os dados tenham acesso apenas da forma autorizada.

O Amazon S3 suporta políticas de buckets e listas de controle de acesso (ACLs) para controlar o acesso a buckets de armazenamento ou no nível de objetos individuais. Saiba mais » Acesso a objetos limitado por tempo A capacidade de oferecer acesso a objetos utilizando um URL válido apenas pelo período especificado, pode ser útil para cenários como downloads de software ou outros aplicativos onde você quer restringir o período de disponibilidade do acesso a um objeto para os usuários.

O Amazon S3 oferece suporte à autenticação de sequência de caracteres de consulta, que permite oferecer uma URL válida apenas durante o período especificado. Saiba mais » Logs de auditoria A capacidade de obter logs que mostram todas as solicitações enviadas ao armazenamento em nuvem pode ser útil para monitorar aplicativos ou para fins de auditoria.

O Amazon S3 também oferece suporte ao registro de solicitações efetuadas para os seus recursos do Amazon S3. Esses logs de acesso do servidor capturam todas as solicitações feitas para um bucket ou para seus objetos e podem ser usados para fins de auditoria. Saiba mais » Defina políticas para excluir dados antigos ou movê-los para armazenamento de arquivamento Suas políticas podem especificar a exclusão ou movimentação de dados para armazenamento em arquivos quando atingirem determinada idade.

O gerenciamento de ciclo de vida do armazenamento permite definir políticas e executar as ações adequadas automaticamente, sem necessidade de intervenção. O Amazon S3 oferece o gerenciamento de ciclo de vida de objetos, permitindo a definição de políticas.

  1. Por exemplo, os dados que atingirem certa idade podem ser excluídos ou movidos para o Amazon Glacier e retidos para arquivamento, com uma taxa econômica de 0,01 USD por gigabyte por mês.
  2. Saiba mais » Controle de custos Quando você armazena dados na nuvem, garantindo a alocação de custos para grupos de empresas, aplicativos ou centros de custo diferente, fica mais fácil controlar as despesas.
You might be interested:  Principio Do Pavilhão Ou Da Bandeira Direito Penal?

Os alertas configuráveis, que notificam quando as taxas excedem um determinado limite, oferecem ainda mais controle sobre os custos. O Amazon S3 oferece a capacidade de atribuir tags a buckets, permitindo a alocação de custos em várias dimensões como centros de custo, aplicativos ou proprietários de negócios.

  • A integração com o Amazon CloudWatch (o serviço de monitoramento da AWS) permite o envio de alertas de faturamento se as taxas estimadas estiverem prestes a exceder um limite definido.
  • Saiba mais » Notificação de eventos As notificações de eventos do Amazon S3 podem ser enviadas quando os objetos são carregados no Amazon S3.

As notificações de eventos podem ser entregues usando o Amazon SQS ou o Amazon SNS, ou enviadas diretamente para o AWS Lambda, permitindo disparar fluxos de trabalho, alertas ou outros processamentos. Saiba mais » Faça backup automático dos seus dados para a nuvem Com a implantação de um dispositivo local que transfere automaticamente seus dados para uma plataforma de armazenamento na nuvem altamente disponível e durável, você pode disponibilizar facilmente soluções de recuperação de desastres com o mínimo de custo e esforços.

O Amazon Storage Gateway conecta sua infraestrutura local à Nuvem AWS. Ao usar volumes armazenados em gateway, o seu gateway local armazena os dados principais localmente e faz backup assíncrono de snapshots pontuais dos seus dados para o Amazon S3. Esse recurso oferece backups externos duráveis e de baixo custo que podem ser recuperados localmente ou, em caso de desastre, usados em instâncias do Amazon EC2.

Saiba mais » Compartilhamento de arquivos corporativo integrado à nuvem Geralmente, o gerenciamento de armazenamento local para compartilhamento de arquivos e diretórios base pode resultar em altos custos de capital e manutenção. O uso de um dispositivo local conectado à nuvem significa que você pode se concentrar atendimento às necessidades dos usuários e não na aquisição e provisionamento de infraestrutura de armazenamento.

  • O Amazon Storage Gateway conecta sua infraestrutura local à nuvem da AWS.
  • Ao usar volumes armazenados em cache no gateway, você pode armazenar seus dados principais no Amazon S3 e reter localmente os dados com maior frequência de acesso.
  • Os volumes armazenados em cache no gateway proporcionam uma economia substancial no armazenamento principal, minimizam a necessidade de escalar seu armazenamento local e oferecem acesso de baixa latência aos dados acessados com maior frequência.

Saiba mais » Armazenamento temporário anexado diretamente Alguns aplicativos, como o Hadoop ou certos bancos de dados NoSQL, se beneficiam com armazenamento temporário acoplado diretamente, pois não é necessário persistir esses dados além da vida útil de uma instância.

As instâncias de computação em nuvem devem oferecer armazenamento temporário para cenários como esses. As instâncias do Amazon EC2 fornecem entre 4 GB e 6400 GB de armazenamento temporário conectado diretamente sem custo adicional. Saiba mais » Armazenamento persistente Alguns aplicativos, como bancos de dados, requerem armazenamento persistente que possa ser conectado às instâncias de computação desejadas.

A replicação de volumes deve ser oferecida para aumentar a durabilidade dos dados. O Amazon EBS oferece volumes de armazenamento persistente no nível de bloco para instâncias do Amazon EC2 com tamanhos entre 1 GB e 1 TB. O Amazon EBS oferece três tipos de volume: uso geral (SSD), IOPS provisionadas (SSD) e magnético.

  • Esses três tipos de volume diferem quanto às características de desempenho e custo, portanto, você pode escolher a combinação correta de desempenho e preço do armazenamento para as necessidades dos seus aplicativos.
  • Saiba mais » Armazenamento persistente com desempenho de E/S provisionada Alguns aplicativos têm requisitos específicos de E/S que devem ser cumpridos para que o desempenho seja aceitável.

A capacidade de especificar o desempenho de E/S necessário ajuda a garantir que seu aplicativo forneça o nível de desempenho exigido pelos usuários. O Amazon EBS oferece o recurso de IOPS provisionadas, permitindo especificar o nível de desempenho de E/S requerido, até 4.000 IOPS.

Saiba mais » Snapshots duráveis Para durabilidade de dados de longo prazo ou para usar volumes existentes como base para outros, a capacidade de realizar vários snapshots pontuais e armazená-los com alta durabilidade pode ajudar a proteger seus dados e a simplificar a criação de novos volumes. O Amazon EBS oferece a capacidade de realizar vários snapshots pontuais para armazenamento durável no Amazon S3, ajudando a proteger seus dados e a facilitar a criação de novos volumes.

Saiba mais » Entregue o conteúdo do seu site a usuários em todo o mundo com baixa latência Uma rede de distribuição de conteúdo que oferece acesso de baixa latência ajudará os usuários a terem a melhor experiência, mesmo se a aplicação não estiver implantada perto de todos os usuários.

O Amazon CloudFront pode distribuir todo o site, tanto o conteúdo estático quanto o dinâmico, para usuários em todo o mundo por meio de uma rede global de 54 POPS localizados perto dos seus usuários. Saiba mais » Entregue software ou arquivos grandes a usuários finais Quando você precisar entregar atualizações de software ou outros arquivos grandes, uma rede de distribuição de conteúdo que funcione perfeitamente com uma solução de armazenamento na nuvem poderá ajudá-lo a oferecer uma excelente experiência com baixa latência para os seus usuários e a reduzir os seus custos.

O Amazon CloudFront é integrado ao Amazon S3, oferecendo uma opção de baixa latência para distribuir software e outros arquivos grandes aos usuários finais, independentemente de sua localização, por meio de 52 POPs localizados em todo o mundo. Saiba mais » Distribua streaming de mídia pré-gravada, downloads progressivos ou eventos para usuários finais Se você deseja distribuir mídia pré-gravada ou de downloads progressivos, ou eventos ao vivo por meio de streaming para usuários finais, uma rede de distribuição de conteúdo pode assegurar que seus usuários tenham uma ótima experiência interagindo com o conteúdo e que você reduza o custo da distribuição.

O Amazon CloudFront oferece suporte à distribuição de streaming de mídia pré-gravada, mídia de downloads progressivos e HTTP ao vivo para dispositivos diferentes, incluindo dispositivos baseados em Flash e em Apple iOS. Saiba mais » Controle quais usuários podem acessar o conteúdo Ao usar uma rede de distribuição de conteúdo para oferecer uma experiência de baixa latência aos usuários finais, é importante poder controlar o acesso a conteúdos como ativos digitais, materiais de treinamento, documentos personalizados ou arquivos de mídia.

O recurso de conteúdo privado do Amazon CloudFront permite controlar quem pode fazer download do seu conteúdo usando as distribuições do Amazon CloudFront. Saiba mais » Banco de dados gerenciado MySQL, Oracle, Microsoft SQL Server, PostgreSQL e MariaDB Um serviço gerenciado de banco de dados relacional pode oferecer acesso ao mecanismo de banco de dados MySQL que você já conhece, porém sem a necessidade de executar tarefas administrativas comuns e demoradas, permitindo a você se concentrar nos seus aplicativos e negócios.

O Amazon Relational Database Service oferece um serviço de banco de dados gerenciado com opções de mecanismos MySQL, Oracle, Microsoft SQL Server ou PostgreSQL. Saiba mais » A velocidade e a disponibilidade dos bancos de dados comerciais mais sofisticados com a simplicidade e a economia dos bancos de dados de código aberto O Amazon Aurora é um mecanismo de banco de dados relacional que combina a velocidade e a confiabilidade dos bancos de dados comerciais mais sofisticados com a simplicidade e a economia dos bancos de dados de código aberto.

Ele oferece uma taxa de transferência até cinco vezes maior do que a do MySQL padrão executado no mesmo hardware. O Amazon Aurora é projetado para ser compatível com o MySQL 5.6, para que os aplicativos e ferramentas MySQL existentes possam ser executados sem a necessidade de modificações.

O Amazon Aurora junta-se ao MySQL, Oracle, Microsoft SQL Server e PostgreSQL como o quinto mecanismo de banco de dados disponível para os clientes por meio do Amazon RDS. Saiba mais » Throughput de E/S provisionada Algumas cargas de trabalho de banco de dados, como OLTP, requerem um nível específico de desempenho de E/S para funcionar de forma aceitável.

A capacidade de especificar o nível de desempenho de E/S necessário sem processos complexos de configuração ou implementação possibilita que você se concentre no seu aplicativo e não no gerenciamento da infraestrutura subjacente. O Amazon Relational Database Service oferece suporte ao armazenamento com IOPS provisionadas, que permite especificar o nível de desempenho de E/S requerido até 30.000 IOPS, dependendo do tamanho do mecanismo.

  1. Saiba mais » Escalabilidade fácil Durante a vida útil de um aplicativo, é provável que o tamanho do banco de dados aumente e em momentos de pico de demanda, pode ser necessário aumentar a escalabilidade vertical da infraestrutura de banco de dados.
  2. A utilização de opções de escalabilidade simples, apenas selecionando o tamanho (maior ou menor) da instância de banco de dados necessária, facilita o atendimento às necessidades do seu aplicativo.

O Amazon Relational Database Service oferece a capacidade de aumentar ou diminuir a escala facilmente para instâncias de banco de dados gerenciadas maiores ou menores com apenas alguns cliques do mouse. Saiba mais » Alta disponibilidade Normalmente, o gerenciamento da alta disponibilidade para bancos de dados relacionais envolve tarefas demoradas de configuração e altos custos recorrentes.

  1. Com um serviço de banco de dados gerenciado que permite configurar a alta disponibilidade com facilidade, você pode evitar as tarefas rotineiras e se concentrar nos recursos do seu aplicativo.
  2. A opção de implantação Multi-AZ do Amazon Relational Database Service oferece alta disponibilidade em diversas zonas de disponibilidade geograficamente separadas, que pode ser ativada simplesmente marcando uma caixa de seleção.

Saiba mais » Réplicas de leitura As réplicas de leitura oferecem o recurso de escalabilidade horizontal além das restrições de capacidade de uma única instância de banco de dados para cargas de trabalho de banco de dados com uso intensivo de leituras.

A disponibilização de uma réplica de leitura para um banco de dados relacional geralmente requer tarefas adicionais de configuração e gerenciamento. Um serviço de banco de dados gerenciado pode oferecer o provisionamento de uma réplica de leitura sem essas tarefas demoradas de configuração. O Amazon Relational Database Service oferece a capacidade de criar réplicas de leitura com alguns cliques de mouse, além de executar todas as tarefas de configuração subjacentes.

Saiba mais » Traga suas próprias licenças Se você já adquiriu licenças para software de banco de dados no local, poderá usar suas licenças quando começar a usar o serviço de banco de dados gerenciado na nuvem, preservando seu investimento. O Amazon Relational Database Service permite que você ” traga a sua própria licença ” para usar mecanismos da Oracle ou do Microsoft SQL Server, preservando o seu investimento em licenças.

Saiba mais » Opções flexíveis de definição de preço Dependendo dos seus requisitos, uma oferta de banco de dados gerenciado deve oferecer várias opções de definição de preço, de acordo com os seus padrões de uso e métodos de compra preferidos, incluindo a opção de pagamento conforme o uso e descontos substanciais por meio de um pagamento adiantado reduzido.

O Amazon Relational Database Service oferece uma definição de preço sem compromissos, sob demanda e com pagamento conforme o uso, além de instâncias reservadas que oferecem um desconto substancial na taxa horária em troca de um pagamento adiantado reduzido.

Saiba mais » Segurança e conformidade Um serviço de banco de dados gerenciado com vários recursos internos de segurança pode facilitar o cumprimento dos seus requisitos de segurança ou de conformidade sem que seja necessário implantar e gerenciar outro software. O Amazon Relational Database Service oferece suporte a vários níveis de firewalls e é integrado com o Amazon VPC, oferecendo isolamento de rede para suas instâncias de banco de dados.

O Amazon RDS for MySQL e SQL Server oferece SSL para proteger dados em trânsito. O Amazon RDS for Oracle oferece suporte à criptografia transparente de dados para proteger dados seguros não utilizados no momento. O Amazon RDS é compatível com SOC1 e SOC2, além de ser integrado ao AWS Identity and Access Management (IAM) para oferecer controle de acesso minucioso a usuários da organização.

Saiba mais » Banco de dados não relacional gerenciado Um banco de dados não relacional gerenciado pode oferecer acesso a um banco de dados de alto desempenho que atende às necessidades do seu aplicativo e evita que você tenha de realizar tarefas administrativas demoradas como implantação, gerenciamento, escalabilidade e ajuste de um banco de dados.

O Amazon DynamoDB é um serviço de banco de dados NoSQL rápido e flexível para todos os aplicativos que precisam de latência consistente abaixo de 10 milissegundos em qualquer escala. O banco de dados é totalmente gerenciado e é compatível com os modelos de dados de documento e de chave-valor.

  1. Saiba mais » Suporte para modelo de dados de documento e de chave-valor O DynamoDB oferece suporte para armazenamento, consulta e atualização de documentos.
  2. O uso do AWS SDK permite escrever aplicativos que armazenam documentos JSON diretamente nas tabelas do Amazon DynamoDB.
  3. Saiba mais » O Amazon DynamoDB oferece suporte para estruturas de dados de chave-valor.

Cada item (linha) é um par chave-valor onde a chave primária é o único atributo obrigatório dos itens de uma tabela e identifica unicamente cada item. Saiba mais » Provisionamento automático baseado em throughput Os bancos de dados tradicionais requerem tarefas demoradas e complexas como planejamento de capacidade, configuração e implementações para garantir o atendimento das necessidades de desempenho do seu aplicativo.

Um banco de dados que permite que você defina a taxa de transferência de que você precisa e que executa todas as tarefas de provisionamento necessárias possibilita que você se concentre nos recursos do aplicativo e não no gerenciamento da infraestrutura de banco de dados. O Amazon DynamoDB permite definir a taxa de transferência necessária e cuida de todas as tarefas de provisionamento de infraestrutura subjacentes para oferecer o alto desempenho consistente que o seu aplicativo exige.

Saiba mais » Alta disponibilidade integrada A implementação da alta disponibilidade normalmente exige tarefas complexas de configuração e gerenciamento tanto durante a instalação quanto de forma recorrente durante o uso em produção. Um sistema gerenciado de banco de dados com alta disponibilidade integrada permite que você se concentre no seu aplicativo e não no gerenciamento da infraestrutura do banco de dados.

O Amazon DynamoDB oferece confiabilidade interna, replicando seus dados por três instalações geograficamente separadas em uma região, a fim de garantir a alta disponibilidade do seu aplicativo. Saiba mais » Segurança e conformidade Um serviço de banco de dados gerenciado com vários recursos internos de segurança pode facilitar o cumprimento dos seus requisitos de segurança ou de conformidade sem que seja necessário implantar e gerenciar outro software.

O Amazon DynamoDB integra-se ao AWS Identity and Access Management (IAM), possibilitando um controle de acesso minucioso para os usuários da sua organização. Você pode atribuir credenciais de segurança únicas para cada usuário e controlar o acesso de cada usuário a serviços e recursos.

  1. Saiba mais » Cache de memória gerenciado Um cache na memória pode ajudar a melhorar o desempenho do seu aplicativo.
  2. O uso de um cache gerenciado na memória significa que você não precisa se preocupar com o gerenciamento, o monitoramento e a operação do cache em memória e pode se concentrar em seu aplicativo.

O Amazon ElastiCache oferece um cache de memória totalmente gerenciado e compatível com memcached para ajudar a aprimorar o desempenho do seu aplicativo. Saiba mais » Serviço gerenciado de armazém de dados com escala de petabyte As soluções tradicionais de armazém de dados podem ser extremamente caras e complexas para implementar e gerenciar.

O uso de um serviço gerenciado de armazém de dados com escala de petabyte significa que a maioria das tarefas comuns de administração associadas ao provisionamento, configuração, monitoramento, execução de backups e proteção de um armazém de dados é executada pelo serviço e não por você. O Amazon Redshift é um serviço de armazém de dados rápido, totalmente gerenciado e com escala de petabytes que custa menos de 1.000 USD por terabyte por ano, um décimo do custo das soluções mais tradicionais.

Saiba mais » Redimensione facilmente o armazém de dados Um serviço de armazém de dados deve facilitar o redimensionamento do armazém de dados por meio da escolha do tamanho dos clusters necessários e da execução das alterações de infraestrutura, permitindo que você se concentre nos dados e não no gerenciamento e na implantação da infraestrutura.

  1. O Amazon Redshift permite começar com um único nó de 2 TB e aumentar a escala até 100 nós de 16 TB, totalizando 1,6 PB de armazenamento compactado para clientes usando a API do Amazon Redshift API ou o AWS Management Console.
  2. O cluster permanece disponível para consultas durante o processo de redimensionamento.

Saiba mais » Desempenho rápido para consultas independentemente do tamanho do conjunto de dados Os armazéns de dados tradicionais podem requerer ajustes especializados ou hardware de alto custo para oferecer um desempenho rápido para consultas para diversos tamanhos de conjunto de dados.

Um serviço de armazém de dados deve manter um desempenho rápido para consultas, independentemente do tamanho do conjunto de dados, para que você se concentre nos dados e não no ajuste ou gerenciamento da infraestrutura. O Amazon Redshift usa tecnologia de colunas e executa e distribui consultas em paralelo em vários nós para oferecer um rápido desempenho para consultas com tamanhos variando de centenas de gigabytes a um petabyte ou mais.

Saiba mais » Segurança e conformidade Um serviço de banco de dados gerenciado com vários recursos internos de segurança pode facilitar o cumprimento dos seus requisitos de segurança ou de conformidade sem que seja necessário implantar e gerenciar outro software.

  1. O Amazon Redshift é integrado ao Amazon VPC, oferecendo isolamento de rede para os clusters do armazém de dados.
  2. Os dados em trânsito podem ser protegidos usando SSL.
  3. Os dados ociosos, incluindo todos os blocos, resultados temporários e backups, podem ser protegidos usando criptografia AES-256 acelerada por hardware.

O Amazon Redshift é compatível com SOC1 e SOC2 e é integrado com o AWS Identity and Access Management (IAM), oferecendo controle de acesso minucioso a usuários da organização. Use as ferramentas que já conhece A capacidade de usar ferramentas familiares com uma solução de armazém de dados significa que você não precisa aprender novas tecnologias para trabalhar com seus dados.

A disponibilidade de um amplo ecossistema de ferramentas de integração de dados e inteligência de negócios (BI) facilmente acessíveis permite que você se concentre no trabalho com seus dados e não no aprendizado ou compra e ferramentas. O Amazon Redshift tem um sólido ecossistema de muitas empresas de software e consultoria que podem ajudá-lo a usar ferramentas familiares e a obter auxílio para as implementações.

Você pode usar ferramentas de integração de dados como Informatic e Attunity, ferramentas de BI como MicroStrategy, Jaspersoft e Tableau e trabalhar com integradores de sistemas como Capgemini e Cognizant para implementar o Amazon Redshift. Muitas dessas ferramentas podem ser implementadas facilmente usando o AWS Marketplace.

Saiba mais » Serviço gerenciado de pesquisas Se você tiver um aplicativo que requer recursos de pesquisa, a capacidade de adicionar facilmente um serviço gerenciado de pesquisa, sem necessidade de implantar e gerenciar infraestrutura adicional, poderá aumentar o tempo disponível dedicado à aplicação.

O Amazon CloudSearch é um serviço de pesquisa totalmente gerenciado na nuvem que permite integrar facilmente funcionalidades de pesquisa a aplicativos. Saiba mais » Serviço gerenciado de filas Se você tiver uma aplicação que usa filas, o uso de um serviço gerenciado de filas eliminará a necessidade de implantar e gerenciar infraestrutura adicional e permitirá que você dedique o seu tempo ao desenvolvimento das aplicações.

O Amazon Simple Queue Service (Amazon SQS) oferece uma fila hospedada altamente escalável e confiável para o armazenamento de mensagens à medida que elas transitam entre computadores. Ao usar o Amazon SQS, os desenvolvedores podem simplesmente mover dados entre componentes distribuídos dos seus aplicativos que desempenham tarefas diferentes, sem perder mensagens ou exigir que cada componente esteja sempre disponível.

Saiba mais » Serviço gerenciado de notificações Se você tiver um aplicativo que usa notificações, o uso de um serviço gerenciado de notificações eliminará a necessidade de implantar e gerenciar infraestrutura adicional e permitirá que você dedique o seu tempo ao desenvolvimento das aplicações.

O Amazon Simple Notification Service (Amazon SNS) é um serviço da web que facilita a configuração, a operação e o envio de notificações da nuvem. Esse serviço oferece aos desenvolvedores uma capacidade altamente escalável, flexível e econômica de entrega de mensagens de uma aplicação para assinantes ou outras aplicações usando vários protocolos (por exemplo, e-mail, HTTP e SMS).

Saiba mais » Serviço gerenciado de fluxos de trabalho Se você tem uma aplicação que usa fluxos de trabalho, o uso de um serviço gerenciado de fluxos de trabalho eliminará a necessidade de implantar e gerenciar infraestrutura adicional e permitirá que você dedique o seu tempo ao desenvolvimento das aplicações.

O Amazon Simple Workflow Service (Amazon SWF) é um serviço de fluxo de trabalho para criação de aplicativos escaláveis e resilientes. Seja na automação de processos de negócios para aplicativos de seguros ou financeiros, na criação de aplicativos de análise de dados sofisticados ou no gerenciamento de serviços de infraestrutura em nuvem, o Amazon SWF coordena de forma confiável todas as etapas de processamento em um aplicativo.

Saiba mais » Envio de e-mails em grande volume O envio de e-mails em grande volume, seja para finalidades de registro de aplicativos ou de marketing, pode ser difícil e demorada. Os desafios incluem o gerenciamento da reputação de endereços IP e o monitoramento da capacidade de entrega.

  • O uso de um serviço gerenciado de e-mail permite que você se concentre no seu aplicativo e nos e-mails que deseja enviar e não no gerenciamento de uma infraestrutura separada de e-mails.
  • O Amazon Simple Email Service (Amazon SES) é um serviço de envio de e-mails em grande volume e transacional escalável e econômico que cumpre os rigorosos requisitos de conteúdo de e-mail dos ISPs.

Saiba mais » Transcodificação de mídia Se o seu aplicativo requer transcodificação de vídeo, o uso de um serviço gerenciado de transcodificação permite que você dedique o seu tempo ao aplicativo, em vez de se preocupar com a implantação, configuração e manutenção de uma infraestrutura separada de transcodificação.

O Amazon Elastic Transcoder é um serviço escalável e econômico que transcodifica arquivos de vídeo para assegurar a reprodução em vários dispositivos, como smartphones, tablets e PCs. Saiba mais » Streaming de aplicativos gerenciado A execução do aplicativo na nuvem e o streaming para uma variedade de dispositivos do mercado de massa significa não ser necessário limitar a sua audiência, dependendo de hardware sofisticado, ou fornecer uma experiência de baixa fidelidade, oferecendo compatibilidade com um conjunto maior de dispositivos.

O Amazon AppStream é um serviço flexível e de baixa latência que permite fazer streaming de aplicativos e jogos com uso intensivo de recursos a partir da nuvem. O Amazon AppStream implanta e renderiza seu aplicativo na infraestrutura da AWS e faz o streaming da saída para dispositivos de mercado de massa, como computadores pessoais, tablets e celulares.

Saiba mais » Implante infraestrutura usando modelos O uso de um serviço baseado em modelo torna as implementações mais simples, mais ordenadas e previsíveis, em vez de implementar cada elemento de um aplicativo (como grupos de segurança, instâncias, servidores de banco de dados e load balancers) separadamente e de forma manual.

Seja no provisionamento, atualização ou finalização do provisionamento de infraestrutura ou na implementação do seu aplicativo em outros locais, os modelos tornam o processo mais simples e mais previsível. O AWS CloudFormation permite criar e gerenciar pilhas de recursos da AWS com facilidade usando modelos.

  1. Saiba mais » Implantação baseada em contêineres O aproveitamento das implementações baseadas em contêiner elimina a necessidade de preocupações com a infraestrutura subjacente.
  2. Basta fazer upload de um aplicativo e o serviço de contêiner se responsabiliza pelos detalhes de provisionamento de capacidade, balanceamento de carga, auto scaling e monitoramento da saúde do aplicativo, sem que você deixe de ter controle total sobre os recursos subjacentes.

O AWS Elastic Beanstalk possibilita que você simplesmente carregue um aplicativo, e ele se encarrega do provisionamento de capacidade, balanceamento de carga, auto scaling e monitoramento da saúde do aplicativo, dando a você controle total sobre a infraestrutura subjacente.

Saiba mais » Gerenciamento do ciclo de vida de aplicações O uso de uma solução baseada em desenvolvimento e operações para gerenciar o ciclo de vida da aplicação significa que você pode se concentrar na funcionalidade da sua aplicação. Você pode deixar o serviço se concentrar no provisionamento de recursos, gerenciamento de configurações, implementação de aplicativos, atualizações de software, monitoramento e controle de acesso, em vez de implementar a infraestrutura manualmente e então fazer configurações para vários níveis do seu aplicativo manualmente ou implementando sua própria infraestrutura de gerenciamento.

O AWS OpsWorks é uma solução de desenvolvimento e operações para o gerenciamento de aplicações de qualquer escala ou complexidade na Nuvem AWS. Saiba mais » Controle a configuração de recursos da AWS Na nuvem, recursos podem ser criados, conectados, configurados, usados, desconectados e inutilizados em questão de minutos.

  • Com todas essas mudanças acontecendo, organizações de todos os tamanhos enfrentam novos desafios no controle de ativos, gerenciamento de inventário, gerenciamento de alterações e governança.
  • O AWS Config é um serviço totalmente gerenciado que proporciona um inventário de recursos da AWS, histórico de configuração e notificações de alteração de configuração para fins de segurança e governança.

Saiba mais » Ferramentas para gerenciamento e implantação de código As ferramentas da AWS a seguir foram projetadas para ajudar desenvolvedores individuais, equipes de desenvolvedores e administradores de sistemas a armazenar, integrar e implantar seu código na nuvem.

AWS CodeDeploy – este serviço implanta de forma eficiente seu código lançado em uma “frota” de instâncias do EC2, tendo o cuidado de deixar o máximo possível da frota on-line. Ele pode acomodar frotas com tamanho variando desde uma instância até dezenas de milhares de instâncias. Saiba mais » AWS CodeCommit – este é um serviço gerenciado de controle de revisão que hospeda repositórios Git e funciona com todas as ferramentas baseadas em Git.

Você não precisa mais se preocupar em hospedar, dimensionar ou manter sua própria infraestrutura de controle de código-fonte. AWS CodePipeline – este serviço ajuda a modelar e automatizar o processo de lançamento do software. Você pode criar um fluxo de trabalho de desenvolvimento que se adapte às necessidades da sua organização e ao seu estilo de trabalho, e usá-lo para conduzir o código pelo processo de preparação, teste e lançamento.

  • O CodePipeline funciona com ferramentas de terceiro, mas também é uma solução completa e auto-suficiente.
  • Ey Management Service Até o momento, temos fornecido aos nossos clientes várias opções, incluindo criptografia no cliente e no servidor para o Amazon Simple Storage Service (S3), juntamente com a criptografia no servidor para o Amazon Elastic Block Store (EBS), o Amazon Redshift, o Amazon RDS para Oracle e o Amazon RDS para SQL Server.

Até agora, o suporte para criptografia no servidor fornecido por esses serviços tem feito uso de “chaves mestras” que são geradas, armazenadas e gerenciadas na AWS. O AWS Key Management Service (KMS) é um serviço gerenciado que facilita a criação e o controle das chaves de criptografia usadas para criptografar seus dados, usando Hardware Security Modules (HSMs – módulos de segurança de hardware) para proteger a segurança das suas chaves.

  1. O AWS Key Management Service é integrado a outros serviços da AWS, incluindo o Amazon EBS, o Amazon S3 e o Amazon Redshift.
  2. Saiba mais » Ferramentas de monitoramento integradas com alertas As ferramentas de monitoramento oferecem informações e alertas sobre o status dos recursos em nuvem.
  3. Em vez de implementar, administrar e manter sua própria solução de monitoramento, o uso das ferramentas integradas de monitoramento permite que você se dedique ao seu aplicativo.

O AWS CloudWatch oferece monitoramento e alertas para recursos e aplicativos na Nuvem AWS. As métricas são fornecidas em intervalos de um minuto, e você pode definir suas próprias métricas personalizadas. Saiba mais » Ferramentas consistentes de gerenciamento As ferramentas de gerenciamento oferecem soluções para o controle dos recursos em nuvem.

  • Um conjunto consistente de ferramentas de gerenciamento proporciona uma experiência de gerenciamento facilitada e permite controlar recursos em nuvem de qualquer lugar, seja usando um navegador ou um dispositivo móvel.
  • O AWS Management Console baseado na web e aplicativos móveis complementares oferecem uma maneira simples e intuitiva de gerenciar a AWS usando um navegador ou quando você estiver em trânsito.

Saiba mais » Ferramentas para gerenciamento e implantação de código As ferramentas da AWS a seguir foram projetadas para ajudar desenvolvedores individuais, equipes de desenvolvedores e administradores de sistemas a armazenar, integrar e implantar seu código na nuvem.

AWS CodeDeploy – este serviço implanta de forma eficiente seu código lançado em uma “frota” de instâncias do EC2, tendo o cuidado de deixar o máximo possível da frota on-line. Ele pode acomodar frotas com tamanho variando desde uma instância até dezenas de milhares de instâncias. Saiba mais » AWS CodeCommit – este é um serviço gerenciado de controle de revisão que hospeda repositórios Git e funciona com todas as ferramentas baseadas em Git.

Você não precisa mais se preocupar em hospedar, dimensionar ou manter sua própria infraestrutura de controle de código-fonte. AWS CodePipeline – este serviço ajuda a modelar e automatizar o processo de lançamento do software. Você pode criar um fluxo de trabalho de desenvolvimento que se adapte às necessidades da sua organização e ao seu estilo de trabalho, e usá-lo para conduzir o código pelo processo de preparação, teste e lançamento.

  • O CodePipeline funciona com ferramentas de terceiro, mas também é uma solução completa e auto-suficiente.
  • Integração da IDE A integração com ambientes comuns de IDE significa que é mais fácil para os desenvolvedores provisionarem e gerenciarem recursos em nuvem diretamente das ferramentas que já usam, sem necessidade de ter de aprender novas interfaces.

A AWS oferece kits de ferramentas de IDE para o Visual Studio e o Eclipse, permitindo que os desenvolvedores acessem e administrem a infraestrutura da AWS durante a criação de aplicativos,Net ou Java para execução na AWS. Saiba mais » SDKs para as linguagens que você usa Os desenvolvedores podem manipular facilmente recursos em nuvem usando SDKs baseados nas linguagens que já conhecem, sem necessidade de aprender novas linguagens.

  1. A AWS oferece SDKs para Android, iOS, Java,,NET, Node.js, Python, PHP e Ruby.
  2. Saiba mais » Opções de suporte 24 horas por dia Não é possível prever quando os serviços de suporte podem ser necessários.
  3. Portanto, é importante assegurar que o suporte esteja disponível quando necessário.
  4. A AWS oferece suporte básico a todos os clientes sem custo adicional.

Saiba mais » Suporte técnico direto individual e análise rápida de casos Para aplicativos críticos, o suporte individual e o acesso a gerentes técnicos de conta com análise rápida de casos e encaminhamento direto a engenheiros sênior são componentes importantes para garantir a rápida resolução de problemas.

O AWS Support oferece uma escolha entre quatro níveis de suporte, incluindo recursos como tempo de resposta de 15 minutos, encaminhamento direto a engenheiros sênior e acesso a um gerente técnico de contas. Saiba mais » Orientações práticas regulares sobre como otimizar a infraestrutura de nuvem e reduzir custos O recebimento de orientações proativas de uma ferramenta que incorpora práticas recomendadas, baseadas na experiência do atendimento a um grande número de clientes, pode ser bastante útil.

Esses insights programáticos podem aprimorar a segurança e a disponibilidade dos seus aplicativos e ajudar a usar melhor recursos subutilizados. Além disso, também identificam proativamente áreas de redução de custos. O AWS Trusted Advisor usa centenas de verificações automatizadas, inspeciona o seu ambiente da AWS e faz recomendações proativas de oportunidades para economizar dinheiro, melhorar o desempenho ou resolver falhas de segurança.

Saiba mais » Canais diretos de comunicação e apoio a lançamentos e eventos importantes Durante um evento de grande visibilidade, como o lançamento de uma campanha de marketing ou de um produto em que seus aplicativos podem experimentar uma demanda substancial, você pode se beneficiar com uma participação direta e prática de engenheiros sênior, que podem oferecer suporte 24 horas por dia, sete dias por semana durante todo o evento.

O programa AWS Infrastructure Event Management oferece suporte crítico de engenheiros sênior para ajudar a garantir o sucesso de eventos de grande visibilidade. Saiba mais » Controle sua configuração de redes IP Quando você implanta aplicativos em plataformas de computação em nuvem, deve ser capaz de manter o controle completo sobre a configuração de endereçamento IP.

Isso significa que é fácil continuar a usar os seus esquemas de endereçamento IP estabelecidos e se conectar a redes IP já existentes. O Amazon Virtual Private Cloud oferece controle completo sobre uma rede virtual logicamente isolada previamente definida. Saiba mais » Crie várias sub-redes privadas e públicas Ao ser capaz de criar várias sub-redes IP, interfaces de rede e controlar tabelas de roteamento, você tem controle minucioso sobre as comunicações de rede dos seus aplicativos.

Por exemplo, você pode criar uma sub-rede voltada para o público para servidores de web com acesso à internet, enquanto cria uma sub-rede privada, sem acesso à internet, para os servidores de back-end. Esse recurso ajuda a aumentar a segurança dos seus aplicativos.

  1. O Amazon Virtual Private Cloud oferece controle completo sobre uma rede virtual logicamente isolada previamente definida.
  2. Saiba mais » Replicação e recuperação de dados automática e resiliente Ao implantar um dispositivo virtual na sua infraestrutura, você pode usar protocolos seguros e padrão do setor para fazer o backup de seus dados assincronamente com facilidade, por meio de uma conexão com a nuvem.

Os dados devem ser criptografados em repouso e armazenados em um sistema de armazenamento durável, a fim de garantir que você possa acessá-los quando precisar. O AWS Storage Gateway é um serviço que facilita o backup de dados na nuvem, conectando um dispositivo de software local à Nuvem AWS com segurança.

Saiba mais » Mova grandes quantidades de dados para dentro e para fora da nuvem com economia usando dispositivos de armazenamento portáteis A movimentação de grandes quantidades de dados para dentro e para fora da nuvem pela Internet pode ser cara e demorada. O uso de dispositivos de armazenamento portátil para transportar grandes quantidades de dados para a nuvem pode ser mais rápida e mais econômica que o upgrade da sua conectividade.

O AWS Import/Export Snowball acelera a movimentação de grandes volumes de dados de e para a nuvem, usando dispositivos de armazenamento portáteis para transporte. Saiba mais » Importe facilmente máquinas virtuais para a nuvem Em vez de recriar máquinas virtuais locais previamente criadas, a capacidade de exportar ou importar facilmente essas máquinas para ou da nuvem permite aproveitar os investimentos existentes, facilitando a implementação de cargas de trabalho em toda a infraestrutura de TI.

  1. O VM Import/Export permite importar facilmente máquinas virtuais do seu ambiente atual para instâncias do Amazon EC2 e exportá-las de volta ao seu ambiente local, sem custo adicional.
  2. Saiba mais » Conexão de redes privadas virtuais baseadas em hardware aos recursos da nuvem O uso de um dispositivo de hardware à sua escolha para estender sua rede para a nuvem com segurança usando uma VPN pode oferecer acesso fácil e integrado entre a infraestrutura de rede existente e os recursos da nuvem.

O Amazon Virtual Private Cloud permite usar uma VPN baseada em hardware para conectar sua rede a uma rede virtual logicamente isolada na Nuvem AWS que você definir. Saiba mais » Alta velocidade, baixa latência, conectividade privada e dedicada entre infraestruturas no local e na nuvem Se você tiver requisitos de segurança ou conectividade que não consegue cumprir usando conexões padrão à Internet, a conexão de sua rede diretamente à nuvem em vários locais usando uma conexão privada de 1 Gbps ou 10 Gbps ajudará você a cumprir esses requisitos.

O AWS Direct Connect torna fácil estabelecer uma conexão de rede privada e dedicada entre o ambiente local e a AWS. Saiba mais » Cargas de trabalho gerenciadas do Hadoop A estrutura do Hadoop foi adotada rapidamente para cargas de trabalho com uso intensivo de dados pela sua capacidade de trabalhar facilmente com dados complexos.

O Amazon Elastic MapReduce (EMR) facilita o provisionamento de clusters Hadoop para processamento de dados em qualquer escala com apenas alguns cliques. Saiba mais » Redimensionamento dinâmico de clusters de Hadoop O ajuste do tamanho dos clusters de Hadoop significa que você pode cumprir de forma rápida e flexível os requisitos de tamanho e escopo dos projetos importantes de análise.

O Amazon EMR permite o redimensionamento dinâmico dos clusters, possibilitando que você adicione ou remova capacidade e pague apenas pelo que usar. Saiba mais » Várias distribuições do Hadoop Assim como nos sistemas operacionais, os diversos desafios de análise podem aproveitar as distribuições diferentes do Hadoop.

O Amazon EMR permite escolher sempre a distribuição do Hadoop correta para a sua carga de trabalho e facilita experimentar e comparar o desempenho de suas consultas. Saiba mais » Análises na sua linguagem preferida Aproveite as qualificações e especializações da sua empresa usando as ferramentas e bases de código existentes para projetos de análise de grande escala.

  1. Trabalhe com as ferramentas que você preferir usando análises em praticamente qualquer linguagem, do Ruby ao Python e do Java ao C++.
  2. Um ecossistema de análises estabelecido e em crescimento O ecossistema de ferramentas de gerenciamento de dados do Hadoop cresce rapidamente.
  3. O uso dessas ferramentas oferece um caminho rápido para análises, Machine Learning e armazenamento de dados avançados.

O Amazon EMR permite aproveitar um número cada vez maior de ferramentas de gerenciamento e análise de dados, treinamentos e parceiros do Hadoop. Saiba mais » Banco de dados não relacional gerenciado Um banco de dados não relacional gerenciado pode oferecer armazenamento de dados ilimitado e a capacidade de aumentar de forma transparente a escala de centenas para centenas de milhares de leituras e gravações por segundo.

  1. O Amazon DynamoDB é um serviço de banco de dados NoSQL rápido, totalmente gerenciado, que pode armazenar qualquer quantidade de dados e atender a qualquer nível de tráfego de solicitações.
  2. As latências médias são inferiores a 10 milissegundos, qualquer que seja a escala.
  3. O serviço é executado em SSDs, oferecendo desempenho rápido e alto throughput com alta disponibilidade incorporada.

O Amazon DynamoDB se integra facilmente ao Amazon EMR e ao Amazon Redshift para oferecer várias opções de análises de dados. Saiba mais » Serviço gerenciado de armazém de dados com escala de petabyte Um serviço gerenciado de armazém de dados permite usar SQL para analisar desde centenas de gigabytes até um petabyte de dados ou mais.

Você pode usar as mesmas ferramentas baseadas em SQL que usa hoje para painéis, geração de relatórios e consultas ad hoc. O Amazon Redshift é um serviço de armazém de dados rápido, totalmente gerenciado e com escala de petabytes que custa menos de 1.000 USD por terabyte por ano, um décimo do custo das soluções mais tradicionais.

Você pode provisionar um cluster do Amazon Redshift em minutos e aumentar a escala facilmente, de um único nó de 2 TB a 100 nós de 16 TB, obtendo 1,6 PB de armazenamento. O Amazon Redshift usa tecnologia de colunas e distribui e executa consultas em paralelo em vários nós para oferecer um rápido desempenho de consultas para conjuntos de dados de todos os tamanhos.

  • O Amazon Redshift se integra se ao Amazon DynamoDB e ao Amazon S3, possibilitando a integração e a análise de dados de várias origens diferentes usando SQL.
  • Saiba mais » Armazenamento durável para grandes volumes de dados Seus dados são um recurso valioso.
  • Requer uma plataforma de armazenamento durável, confiável e redundante, que seja econômica.

O Amazon S3 oferece suporte a qualquer tipo de dados, de XML a Excel, de 1 byte a 5 TB por objeto, armazenados de forma redundante em vários datacenters. Consulte todos os seus dados A integração de consultas que abrangem vários volumes, locais e formatos de armazenamento pode gerar informações mais precisas e práticas.

  1. O Amazon EMR pode acessar objetos no S3 como se estivessem em um disco nativo, o que significa menos tempo movimentando dados e maior integração entre conjuntos de dados.
  2. O Amazon Redshift permite armazenar todos os seus dados em um local central para geração de relatórios, consultas ad hoc e análises de tendências.

Integração entre todos os formatos de dados Os dados empresariais dificilmente são preparados para análise, o que aumenta a utilidade das ferramentas que carregam e transformam esses dados. O Amazon EMR oferece ferramentas para leitura de praticamente qualquer formato de arquivos corporativo, usando o HParser da Informatica.

Saiba mais » Datastores NoSQL com escala ilimitada O custo da geração de dados está em queda, o que sugere que um volume cada vez maior de dados será gerado em menos tempo. Os serviços para gerenciar esses dados devem ser provisionados com facilidade e oferecer acesso com escala praticamente ilimitada.

O Amazon DynamoDB permite que você armazene uma quantidade ilimitada de dados e os acesse com escala praticamente ilimitada, sem necessidade de provisionar um único servidor. Alto desempenho com unidades de estado sólido O acesso de baixa latência a dados em grande escala é um desafio, principalmente se considerarmos a mídia giratória tradicional.

As unidades de estado sólido oferecem tempos de resposta muito mais rápidos e previsíveis. O Amazon DynamoDB usa unidades de estado sólido internamente para garantir uma latência inferior a 10 milissegundos, qualquer que seja o volume de consultas ou a escala dos dados. Fluxos de trabalho de processamento de dados com complexidade arbitrária O processamento de dados normalmente envolve várias etapas, executadas simultaneamente dentro de um fluxo de trabalho.

Esses fluxos de trabalho devem ser confiáveis, duráveis e capazes de detectar falhas ou dados ausentes com facilidade. O AWS Data Pipeline ajuda você a criar fluxos de trabalho de processamento reproduzíveis e escaláveis em várias fontes de dados, bastando arrastar e soltar.

  1. Saiba mais » Integração fácil entre diversos serviços de big data As análises do mundo real envolvem tipos de dados diferentes que precisam ser processados, integrados e analisados.
  2. A AWS oferece os melhores serviços da categoria para análises de dados com Hadoop, NoSQL e SQL, oferecendo escalabilidade de computação e armazenamento praticamente infinita.

O Amazon EMR e o Amazon Redshift são integrados diretamente ao Amazon S3 e ao Amazon DynamoDB para facilitar a análise de dados estruturados e não estruturados. Ao oferecer serviços integrados e especializados, a AWS permite que os clientes escolham a melhor ferramenta para o trabalho a ser feito.

Armazém de dados de baixo custo e alto desempenho O armazém de dados e a inteligência de negócios permite que as organizações integrem dados em uma única fonte confiável, obtendo insights melhores sobre todos os aspectos comerciais e dos clientes, como atividades operacionais, da cadeia de fornecimento e de vendas.

O Amazon Redshift é um serviço de armazém de dados totalmente gerenciado que custa menos de 1.000 USD/TB/ano e que oferece um rápido desempenho de consultas para conjuntos de dados de centenas de gigabytes a um petabyte ou mais. Saiba mais » Integração fácil com ETL e com o software de inteligência de negócios que você já usa Usar as ferramentas de ETL e de inteligência de negócios que você já usa pode facilitar a movimentação dos dados de sistemas locais para a nuvem e o início da análise dos dados da forma certa, sem necessidade de aprender a usar um conjunto de ferramentas diferente.

O Amazon Redshift tem mais de 15 parceiros de ETL e de BI que integraram suas ferramentas com o serviço. Isso facilita o uso de ferramentas como Informatica, Attunity, MicroStrategy, Jaspersoft, Tableau e muitas outras com os clusters do Amazon Redshift. Saiba mais » Redes com baixa latência e grande largura de banda As cargas de trabalho distribuídas exigem redes rápidas com baixa latência para a comunicação eficiente de informações entre os componentes de processamento.

O Amazon EC2 oferece suporte a redes Ethernet de baixa latência completamente bissecionadas de 10 Gigabits para garantir a movimentação rápida e eficiente dos dados. Bancos de dados públicos na nuvem A disponibilidade de conjuntos de dados grandes perto dos recursos de computação de utilitários permite experimentar e inovar rapidamente para criar novos produtos, serviços e informações.

  1. O programa Public Dataset na AWS disponibiliza conjuntos de dados valiosos, como os criados pelos projetos Common Crawl e 1000 Genomes, sem custo para a comunidade.
  2. Processamento em tempo real, totalmente gerenciado, de dados em streaming A capacidade de codificar facilmente aplicativos que processam informação em tempo real a partir de fontes como o fluxo de cliques de um site, informações financeiras e de marketing, instrumentação de fabricação e mídia social e logs operacionais e dados de medição significa o poder de tomar decisões mais rapidamente e no momento mais relevante.

O Amazon Kinesis é um serviço totalmente gerenciado para processamento em tempo real de dados de streaming em altíssima escala. As aplicações do Amazon Kinesis permitem criar painéis em tempo real, capturar exceções e gerar alertas, fornecer recomendações e tomar outras decisões comerciais ou operacionais em tempo real.

Saiba mais » Um marketplace com opções de soluções prontas para uso Em vez de implantar aplicativos manualmente em instâncias de computação na nuvem, a capacidade de escolher em um ambiente de loja com várias soluções diferentes em diversas categorias e que podem ser implantadas com alguns cliques significa que você pode se concentrar na sua empresa e nos aplicativos e não na implantação do software.

O AWS Marketplace oferece uma ampla seleção de mais de 1900 softwares comerciais e gratuitos de fornecedores conhecidos, projetados para execução em instâncias do Amazon EC2 com alguns cliques do mouse. Saiba mais » Escolha entre uma grande variedade de fornecedores de software independentes que oferecem soluções projetadas para a nuvem Você pode precisar de um aplicativo ou produto de gerenciamento específico, pronto para uso na nuvem.

You might be interested:  Resumo De Artigo Cientifico Pronto?

A facilidade para encontrar um fornecedor de software independente (ISV) com uma dessas soluções pode aumentar a sua confiança no sucesso da implementação. A rede de parceiros da AWS é um programa global de parceiros que ajuda você a escolher um fornecedor de software independente que tenha criado aplicativos projetados para execução correta na nuvem da AWS.

Você pode encontrar esse fornecedor em nosso ecossistema de milhares de parceiros diversificados, incluindo empresas como Adobe, ESRI, SAP, Microsoft e Oracle. Saiba mais » Escolha entre uma grande variedade de integradores de sistema com sólida experiência na plataforma de nuvem Ao implantar uma solução baseada na nuvem, é importante encontrar um integrador de sistemas (SI) com o nível correto de qualificação e especialização que possa fornecer o auxílio necessário para garantir a implantação e a operação bem-sucedidas da sua solução.

A rede de parceiros da AWS é um programa de parceiros globais que permite escolher um integrador de sistemas no nosso ecossistema de milhares de parceiros diversificados (incluindo empresas como Booz Allen Hamilton, Capgemini, Cognizant e Infosys ) que tenha as qualificações necessárias para ajudar a arquitetar, implementar e operar uma solução e uma experiência sólida com a nuvem da AWS.

Saiba mais » Certificações baseadas em função para demonstrar proficiência na nuvem A identificação e a seleção de indivíduos pelo critério de credenciais e certificações reconhecidas pode assegurar que as pessoas envolvidas com a arquitetura, implantação ou operação de soluções baseadas na nuvem tenham o nível certo de qualificações técnicas para ajudar a garantir o êxito.

As certificações da AWS reconhecem os profissionais de TI com as habilidades e o conhecimento técnico necessários para projetar, implementar e operar aplicativos e infraestrutura na AWS. A obtenção de certificação ajuda você a ganhar visibilidade e credibilidade para a sua experiência comprovada de trabalho com a AWS, além de contribuir para a proficiência da sua organização com aplicativos baseados na AWS.

Saiba mais » Acesso a ofertas de treinamento de nuvem para funções específicas O acesso a uma grande variedade de cursos e materiais de treinamento baseados em função ajuda a assegurar que você e a sua equipe tenham os recursos para arquitetar, implementar e operar de forma bem-sucedida soluções baseadas em nuvem.
Ver resposta completa

Qual serviço é usado para transferir até 100 PB de dados para a AWS?

AWS Snowmobile – O AWS Snowmobile é um serviço de transferência de dados em escala de exabytes usado para mover quantidades extremamente grandes de dados para a AWS. Você pode transferir até 100 PB por Snowmobile, um contêiner de transporte reforçado com 45 pés de comprimento puxado por um caminhão semirreboque.

O Snowmobile facilita a movimentação de volumes massivos de dados para a nuvem, incluindo bibliotecas de vídeo, repositórios de imagens ou até uma migração completa de datacenter. Transferir dados com o Snowmobile é seguro, rápido e econômico. Após avaliação inicial, um Snowmobile será transportado para o seu datacenter e o corpo de funcionários da AWS o configurará para você para que seja acessado como um destino de armazenamento de rede.

Quando seu Snowmobile estiver no local, o corpo de funcionários da AWS trabalhará com seu corpo de funcionários para conectar um comutador de rede de alta velocidade removível do Snowmobile à sua rede local. Assim, você pode começar a transferência de dados de alta velocidade de qualquer número de fontes do seu datacenter para o Snowmobile.

  • Depois de carregar os dados, o Snowmobile será devolvido à AWS, onde os dados serão importados para o Amazon S3 ou o S3 Glacier.
  • O AWS Snowmobile usa várias camadas de segurança projetadas para proteger seus dados, incluindo corpo de funcionários de segurança dedicada, rastreamento por GPS, monitoramento de alarme, vigilância com vídeo 24/7 e um veículo de segurança para escolta em trânsito.

Todos os dados são criptografados com chaves de criptografia de 256 bits gerenciadas por meio do AWS KMS para garantir a segurança e a cadeia de custódia total de seus dados.
Ver resposta completa

Qual declaração melhor descreve o Elastic Load Balancing?

O Elastic Load Balancing distribui automaticamente seu tráfego de entrada entre vários destinos, como instâncias do EC2, contêineres e endereços IP, em uma ou mais zonas de disponibilidade. Ele monitora a integridade dos destinos registrados e roteia o tráfego apenas para os destinos íntegros.
Ver resposta completa

Quais são as responsabilidades da AWS?

Segurança e conformidade constituem uma responsabilidade compartilhada entre a AWS e o cliente. Esse modelo compartilhado pode auxiliar a reduzir os encargos operacionais do cliente à medida que a AWS opera, gerencia e controla os componentes do sistema operacional do host e a camada de virtualização, até a segurança física das instalações em que o serviço opera.

  1. O cliente assume a gestão e a responsabilidade pelo sistema operacional convidado (inclusive atualizações e patches de segurança), por outros softwares de aplicativos associados e pela configuração do firewall do grupo de segurança fornecido pela AWS.
  2. Os clientes devem examinar cuidadosamente os serviços que escolherem, pois suas respectivas responsabilidades variam de acordo com os serviços utilizados; a integração desses serviços ao seu ambiente de TI e as leis e regulamentos aplicáveis.

A natureza dessas responsabilidades compartilhadas também oferece a flexibilidade e o controle do cliente necessários para a implantação. Como pode ser visto no gráfico abaixo, esta distinção entre responsabilidades é denominada normalmente como segurança “da” nuvem versus segurança “na” nuvem.

  • Responsabilidade da AWS: “segurança da nuvem” : a AWS é responsável por proteger a infraestrutura que executa todos os serviços oferecidos na Nuvem AWS.
  • Essa infraestrutura é composta por hardware, software, redes e instalações que executam os Serviços de nuvem AWS.
  • Responsabilidade do cliente: “segurança na nuvem” : a responsabilidade do cliente será determinada pelos Serviços de nuvem AWS selecionados por ele.

Isso determina a quantidade de operações de configuração que o cliente deverá executar como parte de suas responsabilidades de segurança. Por exemplo, um serviço como o Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) é categorizado como Infrastructure as a Service (IaaS – Infraestrutura como serviço) e, dessa forma, exige que o cliente execute todas as tarefas necessárias de configuração e gerenciamento da segurança.

Os clientes que implantam uma instância do Amazon EC2 são responsáveis pelo gerenciamento do sistema operacional convidado (o que inclui atualizações e patches de segurança), por qualquer utilitário ou software de aplicativo instalado pelo cliente nas instâncias, bem como pela configuração do firewall disponibilizado pela AWS (chamado de grupo de segurança) em cada instância.

Para serviços abstraídos, como o Amazon S3 e o Amazon DynamoDB, a AWS opera a camada de infraestrutura, o sistema operacional e as plataformas, e os clientes acessam os endpoints para armazenar e recuperar dados. Os clientes são responsáveis por gerenciar os dados deles (o que inclui opções de criptografia), classificando os ativos e usando as ferramentas de IAM para aplicar as permissões apropriadas. Esse modelo de responsabilidade compartilhada entre o cliente e a AWS também se estende aos controles de TI. Assim como a responsabilidade para operar o ambiente de TI é compartilhada entre a AWS e os seus clientes, o mesmo ocorre com o gerenciamento, a operação e a verificação de controles compartilhados de TI.

A AWS pode auxiliar a reduzir os encargos operacionais de controles do cliente gerenciando os controles associados à infraestrutura física implementada no ambiente da AWS que anteriormente eram gerenciados pelo cliente. Já que cada cliente é implantado de forma diferente na AWS, os clientes podem aproveitar a transferência do gerenciamento de determinados controles de TI para a AWS, resultando em um (novo) ambiente de controle distribuído.

Os clientes podem usar a documentação sobre controle e conformidade da AWS para executar seus procedimentos de avaliação e verificação de controle, conforme for necessário. Veja abaixo exemplos de controles gerenciados pela AWS, por clientes da AWS e/ou por ambos.

Controles físicos e ambientais

Controles compartilhados : controles que se aplicam à camada de infraestrutura e às camadas do cliente, mas em perspectivas ou contextos totalmente distintos. Em um controle compartilhado, a AWS disponibiliza os requisitos de infraestrutura e o cliente deve disponibilizar sua própria implementação de controles dentro do uso de Serviços da AWS. Os exemplos incluem:

Gerenciamento de patches: a AWS é responsável pela aplicação de patches e pela correção de falhas na infraestrutura, mas os clientes são responsáveis pela aplicação de patches em seu SO convidado e nos seus aplicativos. Gerenciamento de configuração: a AWS mantém a configuração dos dispositivos de infraestrutura, mas o cliente é responsável pela configuração dos seus próprios bancos de dados, aplicativos e sistemas operacionais convidados. Conhecimentos e treinamento: a AWS treina funcionários da AWS, mas o cliente deve treinar seus próprios funcionários.

Específicos do cliente : controles que são de responsabilidade exclusiva do cliente com base no aplicativo implantado nos serviços da AWS. Os exemplos incluem:

Proteção ou zona de segurança de serviços e comunicação, que pode exigir que o cliente roteie dados para ambientes de segurança específicos.

Ver resposta completa

Qual declaração é verdadeira sobre o AWS lambda?

Funções do AWS Lambda – P: O que é uma função do AWS Lambda? O código que você executa no AWS Lambda é carregado como uma “função do Lambda”. Cada função tem informações de configuração associadas, como nome, descrição, ponto de entrada e requisitos de recurso.

  1. O código deve ser escrito em estilo “stateless”, ou seja, deve assumir que não há afinidade com a infraestrutura de computação adjacente.
  2. O acesso ao sistema de arquivo local, processos filhos e itens semelhantes não podem se estender além da duração da solicitação, e qualquer estado persistente deve ser armazenado no Amazon S3, no Amazon DynamoDB, Amazon EFS ou em outro serviço de armazenamento disponível na Internet.

As funções do Lambda podem incluir bibliotecas, até mesmo nativas. P: O AWS Lambda reutilizará instâncias de função? Para melhorar o desempenho, o AWS Lambda pode escolher reter uma instância de sua função e reutilizá-la para atender a uma solicitação posterior em vez de criar uma nova cópia.

Para saber mais sobre como o Lambda reutiliza instâncias de função, acesse a nossa documentação, O seu código não deverá assumir que isso sempre acontecerá. P: E se eu precisar de espaço de Scratch em disco para a minha função do AWS Lambda? É possível configurar cada função Lambda com armazenamento temporário próprio, entre 512 MB e 10.240 MB, em incrementos de 1 MB.

O armazenamento temporário fica disponível em cada diretório /tmp da função. Cada função tem acesso a 512 MB de armazenamento sem custo adicional. Ao configurar suas funções com mais de 512 MB de armazenamento temporário, a cobrança será feita com base no volume de armazenamento que você configurar e no tempo de execução da sua função, calculados em incrementos de 1 ms.

Comparativamente, na região Leste dos EUA (Ohio), o preço do armazenamento temporário do AWS Fargate é de USD 0,000111 por GB/hora, ou USD 0,08 por GB/mês. O preço do volume de armazenamento gp3 do Amazon EBS no Leste dos EUA (Ohio) é de USD 0,08 por GB/mês. O preço do armazenamento temporário do AWS Lambda é de USD 0,0000000309 por GB/segundo, ou USD 0,000111 por GB/hora e USD 0,08 por GB/mês.

Para saber mais, consulte Preço do AWS Lambda, P: Como configuro a minha aplicação para usar o armazenamento temporário do AWS Lambda? É possível configurar cada função Lambda com seu próprio armazenamento temporário entre 512 MB e 10.240 MB em incrementos de 1 MB usando o console do AWS Lambda, a API do AWS Lambda ou o modelo do AWS CloudFormation na criação ou atualização da função.

P: O armazenamento temporário do AWS Lambda é criptografado? Sim. Todos os dados mantidos no armazenamento temporário são criptografados quando inativos com uma chave gerenciada pela AWS. P: Quais métricas posso usar para monitorar meu uso do armazenamento temporário do AWS Lambda? É possível usar as métricas do Lambda Insights do AWS CloudWatch para monitorar o seu uso do armazenamento temporário.

Para saber mais, consulte a documentação do Lambda Insights do AWS CloudWatch. P: Quando devo usar o armazenamento temporário do Simple Storage Service (Amazon S3), do Amazon EFS ou do AWS Lambda para minhas aplicações sem servidor? Se a sua aplicação precisar de um armazenamento persistente e durável, considere usar o Simple Storage Service (Amazon S3) ou o Amazon EFS.

Se a sua aplicação exigir que o armazenamento de dados necessários seja feito por código em uma única invocação de função, considere usar o armazenamento temporário do AWS Lambda como um cache transitório. Para saber mais, consulte Choosing between AWS Lambda data storage options in web apps (Escolha de opções de armazenamento de dados do AWS Lambda em aplicações da Web).

P: Posso usar o armazenamento temporário quando a simultaneidade provisionada estiver habilitada para a minha função? Sim. Contudo, se a sua aplicação precisar de um armazenamento persistente, considere usar o Amazon EFS ou o Simple Storage Service (Amazon S3).

  1. Quando você habilitar a simultaneidade provisionada para a sua função, o código de inicialização da sua função será executado durante a alocação e em intervalos de poucas horas, à medida que as instâncias em execução da sua função forem recicladas.
  2. Depois que uma instância processar uma solicitação, você poderá visualizar o tempo de inicialização nos logs e rastreamentos,

Contudo, a inicialização será cobrada mesmo que a instância nunca processe solicitações. O comportamento de inicialização da simultaneidade provisionada pode afetar a maneira como a sua função interage com os dados que você mantém no armazenamento temporário, mesmo que sua função não esteja processando solicitações.

  • Para saber mais sobre a simultaneidade provisionada, consulte a documentação relevante.
  • P: Como configuro a minha aplicação para usar o armazenamento temporário do AWS Lambda? É possível configurar cada função Lambda com seu próprio armazenamento temporário entre 512 MB e 10.240 MB em incrementos de 1 MB usando o console do AWS Lambda, a API do AWS Lambda ou o modelo do AWS CloudFormation na criação ou atualização da função.

P: O armazenamento temporário do AWS Lambda é criptografado? Sim. Todos os dados mantidos no armazenamento temporário são criptografados quando inativos com uma chave gerenciada pela AWS. P: Quais métricas posso usar para monitorar meu uso do armazenamento temporário do AWS Lambda? É possível usar as métricas do Lambda Insights do AWS CloudWatch para monitorar o seu uso do armazenamento temporário.

  1. Para saber mais, consulte a documentação do Lambda Insights do AWS CloudWatch.
  2. P: Por que as funções do AWS Lambda devem ser sem estado? Manter as funções como stateless permite que o AWS Lambda lance rapidamente quantas cópias da função forem necessárias para oferecer escalabilidade para a taxa de eventos de entrada.

Embora o modelo de programação do AWS Lambda seja stateless, seu código pode acessar dados com estado chamando outros serviços web, como o Amazon S3 ou o Amazon DynamoDB. P: Posso usar threads e processos no código de função do AWS Lambda? Sim. O AWS Lambda permite que você use linguagem normal e recursos do sistema operacional, como criação de threads e processos adicionais.

  • Os recursos alocados para a função do Lambda, inclusive memória, tempo de execução, disco e uso de rede, devem ser compartilhados entre todos os threads/processos que ela utiliza.
  • É possível iniciar processos utilizando qualquer linguagem suportada pelo Amazon Linux.
  • P: Quais restrições se aplicam ao código da função do AWS Lambda? O Lambda tenta impor o menor número possível de restrições sobre as atividades normais da linguagem e do sistema operacional, mas algumas atividades são desativadas: conexões de rede de entrada são bloqueadas pelo AWS Lambda e, para conexões de saída, apenas os soquetes TCP/IP e UDP/IP são permitidos, e as chamadas de sistema ptrace (depuração) são bloqueadas.

O tráfego da porta 25 do TCP também é bloqueado como medida antispam. P: Como faço para criar uma função do AWS Lambda usando o console do Lambda? Se você estiver usando o Node.js ou o Python, poderá criar o código para sua função usando o editor de códigos no console do AWS Lambda.

  • Esse editor permite a criação e o teste das suas funções e também a visualização dos resultados das execuções das funções em um ambiente robusto e semelhante ao IDE.
  • Vá para o console para começar,
  • Você também pode empacotar o código (e quaisquer bibliotecas dependentes) como um arquivo ZIP e carregá-lo usando o console do AWS Lambda do seu ambiente local ou especificar uma localização do Amazon S3 onde o arquivo ZIP esteja.

Os arquivos para upload não devem ter mais de 50 MB (total comprimido). É possível usar o plugin do AWS Eclipse para criar e implantar funções do Lambda em Java. É possível usar o plugin do Visual Studio para criar e implantar funções do Lambda em C# e Node.js.

P: Como faço para criar uma função do AWS Lambda usando a ILC do Lambda? Você pode empacotar o código (e quaisquer bibliotecas dependentes) como um arquivo ZIP e carregá-lo usando o AWS CLI do seu ambiente local ou especificar uma localização do Amazon S3 onde o arquivo ZIP esteja. Os arquivos para upload não devem ter mais de 50 MB (total comprimido).

Visite o Guia de conceitos básicos do Lambda para começar. P: O AWS Lambda é compatível com variáveis de ambiente? Sim. Você pode criar e modificar facilmente variáveis de ambiente por meio do Console, da CLI ou dos SDKs do AWS Lambda. Para saber mais sobre variáveis de ambiente, consulte a documentação,

P: Posso armazenar informações confidenciais nas variáveis de ambiente? Para informações confidenciais, como senhas de banco de dados, recomendamos usar a criptografia no lado do servidor com o AWS Key Management Service e armazenar os valores resultantes como texto cifrado na sua variável de ambiente.

Será necessário incluir lógica no código de função do AWS Lambda para descriptografar esses valores. P: Como posso gerenciar minhas funções do AWS Lambda? Você pode listar, excluir, atualizar e monitorar facilmente suas funções do Lambda usando o painel no console do AWS Lambda.

  1. Você também pode usar o AWS CLI e o AWS SDK para gerenciar suas funções do Lambda.
  2. Consulte o guia para desenvolvedores do Lambda para saber mais.
  3. P: Posso compartilhar o código entre funções? Sim, é possível empacotar qualquer código (frameworks, SDKs, bibliotecas e mais) como uma Camada Lambda e gerenciá-lo e compartilhá-lo facilmente em múltiplas funções.

P: Como faço para monitorar uma função do AWS Lambda? O AWS Lambda monitora automaticamente as funções do Lambda em seu nome, gerando métricas em tempo real através do Amazon CloudWatch que incluem total de solicitações, uso concomitante no nível da conta e da função, latência, taxas de erro e solicitações suspensas.

Você pode ver as estatísticas de cada uma de suas funções do Lambda no console do Amazon CloudWatch ou no console do AWS Lambda. Você também pode chamar APIs de monitoramento de terceiros em sua função do Lambda. Acesse a Solução de problemas de métricas do CloudWatch para saber mais. As cobranças padrão do AWS Lambda se aplicam para o uso de métricas internas do Lambda.

P: Como faço para solucionar falhas em uma função do AWS Lambda? O AWS Lambda integra-se automaticamente ao Amazon CloudWatch logs, criando um grupo de logs para cada função do Lambda e fornecendo entradas de log de eventos básicos do ciclo de vida do aplicativo, inclusive registrando os recursos consumidos para cada uso dessa função.

Você pode inserir facilmente instruções de log adicionais em seu código. Pode também chamar APIs de log de terceiros em sua função do Lambda. Acesse a Solução de problemas de funções do Lambda para saber mais. As tarifas do Amazon CloudWatch Logs serão aplicadas. P: Como faço para alterar a escala de uma função do AWS Lambda? Você não precisa obter escalabilidade das suas funções do Lambda – o AWS Lambda faz a escalabilidade automaticamente para você.

Toda vez que uma notificação de evento é recebida para sua função, o AWS Lambda rapidamente localiza capacidade livre na sua frota de computação e executa seu código. Como seu código é stateless, o AWS Lambda pode iniciar quantas cópias de sua função forem necessárias sem implementações demoradas e atrasos de configuração.

Não há limites fundamentais de escalabilidade para uma função. O AWS Lambda alocará capacidade dinamicamente para atender à taxa de eventos de entrada. P: Como os recursos de computação são atribuídos a uma função do AWS Lambda? No modelo de recurso do AWS Lambda, você seleciona a quantidade de memória que quer para sua função e potência de CPU e outros recursos proporcionais são alocados.

Por exemplo, escolher 256 MB de memória aloca aproximadamente duas vezes a potência de CPU para sua função do Lambda usada ao solicitar 128 MB de memória e metade da potência de CPU alocada ao solicitar 512 MB de memória. Para saber mais, veja nossa documentação de Configuração de função,

É possível definir sua memória de 128 MB a 10.240 MB. P: Quando devo usar as funções do AWS Lambda com mais de 3008 MB de memória? Os clientes que executam workloads com uso intenso de memória ou computação agora podem usar mais memória para as funções. Funções de memória maiores ajudam aplicações que usam multiencadeamento a rodar mais rápido, tornando-os ideais para dados e aplicações de computação intensiva, como machine learning, trabalhos em lote e ETL, modelagem financeira, genômica, HPC e processamento de mídia.

P: Por quanto tempo uma função do AWS Lambda pode ser executada? As funções do AWS Lambda podem ser configuradas para execução por até 15 minutos de cada vez. Você pode definir o tempo limite em qualquer valor entre 1 segundo e 15 minutos. P: Como serei cobrado pelo uso das funções do AWS Lambda? O preço do AWS Lambda é baseado em pagamento por uso.

Consulte a página de preços do AWS Lambda para obter mais detalhes. P: Posso economizar dinheiro no AWS Lambda com um Compute Savings Plan? Sim. Além de economizar dinheiro no Amazon EC2 e no AWS Fargate, você também pode usar o Compute Savings Plans para economizar no AWS Lambda. Os Compute Savings Plans oferecem até 17% de desconto em Duração, Simultaneidade provisionada e Duração (Simultaneidade provisionada).

Os Compute Savings Plans não oferecem desconto em Solicitações na sua fatura do Lambda. No entanto, seu compromisso com os Compute Savings Plans pode ser aplicado às Solicitações sob as taxas regulares. P: O AWS Lambda é compatível com versionamento? Sim.

Como padrão, cada função do AWS Lambda tem uma versão única e atual do código. Os clientes da sua função Lambda podem chamar uma versão específica ou obter a implementação mais recente. Leia a documentação sobre versionamento de funções do Lambda, P: Em quanto tempo depois de fazer upload do meu código a minha função do AWS Lambda estará pronta para chamar? Os tempos de implementação podem variar com o tamanho do seu código, mas as funções do AWS Lambda estão tipicamente prontas em segundos após o upload.

P: Posso usar minha própria versão de uma biblioteca compatível? Sim. Você pode incluir sua própria cópia de uma biblioteca (incluindo o AWS SDK) para usar uma versão diferente da versão padrão disponibilizada pelo AWS Lambda. P: Como a precificação progressiva funciona? O AWS Lambda oferece níveis de preços com desconto para durações de funções sob demanda mensais acima de determinados limites.

A precificação progressiva está disponível para funções em execução nas arquiteturas x86 e Arm. Os níveis de preço do Lambda são aplicados à duração sob demanda mensal agregada das suas funções em execução na mesma arquitetura (x86 ou Arm, respectivamente), na mesma região, na conta. Se você estiver usando faturamento consolidado no AWS Organizations, os níveis de preço serão aplicados à duração mensal agregada das suas funções em execução na mesma arquitetura, na mesma região, nas contas da organização.

Por exemplo, quando você executa funções Lambda em x86 na região Leste dos EUA (Ohio), paga USD 0,0000166667 por cada GB-segundo para os primeiros 6 bilhões de GB-segundos por mês, USD 0,0000150000 por GB-segundo para os próximos 9 bilhões de GB-segundos por mês e USD 0,0000133334 por GB-segundo acima de 15 bilhões de GB-segundos por mês nessa região.

Os preços de solicitações, simultaneidade provisionada e duração de simultaneidade provisionada não foram alterados. Para obter mais informações, consulte Preços do AWS Lambda, P: Posso usufruir da precificação progressiva e do Savings Plans para computação? Sim. O uso do Lambda coberto pelo compromisso do seu plano de economia por hora é cobrado de acordo com a taxa e o desconto do CSP aplicável,

O uso restante que não for coberto por este compromisso será cobrado na taxa correspondente ao nível em que a duração da função agregada mensal se enquadra.
Ver resposta completa

Qual a ferramenta de ETL da AWS?

Comparação de serviços ETL na AWS – Esta seção apresenta uma visão geral de cada serviço, destacando as características que são avaliadas na comparação e exemplos de casos de uso que correspondem às características de cada serviço. Por fim, inclui uma tabela de resumo que caracteriza cada serviço em termos de dados de origem, dados de destino, funções internas, modelos, idiomas suportados, escalabilidade, modelo de processamento e custo para facilitar a comparação.

O AWS Glue é um serviço ETL serverless (sem servidor), e pago conforme o uso que automatiza as tarefas de preparação de dados para análise. O AWS Glue detecta e classifica dados automaticamente usando o AWS Glue Data Catalog, recomenda e gera código ETL para transformar seus dados de origem em esquemas de destino.

Ele também executa trabalhos ETL complexos em um ambiente Apache Spark escalável e totalmente gerenciado para carregar dados em seu destino. Este serviço suporta tanto a escrita de código no Spark ( Python ou Scala ), ou Python Shell, Além disso, ele possui a funcionalidade de design visual da ETL com o AWS Glue Studio que inclui um conjunto de recursos internos e gera automaticamente o código correspondente.

Criação, execução e supervisão do trabalho de ETL em grande escala. Criação, execução e supervisão de trabalhos de ETL para processamento de “microbatch”. Fluxos ETL com base em eventos. Transformações avançadas baseadas em ML, como deduplicação de dados. Gerenciando um catálogo unificado de dados.

Figura 1: Exemplo de visualização de um trabalho ETL no AWS Glue Studio. O AWS Glue DataBrew é uma ferramenta de preparação de dados visuais que facilita para que analistas e cientistas de dados prepararem dados com uma interface visual interativa de “arrastar e soltar” sem a necessidade de escrever código.

Perfil de dados e análise visual sobre a qualidade dos dados Limpeza visual, filtragem, normalização, imputação de dados. Mapeamento de linhagem de dados. Transformação de texto usando técnicas de processamento de linguagem natural ( NLP ).

Figura 2: Exemplo de visualização de um perfil de dados no AWS Glue DataBrew. Figura 3: Exemplo de visualização da linhagem de dados no AWS Glue DataBrew. O Amazon ElasticMapReduce (Amazon EMR) é a plataforma de big data para processar grandes volumes de dados usando ferramentas de código aberto, como Apache Spark, Apache Hive, Apache HBase, Apache Flink, Apache Hudi e Presto,

O Amazon EMR facilita a instalação, a operação e a escala de ambientes de big data automatizando tarefas demoradas, como provisionamento de capacidade e ajuste de cluster. O Amazon EMR pode ser usado para executar cargas de trabalho de transformação de dados ( ETL ) de forma rápida e econômica, como classificação, adição e união de grandes conjuntos de dados.

O Amazon EMR fornece acesso direto ao seu ambiente Hadoop, oferecendo acesso de mais baixo nível e maior flexibilidade no uso de ferramentas do ecossistema Hadoop, ao contrário do AWS Glue, que fornece um ambiente Apache Spark gerenciado. O Amazon EMR fornece várias maneiras de obter dados em um cluster.

  • A maneira mais comum é fazer upload de dados para o Amazon S3, e usar os recursos internos do Amazon EMRFS para ler e processar os dados em seu cluster.
  • Também é possível usar estruturas para interagir com dados armazenados no Amazon S3, Hadoop HDFS, e RDBMS.
  • O Apache Hadoop permite que você execute programas MapReduce para processar cargas de trabalho com estruturas que dividem trabalhos em partes menores que podem ser distribuídas entre nós em seu cluster do Amazon EMR.

O Apache Hive é um pacote de análise e armazenamento de dados de código aberto executado no Hadoop usando o Hive QL, uma linguagem baseada em SQL que permite aos usuários estruturar, resumir e consultar dados. O Amazon EMR fez inúmeras melhorias no Hive, incluindo integração direta com o Amazon DynamoDB e o Amazon S3,

  • O Apache Pig é uma biblioteca Apache de código aberto que é executada sobre o Hadoop, fornecendo uma linguagem de script que você pode usar para transformar grandes conjuntos de dados sem precisar escrever código em uma linguagem de computador complexa como Java.
  • O Apache Spark é uma estrutura de processamento distribuída e um modelo de programação que ajuda você a fazer aprendizado de máquina, processamento de streaming ou análise de gráficos usando clusters do Amazon EMR.

O Apache Flink é um mecanismo de fluxo de dados de streaming que você pode usar para executar o processamento de streaming em tempo real, em fontes de dados de alto desempenho. Os casos de uso que melhor se encaixam neste serviço são:

Provisionamento de clusters de big data para implantar tarefas ETL em ambientes como Apache Hadoop, Hive, Pig, Spark e Migração de código ETL implementado no Apache Hadoop, Spark, Pig e Flink para um ambiente de cluster gerenciado.

Figura 4: Integrações de trabalho ETL com o Apache Spark no EMR. Adaptado de https://aws.amazon.com/blogs/big-data/using-spark-sql-for-etl/ O Amazon SageMaker Data Wrangle r ( Data Wrangler ) é um recurso do Amazon SageMaker Studio que fornece uma solução abrangente para importar, preparar, transformar, caracterizar e analisar dados.

Você pode integrar um fluxo de dados do Data Wrangler em fluxos de trabalho de aprendizado de máquina (ML), para simplificar e otimizar o pré-processamento de dados e a engenharia de recursos usando pouca ou nenhuma codificação. Você também pode adicionar seus próprios scripts e transformações Python, para personalizar um fluxo de trabalho de preparação de dados do Data Wrangler,

Este serviço é recomendado quando você precisa implementar transformações, análises ou extração de recursos como parte de um fluxo em batch de aprendizado de máquina que não requer escrita de código.

Criação de perfil e análise visual da qualidade dos dados antes de uma tarefa de ML. Preparação de dados para processos de ML. Extração de recursos para tarefas de ML.

Figura 5: Exemplo de visualização de um fluxo de dados no Amazon SageMaker Data Wrangler. O Amazon AppFlow é um serviço de integração totalmente gerenciado que permite, com apenas alguns cliques e com segurança, transmitir dados entre aplicativos de software como serviço (SaaS), como Salesforce, Marketo, Slack e ServiceNow, entre outros e serviços da AWS, como Amazon S3 e Amazon Redshift,

Com o AppFlow, você pode executar fluxos de dados em praticamente qualquer escala e na frequência escolhida, programaticamente, em resposta a eventos de negócios ou sob demanda, Você pode configurar recursos de transformação de dados, como filtragem e validação, para gerar dados avançados e prontos para uso como parte do fluxo, sem etapas adicionais e com frequência de minutos, horas ou dias.

Ele oferece menos opções de transformação em comparação com outros serviços, mas é ideal se você precisar integrar serviços SaaS compatíveis sem a necessidade de codificação. Os casos de uso que melhor se encaixam neste serviço são:

Armazenamento ou sincronização de dados operacionais de serviços SaaS externos. Fluxos de trabalho e análise baseada em eventos gerados por serviços SaaS externos. Enriquecimento de dados gerados por serviços SaaS externos. Troca de dados orientada a APIs entre aplicativos SaaS e serviços da AWS.

Figura 6: Exemplo de um mapeamento de dados do Slack para o S3 no Amazon AppFlow. O Amazon Kinesis Analytics oferece a maneira mais fácil de transformar e analisar dados de streaming em tempo real com base no Apache Flink, O Amazon Kinesis Data Analytics cuida de tudo o que você precisa para executar seus aplicativos de streaming de forma contínua e automática para se adequar ao volume e ao desempenho de seus dados de entrada.

Processos ETL simples em streaming de dados. Consultas de streaming em tempo real. Monitoramento em tempo real. Processamento de eventos com estado.

Figura 7: Exemplo de definição de um fluxo de dados usando SQL no Amazon Kinesis Analytics. O AWS IoT Analytics é um serviço totalmente gerenciado, que facilita a execução e implementação de análises sofisticadas de enormes volumes de dados de dispositivos IoT (Internet das Coisas), que incluem marcações temporais.

O AWS IoT Analytics automatiza todas as etapas para analisar, filtrar, transformar e enriquecer dados de IoT usando atividades básicas de transformação, incluindo operações de janelas de tempo, para salvá-los em um data warehouse de série temporal para análise. Você pode configurar o serviço para coletar somente os dados necessários de seus dispositivos, aplicar transformações matemáticas aos dados para processamento e enriquecê-lo com metadados específicos do dispositivo.

Este serviço tem como objetivo principal analisar dados de dispositivos IoT que exigem transformação, integração e análise de telemetria totalmente gerenciada quase em tempo real, com resolução de minutos usando SQL e funções predefinidas. Os casos de uso típicos para este serviço incluem:

Entender as características de desempenho a longo prazo do dispositivo. Relatório de negócios e análise ad hoc de dados de IoT, Manutenção preditiva da frota de dispositivos IoT,

Figura 8: Exemplo de definição de atividades de transformação em um pipeline do AWS IoT Analytics.

Serviço Dados de origem Dados de destino Funções internas Modelos Linguagens Forma de escalabilidade Modelo de Processamento Custo
AWS Glue Amazon Aurora, Amazon RDS, Amazon Redshift, DynamoDB, Amazon S3, MySQL, Oracle, Microsoft SQL Server e PostgreSQL no Amazon EC2. Amazon MSK Streaming, Amazon Kinesis Data Streams e Apache Kafka. JSON, CSV, PARQUET, ORC, TXT, RDS, RedShift Descubra esquemas, impute, adicione, integre, limpe, normalize, transforme Sim Código no Scala, Python ou Interface visual Sem servidor (Serverless) Batch, Streaming Capacidade de processamento usada por unidade de tempo
AWS Glue DataBrew Amazon S3, AWS Glue Data Catalog, CSV, TSV, JSON, Apache Parquet e planilhas Excel. Arquivos CSV, JSON, Apache Parquet, Apache Avro, Apache ORC e XML. 250+ transformações integradas para criação de perfil, limpeza, normalização, mapeamento de linhagem de dados, automação e deduplicação Não Interface visual Sem servidor (Serverless) Batch Sessões interativas e poder de processamento usados por unidade de tempo
Amazon SageMaker Data Wrangler Amazon S3, Amazon Athena, Amazon Redshift, AWS Lake Formation e Amazon SageMaker Sagemaker 300+ transformações integradas para importar transformadas, analisar e exportar o fluxo de dados. Sim Visual, você pode adicionar seus próprios scripts e transformações Python e exportar o fluxo Data Wrangler para o código Python Ajustar o tipo de instância Batch Capacidade de processamento usada por unidade de tempo
Amazon AppFlow Fontes de dados baseadas em API, Amazon Redshift, Amazon EventBridge, Amazon Honeycode, Amazon Lookout para métricas, Amplitude, Datadog, Dynatrace, Google Analytics, Infor Nexus, Marketo, Salesforce, Salesforce Pardot, ServiceNow, Singular, Slack, Snowflake, Trend Micro, Upsolver, Veeva, Zendesk. Amazon S3, Amazon Redshift, Salesforce e Snowflake. Transformações básicas de dados, como filtragem e validação, para gerar dados avançados e prontos para uso como parte do fluxo. Não Interface Visual Sem servidor (Serverless) Batch, Microbatch Fluxos executados e volume de dados processados
Amazon EMR – Apache Hadoop, Amazon S3, Hadoop, HDFS, e RDBMS. Amazon S3, Hadoop, HDFS, e RDBMS. Transformação e consulta de dados. Não Código Java Instâncias gerenciadas no EC2 ou Fargate Batch Capacidade de processamento provisionada por unidade de tempo
Amazon EMR – Apache Hive Não HiveQL Batch
Amazon EMR – Apache Pig Amazon S3, Hadoop, HDFS, e RDBMS. Amazon S3, Hadoop, HDFS, e RDBMS. Transformações básicas de dados, como filtragem, imputação, integração e validação. Não Código Pig Latin Instâncias gerenciadas no EC2 ou Fargate Serverless Batch Capacidade de processamento provisionada por unidade de tempo
Amazon EMR – Apache Spark Amazon S3, Hadoop, HDFS, RDBMS, Amazon Kinesis, Apache Kafka. Amazon S3, Hadoop, HDFS, RDBMS, Amazon Kinesis, Apache Kafka. Transformações básicas de dados, como filtragem, adição, imputação, integração e validação e janelas de tempo Não Código Java, Scala, Python, R Batch, Microbatch
Amazon EMR – Apache Flink Amazon S3, Hadoop, HDFS, Amazon Kinesis, Apache Kafka, Cassandra, Elasticsearch, Twitter Streaming API Amazon S3, Hadoop, HDFS, Amazon Kinesis, Apache Kafka, Cassandra, Elasticsearch Transformações básicas de dados, como filtragem, adição, imputação, integração, validação e janelas de tempo Não Código Java, Scala, Python Streaming
Amazon Kinesis Data Analytics Amazon Kinesis Data Streams, Amazon Kinesis Firehose, você pode usar as bibliotecas do Amazon Kinesis Data Analytics para se integrar a outros serviços. Kinesis Data Stream, Kinesis Firehose (Amazon S3, Amazon Redshift, Amazon Elasticsearch Service), AWS Lambda Funções SQL integradas para filtrar, adicionar, transformar dados, aplicar janelas de tempo, funções para análise estatística e ML. Sim, modelos SQL SQL, Código Java, Scala (Apache Flink) Sem servidor (Serverless) Streaming Capacidade de processamento usada por unidade de tempo
AWS IoT Analytics MQTT Topic, AWS IoT Core AWS IoT Events, Amazon S3, armazenamento de séries temporais, Amazon QuickSight Funções básicas para filtrar, transformar, integrar, limpar, adicionar, reprocessar e usar janela de tempo diferencial Não SQL e Assistente com atividades de transformação integradas Sem servidor (Serverless) Microbatch Volume de dados processadoss

Ver resposta completa

Qual definição melhor descreve o serviço EC2?

Conceitos básicos do Amazon EC2 O Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) é um serviço Web que disponibiliza capacidade computacional segura e redimensionável na nuvem. O EC2 oferece muitas opções que permitem criar e executar virtualmente qualquer aplicativo. Identifique qual é melhor para sua carga de trabalho. Para sua primeira instância, recomendamos um tipo de instância de uso geral de baixo custo: e Imagem de máquina da Amazon (AMI): Amazon Linux 2 AMI, ambos, Abra o e escolha “Launch Instance” (Executar instância) para criar e configurar sua máquina virtual. Veja abaixo algumas diretrizes sobre a configuração da sua primeira instância:

Grupo de segurança: crie suas próprias regras de firewall ou selecione o grupo de segurança VPC padrão. Armazenamento: o EC2 oferece armazenamento em disco magnético e SSD. Recomendamos volumes EBS gp2 para começar. Escolha “Launch Instances” (Executar Instâncias) para concluir a configuração.

* Observação: Usaremos o arquivo de par de chaves (.pem) posteriormente. Após a execução da sua instância, é possível conectar-se a ela e usá-la da mesma forma como você usaria em um computador. Há várias formas de se, dependendo do sistema operacional. Recomendamos usar, uma maneira fácil de usar o cliente com base no navegador.

Selecione a instância do EC2 que você criou e clique em “Connect” (Conectar). Selecione “EC2 Instance Connect” (Conexão à instância do EC2). Escolha “Connect” (Conectar). Uma janela será aberta e você será conectada à sua instância.

Comece a usar o Amazon EC2 gratuitamente (), mas encerre suas instâncias para evitar cobranças adicionais. A instância do EC2 e os dados associados serão excluídos. Selecione a instância do EC2, selecione “Actions” (Ações), selecione “Instance State” (Estado da instância) e “Terminate” (Encerrar).

Pratique esses tutoriais e documentos técnicos de 10 minutos. Saiba como instalar o servidor web Apache com suporte para PHP e MySQL na sua instância do Amazon Linux (às vezes chamado de servidor web LAMP ou pilha LAMP) com este, Você pode usar esse servidor para hospedar um site estático ou implantar um aplicativo PHP dinâmico que lê e grava informações em um banco de dados.

Aprenda a executar comandos remotamente em uma instância EC2, treinar um modelo de aprendizado detalhado e muito mais. Esses tutoriais passo a passo ensinam diferentes maneiras de inovar com o EC2. O é uma plataforma em nuvem fácil de usar, ideal para cargas de trabalho mais simples, implantações rápidas e introdução à AWS. Se você for novo na nuvem, o Lightsail oferece tudo o que você precisa para criar um aplicativo ou site, além de um plano mensal de baixo custo.

Assista a esses para dar vida aos seus projetos rapidamente e aumentar a infraestrutura da AWS. Para decidir se Lightsail ou EC2 serve para você, dê uma olhada nesta das soluções em nuvem. Usar o EC2 é apenas o começo para tornar a computação em nuvem mais fácil para você. Personalize sua experiência do EC2 com serviços que aumentarão sua produtividade por meio de armazenamento em bloco de alto desempenho, ferramentas que permitem que seu aplicativo seja dimensionado com base na demanda e cargas de trabalho tolerantes a falhas com até 90% de desconto.

O EBS é um serviço de armazenamento de blocos de alta performance fácil de usar projetado para o uso com o EC2, tanto para cargas de trabalho com alta taxa de transferência de dados quanto com intenso consumo de transações em qualquer escala. O EC2 Auto Scaling ajuda a manter a disponibilidade de aplicativos e permite aumentar ou reduzir instâncias do EC2 de acordo com condições definidas por você. Descubra recursos do produto Há muitos recursos que podem ajudá-lo a aprender a criar com o Amazon EC2. Cadastre-se para obter uma conta gratuita Obtenha acesso instantâneo ao nível gratuito da AWS. Comece a criar no console Comece a criar usando o Amazon EC2 no console da AWS. : Conceitos básicos do Amazon EC2
Ver resposta completa

Quais são as 3 formas de utilização do Amazon EC2?

P: O que são instâncias computacionais aceleradas? A família de instâncias com computação acelerada é uma família de instâncias que usa aceleradores de hardware, ou coprocessadores, para executar algumas funções (como cálculos numéricos de ponto flutuante e processamento de gráficos) com maior eficiência que a possível usando software executado em CPUs.

O Amazon EC2 oferece três tipos de Instâncias com computação acelerada: instâncias de GPU computacionais para computação de uso geral, instâncias de GPU gráficas para aplicações com uso intensivo de gráficos e instâncias computacionais em hardware programável FPGA para workloads científicas avançadas.

P: Quando devo usar instâncias de GPU computacionais e gráficas? As instâncias de GPU funcionam melhor para aplicações com paralelismo massivo, como workloads que utilizam milhares de threads. O processamento gráfico é um exemplo com requisitos computacionais enormes, onde cada uma das tarefas é relativamente pequena, o conjunto de operações realizadas forma um pipeline e o throughput desse pipeline é mais importante do que a latência das operações individuais.

  1. Para criar aplicações que explorem esse nível de paralelismo, é necessário adquirir conhecimento específico sobre o dispositivo de GPU entendendo como programar o uso de várias APIs gráficas (DirectX, OpenGL) ou modelos de programação de computação de GPU (CUDA, OpenCL).
  2. P: Quais aplicações podem se beneficiar do P4d? Algumas das aplicações para as quais esperamos que os clientes usem o P4d são workloads de machine learning (ML), como compreensão de linguagem natural, treinamento do modelo de percepção para veículos autônomos, classificação de imagens, detecção de objetos e mecanismos de recomendação.

A melhor performance da GPU pode reduzir significativamente o tempo de treinamento, e a memória adicional da GPU ajudará os clientes a treinar modelos maiores e mais complexos. Os clientes da HPC podem usar a performance de processamento aprimorado de P4 e a memória GPU para análises sísmicas, descoberta de medicamentos, sequenciamento de DNA e modelagem de risco de seguro.

  • P: Como as instâncias P4d se comparam às instâncias P3? As instâncias P4 apresentam a última geração de GPUs A100 Tensor Core da NVIDIA para fornecer, em média, um aumento de 2,5 vezes na performance de TFLOP em relação à geração anterior V100, juntamente com mais 2,5 vezes de memória GPU.
  • As instâncias P4 apresentam a CPU Cascade Lake Intel que tem 24C por soquete e um conjunto de instruções adicional para as instruções da rede neural vetorial.

As instâncias P4 terão um aumento de 1,5 vez na memória total do sistema e 4 vezes mais a taxa de transferência de rede de P3dn ou 16 vezes mais em comparação com P3.16xl. Outra diferença importante é que a taxa de transferência de interconexão da GPU NVSwitch dobrará o que era possível na P3 para que cada GPU possa se comunicar com todas as outras GPUs na mesma taxa de transferência bidirecional de 600 GB/s e com latência de salto único.

  • Isso permite que o desenvolvimento de aplicações considere várias GPUs e memórias como uma única grande GPU e um pool unificado de memória.
  • As instâncias P4d também são implantadas em clusters de hiperescala fortemente acoplados, chamados EC2 UltraClusters, que permitem fazer o treinamento de ML de vários nós mais complexo e aplicações HPC.

P: O que são EC2 UltraClusters e como posso obter acesso? As instâncias P4d são implantadas em clusters de hiperescala chamados EC2 UltraClusters. Cada EC2 UltraCluster consiste em mais de 4.000 GPUs NVIDIA A100 Tensor Core, rede em escala Petabit e armazenamento escalonável de baixa latência com o FSx for Lustre.

  1. Cada EC2 UltraCluster é um dos melhores supercomputadores do mundo.
  2. Qualquer pessoa pode facilmente ativar instâncias P4d em EC2 SuperClusters.
  3. Para obter mais ajuda, entre em contato conosco,
  4. P: Os AMIs que usei em P3 e P3dn funcionarão em P4? As AMIs de P4 precisarão de novos drivers NVIDIA para as GPUs A100 e de uma versão mais recente do driver ENA instalada.

As instâncias P4 são desenvolvidas pelo sistema Nitro e requerem AMIs com drivers NVMe e ENA instalados. A P4 também vem com novas CPUs Intel Cascade Lake, que vêm com um conjunto de instruções atualizado, portanto, recomendamos o uso das distribuições mais recentes de estruturas de trabalho de ML que aproveitam esses novos conjuntos de instruções para pré-processamento de dados.

  1. P: Qual é a diferença entre as instâncias P3 e G3? As instâncias P3 são a próxima geração de instâncias de GPU computacionais de uso geral do EC2 e contam com até 8 GPUs NVIDIA Tesla V100 de última geração.
  2. Essas novas instâncias aumentam consideravelmente o desempenho e a escalabilidade, além de adicionar novos recursos, incluindo a nova arquitetura Streaming Multiprocessor (SM – Multitprocessador de streaming) para otimização de desempenho de Machine Learning (ML)/aprendizado profundo (DL), interconexão de GPU de alta velocidade NVIDIA NVLink de segunda geração e memória HBM2 altamente ajustada para aumentar a eficiência.

As instâncias G3 utilizam GPUs NVIDIA Tesla M60 e oferecem uma plataforma de alta performance para aplicativos gráficos que usam o DirectX ou o OpenGL. As GPUs NVIDIA Tesla M60 aceitam os recursos do NVIDIA GRID Virtual Workstation e a codificação de hardware H.265 (HEVC).

You might be interested:  Mapas Mentais Direito Penal Ponto Dos Concursos Minhateca?

Cada GPU M60 em instâncias G3 aceitam quatro monitores com resoluções de até 4096×2160, além de ter a licença de uso do NVIDIA GRID Virtual Workstation para um usuário simultâneo conectado. Os exemplos de aplicativos de instâncias G3 incluem visualizações em 3D, estações de trabalho remotas com alto consumo de gráficos, renderização em 3D, streaming de aplicativos, codificação de vídeo, além de outras cargas de trabalho gráficas no lado do servidor.

P: Quais são os benefícios das GPUs NVIDIA Volta GV100? O novo acelerador NVIDIA Tesla V100 usa a nova GPU Volta GV100. Além de incorporar os avanços do modelo anterior (GPU Pascal GP100), a GV100 aumenta consideravelmente o desempenho e a escalabilidade, além de adicionar muitos novos recursos para aprimorar a capacidade de programação.

Esses avanços turbinarão sistemas e aplicativos de HPC, datacenter, supercomputadores e aprendizado profundo. P: Quem serão os beneficiados com as instâncias P3? As instâncias P3 e sua alta performance computacional beneficiarão usuários de aplicações de inteligência artificial (IA), machine learning (ML), aprendizado profundo (DL) e computação de alta performance (HPC).

Os usuários incluem cientistas de dados, arquitetos de dados, analistas de dados, pesquisadores científicos, engenheiros de ML, gerentes de TI e desenvolvedores de software. Entre os principais setores estão: energia/petróleo e gás, serviços financeiros (serviços bancários, seguros), healthcare, farmacêutico, científico, TI, varejo, manufatura, alta tecnologia, transportes, governo e academia, entre muitos outros.

P: Quais são alguns dos principais casos de uso de instâncias P3? As instâncias P3 usam GPUs para acelerar vários sistemas de aplicativos de aprendizado profundo, incluindo plataformas de veículos autônomos, sistemas de reconhecimento de fala, imagem e texto, análises de vídeo inteligentes, simulações moleculares, descoberta de medicamentos, diagnósticos de doenças, previsões meteorológicas, análises de big data, modelagem financeira, robótica, automação de fábricas, tradução de idiomas em tempo real, otimização de pesquisas online e recomendações de usuário personalizadas, para citar apenas alguns exemplos.

P: Por que os clientes devem usar instâncias P3 da Amazon com GPU para IA/ML e HPC? As instâncias computacionais baseadas em GPU oferecem maior taxa de transferência e performance, porque foram projetadas para processamento paralelo massivo, usando milhares de núcleos especializados por GPU, ao invés de CPUs que oferecem processamento sequencial com alguns núcleos.

Além disso, os desenvolvedores criaram centenas de aplicativos HPC científicos otimizados para GPU, como química quântica, dinâmica molecular e meteorologia, entre vários outros. Pesquisas indicam que mais de 70% dos aplicativos de HPC mais populares oferecem suporte incorporado a GPUs. P: As instâncias P3 oferecerão suporte às redes EC2 Classic e ao Amazon VPC? As instâncias P3 oferecerão suporte apenas a VPCs.

P: Qual a diferença entre as instâncias G3 e as instâncias P2? As instâncias G3 utilizam GPUs NVIDIA Tesla M60 e oferecem uma plataforma de alta performance para aplicativos gráficos que usam o DirectX ou o OpenGL. As GPUs NVIDIA Tesla M60 aceitam os recursos do NVIDIA GRID Virtual Workstation e a codificação de hardware H.265 (HEVC).

Cada GPU M60 em instâncias G3 aceitam quatro monitores com resoluções de até 4096×2160, além de ter a licença de uso do NVIDIA GRID Virtual Workstation para um usuário simultâneo conectado. Os exemplos de aplicativos de instâncias G3 incluem visualizações em 3D, estações de trabalho remotas com alto consumo de gráficos, renderização em 3D, streaming de aplicativos, codificação de vídeo, além de outras cargas de trabalho gráficas no lado do servidor.

As instâncias P2 usam GPUs NVIDIA Tesla K80 e são projetadas para computação de GPU de propósito geral, utilizando modelos de programação CUDA ou OpenCL. As instâncias P2 disponibilizam aos clientes redes de 25 Gbps com alta largura de banda, recursos poderosos de ponto flutuante de precisão simples ou dupla e memória com código de correção de erros (ECC), o que as torna ideais para aprendizado profundo, bancos de dados de alta performance, fluidodinâmica computacional, finanças computacionais, análises sísmicas, modelagem molecular, genômica, renderização e outras cargas de trabalho de GPU computacionais do lado do servidor.

  • P: Qual a diferença entre as instâncias P3 e as instâncias P2? As instâncias P3 são a próxima geração de instâncias de GPU computacionais de uso geral do EC2 e contam com até 8 GPUs NVIDIA Tesla GV100 de última geração.
  • Essas novas instâncias aumentam consideravelmente o desempenho e a escalabilidade, além de adicionar novos recursos, incluindo a nova arquitetura Streaming Multiprocessor (SM – Multitprocessador de streaming), otimizada para desempenho de Machine Learning (ML)/aprendizado profundo (DL), interconexão de GPU de alta velocidade NVIDIA NVLink de segunda geração e memória HBM2 altamente ajustada para aumentar a eficiência.

As instâncias P2 usam GPUs NVIDIA Tesla K80 e são projetadas para computação de GPU de propósito geral, utilizando modelos de programação CUDA ou OpenCL. As instâncias P2 oferecem aos clientes redes de alta largura de banda de 25 Gbps, recursos avançados de ponto flutuante de precisão simples e dupla e memória com código de correção de erro (ECC).

P: Quais APIs e modelos de programação são compatíveis com as instâncias de GPU gráficas e computacionais? As instâncias P3 oferecem suporte a CUDA 9 e OpenCL, as instâncias P2 oferecem suporte a CUDA 8 e OpenCL 1.2 e as instâncias G3 oferecem suporte a DirectX 12, OpenGL 4.5, CUDA 8 e OpenCL 1.2. P: Onde posso obter drivers da NVIDIA para instâncias P3 e G3? Há dois métodos para obter os drivers da NVIDIA.

Existem catálogos no AWS Marketplace que oferecem Amazon Linux AMIs e Windows Server AMIs com os drivers da NVIDIA pré-instalados. Você também pode executar AMIs HVM de 64 bits e instalar os drivers você mesmo. Visite o site de drivers da NVIDIA e procure por NVIDIA Tesla V100 para instâncias P3, NVIDIA Tesla K80 para instâncias P2 e NVIDIA Tesla M60 para instâncias G3.

P: Quais AMIs posso usar com as instâncias P3, P2 e G3? No momento, é possível usar Windows Server, SUSE Enterprise Linux, Ubuntu e Amazon Linux AMIs em instâncias P2 e G3. As instâncias P3 somente oferecem suporte a AMIs HVM. Se você quiser executar AMIs com sistemas operacionais não listados aqui, entre em contato com o Suporte ao cliente da AWS com sua solicitação ou pesquise nos Fóruns do EC2,

P: O uso de instâncias G2 e G3 exige licenças de terceiros? Além dos drivers da NVIDIA e do SDK GRID, o uso das instâncias G2 e G3 não exige necessariamente nenhuma licença de terceiros. No entanto, você é responsável por determinar se o seu conteúdo ou se a tecnologia usada nas instâncias G2 e G3 exige alguma licença adicional.

Por exemplo, se você estiver transmitindo conteúdo, pode precisar de licenças para parte do conteúdo ou para ele todo. Se você estiver usando tecnologia de terceiros, como sistemas operacionais, codificadores e decodificadores de áudio e/ou vídeo da Microsoft, Thomson, Fraunhofer IIS, Sisvel S.p.A., MPEG-LA e Coding Technologies, consulte esses provedores para saber se é necessário ter uma licença.

Por exemplo, se você aproveitar o codificador de vídeo integrado h.264 da GPU NVIDIA GRID, será necessário entrar em contato com a MPEG-LA para obter orientação, e se estiver usando tecnologia mp3, será necessário entrar em contato com a Thomson. P: Por que não estou recebendo recursos do NVIDIA GRID nas instâncias G3 ao usar o driver que obtive por download no site da NVIDIA? A GPU NVIDIA Tesla M60 usada em instâncias G3 exige um driver NVIDIA GRID especial para habilitar todos os recursos gráficos avançados, além do apoio de 4 monitores com resolução de até 4096×2160.

É necessário usar uma AMI com o driver NVIDIA GRID pré-instalado ou fazer download e instalar o driver NVIDIA GRID seguindo as instruções da documentação da AWS. P: Por que não consigo ver o GPU quando uso o Microsoft Remote Desktop? Ao usar a área de trabalho remota, os GPUs que usam o modelo de driver WDDM são substituídos por um driver de exibição de área de trabalho remota não acelerado.

Para acessar seu hardware GPU, é necessário utilizar uma ferramenta de acesso remoto diferente, como o VNC. P: O que é a F1 do Amazon EC2? A instância F1 do Amazon EC2 é uma instância de computação com hardware programável que pode ser usada para acelerar aplicações.

  • O novo tipo de instância F1 oferece uma FPGA de alto desempenho e fácil acesso para desenvolver e implantar acelerações de hardware personalizadas.
  • P: O que são FPGAs e por que são necessárias? As FPGAs são circuitos integrados programáveis que podem ser configurados usando software.
  • O uso de FPGAs permite acelerar as aplicações em até 30 vezes em comparação aos servidores que usam apenas CPUs.

Além disso, as FPGAs são programáveis. Portanto, você tem a flexibilidade de atualizar e otimizar a aceleração do hardware sem necessidade de projetar um novo hardware. P: Como a F1 pode ser comparada com soluções tradicionais de FPGA? A instância F1 é uma instância da AWS com hardware programável para aceleração de aplicações.

Com a F1, você tem acesso a hardware de FPGA com alguns cliques simples, reduzindo o tempo e o custo de um ciclo completo de desenvolvimento e implantação de FPGAs em grande escala de meses ou anos para dias. Embora a tecnologia de FPGA já esteja disponível há décadas, a adoção da aceleração de aplicações enfrentou dificuldades no desenvolvimento de aceleradores e no modelo de negócios para vender hardware personalizado para empresas tradicionais devido ao tempo e ao custo de infraestrutura de desenvolvimento, de projeto de hardware e de implantação em grande escala.

Com a nova oferta, os clientes evitam as tarefas pesadas genéricas associadas ao desenvolvimento de FPGAs em datacenters locais. P: O que é uma imagem de FPGA da Amazon (AFI)? O projeto criado para programar uma FPGA é denominado uma Imagem de FPGA da Amazon (AFI).

A AWS disponibiliza um serviço para registrar, gerenciar, copiar, consultar e excluir AFIs. Depois que uma AFI for criada, ela poderá ser carregada em uma instância F1 em execução. Você pode carregar várias AFIs na mesma instância F1, como também alternar entre AFIs durante o runtime sem necessidade de reinicialização.

Isso permite testar e executar prontamente várias acelerações de hardware em rápida sequência. Você também pode oferecer a outros clientes do AWS Marketplace uma combinação da sua aceleração de FPGA e de uma AMI com software personalizado ou drivers de AFI.

P: Como posso catalogar minha aceleração de hardware no AWS Marketplace? Ao desenvolver sua AFI e as ferramentas/os drivers de software necessários para utilizá-la. Depois, será necessário empacotar essas ferramentas/esses drivers de software em uma Imagem de máquina da Amazon (AMI) em um formato criptografado.

A AWS gerencia todas as AFIs no formato criptografado disponibilizado por você mesmo para manter a segurança do seu código. Para vender um produto no AWS Marketplace, você ou a sua empresa deverá fazer o cadastro para tornar-se um revendedor do AWS Marketplace.

  1. Depois, será necessário enviar o ID da AMI e os IDs da AFI que você deseja empacotar em um único produto.
  2. O AWS Marketplace fará clonagem das AMIs e das AFIs para criar um produto e associará um código de produto a estes artefatos, por exemplo, qualquer usuário final que se inscrever nesse código de produto terá acesso a essa AMI e às AFIs.

P: O que está disponível nas instâncias F1? Para os desenvolvedores, a AWS oferece um Hardware Development Kit (HDK – Kit de desenvolvimento de hardware) para ajudar a acelerar os ciclos de desenvolvimento, uma AMI para desenvolvedores de FPGA para desenvolvimento na nuvem, um SDK para as AMIs em execução na instância F1, além de um conjunto de APIs para registrar, gerenciar, copiar, consultar e excluir AFIs.

Desenvolvedores e clientes têm acesso ao AWS Marketplace, onde as AFIs podem ser anunciadas e compradas para uso em aceleração de aplicações. P: Preciso ser um especialista em FPGA para usar uma instância F1? Os clientes da AWS que assinam uma AMI otimizada para F1 do AWS Marketplace não precisam saber nada sobre FPGAs para aproveitar as acelerações proporcionadas pela instância F1 e pelo AWS Marketplace.

Getting Hands on with Amazon GuardDuty – AWS Virtual Workshop

Basta inscrever-se em uma AMI otimizada para F1 no AWS Marketplace com uma aceleração que corresponda à carga de trabalho. A AMI contém todo o software necessário para usar a aceleração da FPGA. Os clientes precisam apenas criar software para a API específica desse acelerador e começar e usá-lo.

  • P: Sou um desenvolvedor de FPGA.
  • Como começo a usar as instâncias F1? Os desenvolvedores podem começar a usar uma instância F1 criando uma conta da AWS e fazendo o download do AWS Hardware Development Kit (HDK).
  • O HDK inclui documentação sobre a F1, interfaces internas da FPGA e scripts de compilador para a geração de AFIs.

Os desenvolvedores podem começar a escrever código FPGA para as interfaces documentadas incluídas no HDK, criando sua função de aceleração. Os desenvolvedores podem executar instâncias da AWS com a AMI para desenvolvedores de FPGA. Essa AMI inclui as ferramentas de desenvolvimento necessárias para compilar e simular o código FPGA.

  • A AMI para desenvolvedores é melhor executada nas mais recentes instâncias C5, M5 ou R4.
  • Os desenvolvedores devem ter experiência em linguagens de programação usadas para a criação de código FPGA (por exemplo, Verilog ou VHDL) e compreender a operação que desejam acelerar.
  • P: Não sou um desenvolvedor de FPGA.

Como começo a usar instâncias F1? Os clientes podem começar a usar instâncias F1 selecionando um acelerador no AWS Marketplace, fornecido pelos vendedores do AWS Marketplace e executando uma instância F1 com essa AMI. A AMI inclui todo o software e as APIs para esse acelerador.

A AWS gerencia a programação da FPGA com a AFI desse acelerador. Os clientes não precisam ter experiência ou conhecimento de FPGA para usar esses aceleradores. Eles podem trabalhar inteiramente com as APIs de software desse acelerador. P: A AWS oferece um kit para desenvolvedores? Sim. O kit de desenvolvimento de hardware (HDK) inclui ferramentas e modelos de simulação para que os desenvolvedores possam simular, depurar, criar e registrar código de aceleração.

O HDK inclui amostras de código, scripts de compilação, interfaces de depuração e muitas outras ferramentas necessárias para o desenvolvimento de código FPGA para instâncias F1. Você pode usar o HDK em uma AMI fornecida pela AWS ou em seu ambiente de desenvolvimento on-premises.

Esses modelos e scripts estão disponíveis publicamente com uma conta da AWS. P: Posso usar o HDK em meu ambiente de desenvolvimento on-premises? Sim. Você pode usar o HDK em uma AMI disponibilizada pela AWS ou em seu próprio ambiente de desenvolvimento local. P: Posso adicionar uma FPGA a qualquer tipo de instância do EC2? Não.

As instâncias F1 são fornecidas em três tamanhos: f1.2xlarge, f1.4xlarge e f1.16xlarge. P: Como uso o chip Inferentia em instâncias Inf1? Você pode iniciar seu fluxo de trabalho construindo e treinando seu modelo em uma das estruturas de trabalhos populares de ML, como TensorFlow, PyTorch ou MXNet, usando instâncias de GPU como P4, P3 ou P3dn.

Uma vez que o modelo for treinado para sua precisão necessária, você poderá usar a API da estrutura de trabalho de ML para invocar o Neuron, um kit de desenvolvimento de software para o Inferentia, para compilar o modelo para execução em chips Inferentia, carregá-lo na memória do Inferentia e, em seguida, executar a chamadas de inferência.

Para começar rapidamente, você pode usar as AMIs do AWS Deep Learning que vêm pré-instaladas com estruturas de ML e o SDK do Neurônio. Para uma experiência totalmente gerenciada, você poderá usar o Amazon SageMaker, que permitirá implantar perfeitamente seus modelos treinados em instâncias Inf1.

P: Quando devo usar instâncias Inf1 vs. C6i ou C5 vs. G4 para inferência? Os clientes que executam modelos de machine learning que são sensíveis à latência e à taxa de transferência de inferências podem usar instâncias Inf1 para inferência econômica de alta performance. Para os modelos de ML que são menos sensíveis à latência e à taxa de transferência de inferência, os clientes podem usar instâncias C6i ou C5 do EC2 e utilizar o conjunto de instruções AVX-512/VNNI.

Para modelos de ML que exigem acesso a bibliotecas CUDA, CuDNN ou TensorRT da NVIDIA, recomendamos o uso de instâncias G4. P: Quando devo escolher a EI (Inferência elástica) para inferência versus instâncias Inf1 do Amazon EC2? Há dois casos em que os desenvolvedores escolhem a EI em vez de instâncias Inf1: (1) se você precisar de tamanhos de CPU e memória diferentes dos oferecidos pela Inf1, poderá usar a EI para anexar aceleração à instância do EC2 com a combinação certa de CPU e memória para o seu aplicativo (2) se os seus requisitos de desempenho forem significativamente menores do que o que é oferecido pela menor instância Inf1, usar a EI poderá ser uma opção mais econômica.

Por exemplo, se você precisar apenas de 5 TOPS, o suficiente para processar até 6 streams de vídeo simultâneos, o uso da menor fatia de EI com uma instância C5.large pode ser 50% mais barato do que o uso do menor tamanho de uma instância Inf1. P: Quais tipos e operadores de modelos de ML têm suporte pelas instâncias Inf1 do EC2 usando o chip Inferentia? Os chips Inferentia oferecem suporte a modelos de machine learning comumente usados, como o SSD (single shot detector) e o ResNet para reconhecimento/classificação de imagem e o Transformer e o BERT para processamento e tradução de linguagem natural, entre muitos outros.

Uma lista de operadores com suporte pode ser encontrada no GitHub. P: Como tirar proveito do recurso NeuronCore Pipeline do AWS Inferentia para reduzir a latência? Instâncias Inf1 com vários chips Inferentia, como Inf1.6xlarge ou Inf1.24xlarge, oferecem suporte a uma interconexão rápida de chip para chip.

Usando o recurso de Pipeline de processamento do Neuron, você pode dividir seu modelo e carregá-lo na memória de cache local em vários chips. O compilador do Neuron usa a técnica de compilação antes do tempo (AOT) para analisar o modelo de entrada e compilá-lo para que ele caiba na memória em chip de um ou vários chips Inferentia.

Isso permite que os Cores do Neuron tenham acesso de alta velocidade aos modelos e não exijam acesso à memória fora do chip, mantendo a latência limitada e aumentando a taxa de transferência de inferência geral. P: Qual é a diferença entre o AWS Neuron e o Amazon SageMaker Neo? O AWS Neuron é um SDK especializado para chips AWS Inferentia que otimiza a performance de inferência de machine learning dos chips Inferentia.

  1. Ele consiste em um compilador, em um tempo de execução e em ferramentas de criação de perfil para o AWS Inferentia e é necessário para executar cargas de trabalho de inferência em instâncias Inf1 do EC2.
  2. Por outro lado, o Amazon SageMaker Neo é um serviço agnóstico de hardware que consiste em um compilador e tempo de execução, que permite que os desenvolvedores treinem modelos de machine learning uma vez e os executem em muitas plataformas de hardware diferentes.

P: Como faço para usar os chips Trainium em instâncias Trn1? A pilha de softwares Trainium, AWS Neuron SDK, se integra às principais frameworks de ML, como PyTorch e TensorFlow, para que você possa começar com o mínimo de alterações de código. Para começar rapidamente, você pode usar as AMIs do AWS Deep Learning e AWS Deep Learning Containers, que vêm pré-configurados com o AWS Neuron.

Se estiver usando aplicações em contêineres, poderá implantar o AWS Neuron usando o Amazon Elastic Container Service (Amazon ECS), o Amazon Elastic Kubernetes Service (Amazon EKS) ou seu mecanismo de contêiner nativo preferido. O AWS Neuron também oferece suporte ao Amazon SageMaker, que você pode usar para criar, treinar e implantar modelos de machine learning.

P: Onde posso implantar modelos de aprendizado profundo treinados no Trn1? Você pode implantar modelos de aprendizado profundo treinados em instâncias Trn1 em qualquer outra instância do Amazon EC2 que ofereça suporte a casos de uso de aprendizado profundo, incluindo instâncias baseadas em CPUs, GPUs ou outros aceleradores.

  • Você também pode implantar modelos treinados em instâncias Trn1 fora da AWS, como datacenters on-premises ou em dispositivos incorporados na borda.
  • Por exemplo, você pode treinar seus modelos em instâncias Trn1 e implantá-los em instâncias Inf1, instâncias G5, instâncias G4 ou dispositivos de computação na borda.

P: Quando eu usaria instâncias Trn1 em vez de instâncias baseadas em GPU para treinar modelos de ML? As instâncias Trn1 são uma boa opção para seus casos de uso de treinamento em processamento de linguagem natural (PLN), modelo de linguagem grande (LLM) e modelo de visão computacional (CV).
Ver resposta completa

Para que serve o Beanstalk?

O Elastic Beanstalk é um serviço para implementar e escalar aplicações e serviços da Web. Envie seu código e o Elastic Beanstalk gerencia automaticamente a implantação, desde o provisionamento de capacidade, balanceamento de carga e escalabilidade automática até o monitoramento da integridade de aplicações.
Ver resposta completa

Qual declaração melhor descreve o Amazon Simple Storage Service Amazon S3 )?

Conceitos básicos – Amazon Simple Storage Service (S3) – AWS O Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) é um serviço de armazenamento de objetos que oferece escalabilidade, disponibilidade de dados, segurança e performance líderes do setor. Você pode utilizar o Amazon S3 para armazenar e recuperar qualquer volume de dados, a qualquer momento, de qualquer lugar na Web.

Para aproveitar ao máximo o Amazon S3, é necessário entender alguns conceitos simples. O Amazon S3 armazena dados como objetos dentro de buckets. Um objeto é formado por um arquivo e, opcionalmente, os metadados que descrevem esse arquivo. Para armazenar um objeto no Amazon S3, carregue o arquivo que deseja armazenar em um bucket.

Ao carregar um arquivo, é possível definir permissões no objeto e quaisquer metadados. Buckets são os contêineres para objetos. É possível ter um ou mais buckets. Para cada bucket, é possível controlar o acesso a ele (quem pode criar, excluir e listar objetos nele), exibir logs de acesso para ele e escolher a regão geográfica onde o Amazon S3 armazenará o bucket e seu conteúdo. Configurar e fazer login na sua conta da AWS Para usar o Amazon S3, é preciso ter uma, Se você ainda não tiver uma conta, será necessário criar uma quando se cadastrar no Amazon S3. Você não será cobrado pelo Amazon S3 até começar a usá-lo. Cada objeto no Amazon S3 é armazenado em um bucket. Antes que você possa armazenar dados no Amazon S3, é necessário, Comece a desenvolver com a AWS Agora que criou um bucket, você está pronto para adicionar um objeto a ele. Um objeto pode ser qualquer tipo de arquivo: um arquivo de texto, uma foto, um vídeo etc. Leia o para saber mais e comece a criar. Desenvolvedores que criam aplicativos podem escolher entre uma grande variedade de AWS SDKs que simplificam o uso do Amazon S3 nos casos de uso.

Os AWS SDKs para Amazon S3 incluem bibliotecas, exemplos de código e documentação para as seguintes plataformas e linguagens de programação. O ajuda você a criar aplicativos móveis de alta qualidade com facilidade e rapidez. Esse SDK oferece acesso a serviços especificamente desenvolvidos para a criação de aplicativos móveis, conectores otimizados para mobilidade para conexão a serviços populares de streaming de dados, armazenamento e banco de dados da AWS, e acesso a uma grande variedade de outros serviços da AWS.

O AWS Mobile SDK inclui bibliotecas, exemplos de códigos e documentação para iOS, Android e Fire OS, permitindo que você crie aplicativos que ofereçam experiências excelentes para diversos dispositivos e plataformas. A AWS oferece cursos gratuitos de armazenamento online para ajudar você a aprender como arquitetar e gerenciar soluções de armazenamento altamente disponíveis criadas no Amazon S3.

  1. Avance dos conceitos básicos aos tópicos técnicos avançados para aumentar sua expertise no Amazon S3 e ajudar sua organização a acelerar a migração para a nuvem.
  2. Saiba mais navegando pelas opções de progressão do treinamento abaixo.
  3. E obtenha um distintivo digital após a conclusão com êxito do curso e da avaliação.

Conheça o S3 e como fazer upload de dados, elementos de segurança e recursos essenciais. Visão geral do gerenciamento do S3, como monitorar a atividade do S3 e as tendências de armazenamento. Neste curso, você aprenderá as classes de armazenamento e como escolher a classe certa para seu caso de uso.

  • Neste curso, você aprenderá as técnicas que poderá usar para otimizar os custos do Amazon S3.
  • Neste programa de estudos, você aprenderá como obter a melhor performance usando o S3.
  • Aprenda as práticas recomendáveis de segurança do S3 e como prevenir o acesso aos seus dados.
  • Aprenda os recursos para auditar a atividade e os recursos do S3 para ajudar a melhorar seu procedimento de segurança.

Como usar, gerenciar, proteger, monitorar e otimizar o Amazon S3. Armazene seus arquivos na nuvem usando o Amazon S3 Crie facilmente seus próprios scripts para fazer backup de arquivos na nuvem Amazon S3, Route 53, CloudFront Hospede um site pessoal ou de marketing simples na AWS Elimine os backups com fitas on-premises usando o S3 Glacier Deep Archive Amazon S3 Intelligent-Tiering Comece a armazenar seus dados na classe de armazenamento Amazon S3 Intelligent-Tiering, assim você passará a ter economias automáticas no armazenamento Classes de armazenamento do Amazon S3 Glacier Comece a armazenar os conjuntos de dados de arquivos no Amazon S3 Glacier Instant Retrieval, Amazon S3 Glacier Flexible Retrieval e Amazon S3 Glacier Deep Archive Proteja os dados no Amazon S3 contra exclusão acidental ou bugs de aplicativos que usam o versionamento do S3, o bloqueio de objetos do S3 e a replicação do S3 Replique dados dentro e entre as regiões da AWS usando a réplica do Amazon S3 Amazon S3 agora oferece várias opções de soma de verificação para acelerar a verificação de integridade dos dados.

  1. Os algoritmos adicionais com suporte pelo S3 são: SHA-1, SHA-256, CRC32 e CRC32-C.
  2. Comece verificando se os arquivos não foram alterados durante a transferência de dados ou durante o upload ou download.
  3. Comece a usar a Lente de Armazenamento do Amazon S3 para obter visibilidade das tendências de uso e da atividade do armazenamento de objetos de toda a empresa, e obtenha recomendações práticas para melhorar os custos e aplicar as práticas recomendadas para a proteção dos dados Com o Amazon S3 Object Lambda, você pode adicionar seu próprio código às solicitações GET, LIST e HEAD do S3 para modificar dados conforme eles são retornados a uma aplicação.

Você pode usar o código personalizado para modificar os dados retornados por solicitações GET do S3 para converter formatos de dados, redimensionar imagens dinamicamente, editar dados confidenciais e muito mais. Encontre mais A AWS oferece um portfólio de serviços de transferência de dados para fornecer a solução certa para qualquer projeto de migração de dados.

  1. O nível de conectividade é um fator importante na migração de dados e a AWS tem produtos capazes de atender às suas necessidades de armazenamento em nuvem híbrida e transferência de dados offline e online.
  2. O é um serviço de armazenamento na nuvem híbrido que permite conectar e ampliar de forma transparente aplicações de armazenamento on-premises para o armazenamento da AWS.

Os clientes usam o Storage Gateway para transferir os backups para a nuvem, usar compartilhamentos de arquivos on-premises com respaldo do armazenamento na nuvem e fornecer acesso de baixa latência aos dados na AWS para aplicações on-premises. Usando o, é possível estabelecer uma conectividade privada entre a AWS e o seu datacenter, escritório ou ambiente de colocalização.

Essa conectividade pode reduzir os custos de rede, aumentar a taxa de transferência e oferecer uma experiência de rede mais consistente do que as conexões de Internet públicas. A consiste nos serviços, e O AWS Snowcone e o AWS Snowball são dispositivos de armazenamento e computação na borda pequenos, resistentes e seguros, usados para coleta, processamento e m giração de dados.

Esses dispositivos foram criados com o propósito específico de uso em pontos de presença com capacidade de rede restrita ou inexistente e oferecem recursos de armazenamento e computação em ambientes hostis. O AWS Snowmobile é um serviço de transferência na escala de exabytes usado para transferir volumes massivos de dados para a nuvem, incluindo bibliotecas de vídeo, repositórios de imagens ou até uma migração completa de datacenter.

  1. O facilita e torna eficiente a transferência de centenas de terabytes e milhões de arquivos para o Amazon S3 de forma até dez vezes mais rápida do que as ferramentas de código aberto.
  2. O DataSync processa ou elimina automaticamente muitas tarefas manuais, incluindo trabalhos de cópia de scripts, agendamento e monitoramento de transferências, validação de dados e otimização de utilização de rede.

Como Snowcone, você pode até transferir dados online de pontos de presença usando o AWS DataSync. A oferece uma transferência de dados para o Amazon S3 totalmente gerenciada, simples e direta usando SFTP, FTPS e FTP. O permite transferências de arquivos rápidas em longas distâncias entre seu cliente e o bucket do Amazon S3.

  • O e o tornam fácil e segura a captura e o carregamento de dados de streaming de dispositivos IoT para o Amazon S3.
  • Intro to Amazon S3 (4:32) Getting started with S3 (49:35) Amazon S3 Storage Classes (37:48) Fique atualizado com os O Amazon S3 é integrado a conectores de terceiros para ajudar a transferir dados para dentro e para fora da Nuvem AWS.

O foi criado para disponibilizar para os clientes da AWS os provedores de tecnologia e consultoria da mais alta qualidade com proficiência técnica demonstrada e sucesso comprovado em áreas de soluções especializadas. Os parceiros que adquiriram uma competência da APN oferecem diversos serviços, softwares e soluções que são integrados na Nuvem AWS. Confira os recursos do produto Saiba mais sobre os recursos para gerenciamento de dados, segurança, gerenciamento de acesso, análise e muito mais. Cadastre-se para obter uma conta gratuita Obtenha acesso instantâneo ao nível gratuito da AWS e comece a experimentar o Amazon S3. Comece a criar no console Noções básicas de como criar com o Amazon S3 no Console AWS. : Conceitos básicos – Amazon Simple Storage Service (S3) – AWS
Ver resposta completa

Qual declaração melhor descreve o Amazon Simple Storage Service Glacier Amazon S3 Glacier )?

O Amazon S3 Glacier (S3 Glacier) é um serviço seguro e durável para arquivamento de dados de baixo custo e backup de longo prazo. Com o S3 Glacier, você pode armazenar seus dados de forma econômica por meses, anos ou até décadas. O S3 Glacier ajuda você a transfira os encargos administrativos de operação e escalabilidade do armazenamento.

AssimAWS, você não precisa se preocupar com planejamento de capacidade, provisionamento de hardware, replicação de dados, detecção e recuperação de falhas de hardware nem migrações de hardware demoradas. Para obter mais informações, acesse a página de definição de preço do S3 Glacier, O Amazon Simple Storage Service (Amazon S3) também oferece três classes de armazenamento de arquivos do Amazon S3.

Essas classes de armazenamento foram desenvolvidas para diferentes padrões de acesso e duração do armazenamento. As diferenças entre essas classes de armazenamento são:

S3 Glacier Instant Retrieval : use para arquivar dados que raramente são acessados e exigem recuperação de milissegundos. S3 Glacier Flexible Retrieval (antiga classe de armazenamento S3 Glacier): use para arquivos nos quais partes dos dados podem precisar ser recuperadas em minutos. Os dados armazenados na classe de armazenamento S3 Glacier Flexible Retrieval podem ser acessados em apenas 1 a 5 minutos usando a recuperação expressa. Também será possível solicitar recuperações em massa gratuitas em até 5 a 12 horas. S3 Glacier Deep Archive : use para arquivar dados que raramente precisam ser acessados. Os dados armazenados na classe de armazenamento S3 Glacier Deep Archive têm um tempo de recuperação padrão de 12 horas.

Ver resposta completa

O que é protocolo S3?

Quando usar o S3? – O S3 é um serviço de armazenamento bastante flexível, que suporta diversos casos de uso, como por exemplo:

  • Armazenamento de arquivos para aplicações web : como arquivos CSS e JavaScript do frontend da sua aplicação, e imagens enviadas pelos seus usuários via upload.
  • Arquivos de backups e logs : você pode armazenar arquivos privados, como logs de alguma aplicação, ou até mesmo backups de longo prazo do seu banco de dados, usados para fins legais.
  • Archive para um grande volume de dados : é possível armazenar muita coisa no S3. É possível armazenar objetos com até 5 terabytes e um bucket suporta um número ilimitado de objetos. Para grandes volumes de dados você pode utilizar o S3 Glacier e economizar ainda mais o custo de armazenamento.
  • Replicação de dados entre diferentes regiões : para aplicações distribuídas globalmente, você pode replicar buckets inteiros em diferentes regiões da AWS com um Batch Operation.
  • Hospedagem de sites estáticos : se você tem uma aplicação web que consiste só em arquivos estáticos, ou uma Single Page Applications (SPA), você pode utilizar somente o S3 para hospedar essa aplicação em completo.

Ver resposta completa

Quais são os três tipos de balanceadores de carga oferecidos pelo Amazon Elastic Load Balancing?

O Elastic Load Balancing é compatível com os seguintes tipos de balanceadores de carga: Application Load Balancers e Network Load Balancers. Os serviços do Amazon ECS podem usar esses tipos de balanceador de carga. Os application load balancers são usados para encaminhar o tráfego HTTP/HTTPS (ou Camada 7).
Ver resposta completa

O que significa load balance?

Load balance: o que é, qual a função e como aplicá-lo no seu negócio? Balanceamento de carga ou load balance é uma técnica utilizada para manter a estabilidade de um servidor quando o tráfego ou o volume de dados é muito grande. O ponto principal é otimizar o tráfego de informações e garantir o funcionamento de um sistema para o usuário, estabilizando a navegação.

Você já deve ter se deparado com a situação de um site cair ou sair do ar quando muitas pessoas estão acessando ao mesmo tempo. Essa situação é bastante comum em sites com promoções relâmpago, vendas de ingressos de shows ou inscrições com vagas limitadas. O load balance tenta evitar que essa sobrecarga aconteça e melhora o desempenho do sistema.

A ideia é distribuir as milhares de solicitações e dados dos usuários entre os diferentes servidores. Isso faz parte da de uma aplicação. Muitas vezes o load balance não impede completamente que surjam problemas técnicos por conta da sobrecarga. Mas o que ele faz é não permitir que estas instabilidades cheguem até o usuário e prejudiquem sua experiência de navegação.
Ver resposta completa

Quais são os cinco pilares da AWS?

AWS Well-Architected – Crie aplicações para a nuvem seguras e eficientes A AWS Well-Architected ajuda arquitetos de nuvem a construir infraestruturas seguras, resilientes, eficientes e de alta performance para aplicações e workloads. Baseado em seis pilares (excelência operacional, segurança, confiabilidade, eficiência de performance, otimização de custos e sustentabilidade), o AWS Well-Architected fornece uma abordagem consistente para que clientes e parceiros avaliem arquiteturas e implementem designs que podem se expandir com o tempo.

O AWS Well-Architected Framework incluir perspectivas específicas de domínios, e a AWS Well-Architected Tool. A disponível gratuitamente no, fornece um mecanismo para avaliar regularmente seu workload, identificar problemas de alto risco e registrar suas melhorias. A AWS também oferece acesso a um ecossistema de centenas de membros no programa de parceiros do AWS Well-Architected.

em sua área para ajudar você a analisar e revisar suas aplicações. Reliance Steel and Aluminum Uses AWS Well-Architected Framework to Build Better in the Cloud (A Reliance Steel and Aluminium usa o AWS Well-Architected Framework para se desenvolver melhor na nuvem) (4:02) O AWS Well-Architected Framework descreve os principais conceitos, princípios de projeto e práticas recomendadas para projetar e executar workloads na nuvem. O pilar Excelência operacional se concentra na execução e monitoramento sistemas e na melhoria contínua de processos e procedimentos. Os principais tópicos incluem automação de alterações, reação a eventos e definição de padrões para gerenciar as operações diárias.

O pilar Segurança se concentra na proteção de informações e sistemas. Os principais tópicos incluem confidencialidade e integridade de dados, gerenciamento de permissões de usuário e estabelecimento de controles para detectar eventos de segurança. O pilar da confiabilidade se concentra nos workloads que executam as funções pretendidas e na recuperação rápida de falhas em atender demandas.

Os principais tópicos incluem projeto de sistemas distribuídos, planejamento de recuperação e requisitos adaptação a mudanças. O pilar de eficiência de performance se concentra na alocação estruturada e simplificada de recursos de TI e computação. Os principais tópicos incluem seleção dos tipos e tamanhos certos dos recursos otimizados para os requisitos de workload, monitoramento de performance e manutenção da eficiência à medida que as necessidades comerciais evoluem.

O pilar de otimização de custos se concentra em evitar custos desnecessários. Os principais tópicos incluem compreensão dos gastos ao longo do tempo e controle da alocação de fundos, seleção do tipo e quantidade certa de recursos e dimensionamento para atender às necessidades de negócios sem gastos excessivos.

O pilar de sustentabilidade se concentra em minimizar os impactos ambientais da execução de workloads em nuvem. Os principais tópicos incluem um modelo de responsabilidade compartilhada para sustentabilidade, compreensão do impacto e maximização da utilização para minimizar os recursos necessários e reduzir os impactos posteriores.

As perspectivas do AWS Well-Architected estendem as orientações oferecidas pelo AWS Well-Architected a domínios específicos da indústria e da tecnologia, como machine learning (ML), análise de dados, tecnologia sem servidor, computação de alta performance (HPC), IoT, SAP, mídia de streaming, indústria de jogos, rede híbrida e serviços financeiros.

Para avaliar workloads completamente, use as perspectivas aplicáveis com o AWS Well-Architected Framework e seus seis pilares. Diferentemente do Framework e Lenses, que estão alinhados com todos os seis pilares do Well-Architected Framework, o AWS Well-Architected Guidance foca um caso de uso, uma tecnologia ou um cenário de implementação específico. “A CyberAgent, Inc. pôde saber rapidamente sobre a AWS e visualizar os possíveis riscos de negócios adotando o AWS Well-Architected Framework. Além disso, conseguimos usar o conhecimento acumulado com as práticas recomendadas do AWS Well-Architected para implementar alterações de arquitetura e resolver os riscos com êxito.” Shota Tsuge, engenheiro sênior de confiabilidade organizacional, CyberAgent, Inc. “A NEC realizou revisões do AWS Well-Architected Framework em vários projetos para melhorar a qualidade da integração. Ao desenvolver o Water Counter Cloud Service, realizamos uma revisão em um estágio inicial do processo de design. Isso nos possibilitou identificar problemas de design com antecedência e solucioná-los rapidamente, permitindo que fornecêssemos serviços para o setor de saneamento básico da cidade de Sakai o mais rápido possível.

O AWS Well-Architected Framework também é muito útil para treinar engenheiros e é indispensável para melhorar nossas capacidades técnicas como integrador de sistemas.” Nobuaki Iijima, gestor geral – NEC Corporation Os membros do programa de parceiros do AWS Well-Architected têm treinamento detalhado sobre o AWS Well-Architected Framework e podem ajudar a implementar melhores práticas, medir o estado dos workloads e fazer melhorias onde elas forem necessárias.

Os clientes engajados com esses parceiros observam redução de custo significativas, performance de aplicativo aprimorado e riscos de segurança reduzidos. e pergunte sobre créditos de produtos da AWS. Se você for novo na AWS, para saber como criar aplicações e sistemas na AWS. Inscrever-se no treinamento Faça o treinamento no seu próprio ritmo, onde você encontrará os princípios de projeto específicos do pilar e exemplos de melhores práticas do AWS Well-Architected. Saiba mais sobre o que é necessário para se tornar um Parceiro do AWS Well-Architected e como executar um engajamento bem-sucedido. : AWS Well-Architected – Crie aplicações para a nuvem seguras e eficientes
Ver resposta completa

O que melhor descreve uma zona de disponibilidade?

O Amazon EC2 está hospedado em vários locais no mundo todo. Esses locais são compostos por Regiões da AWS, zonas de disponibilidade, zonas locais, AWS Outposts e zonas do Wavelength.

  • Cada Região é uma área geográfica separada.
  • As zonas de disponibilidade são vários locais isolados dentro de cada região.
  • As zonas locais fornecem a capacidade de colocar recursos, como computação e armazenamento, em vários locais mais próximos dos usuários finais.
  • O AWS Outposts leva serviços, infraestrutura e modelos operacionais nativos da AWS a praticamente qualquer datacenter, espaço de colocalização ou on-premises.
  • As zonas do Wavelength permitem que os desenvolvedores criem aplicações que oferecem baixíssimas latências para dispositivos 5G e usuários finais. O Wavelength implanta os serviços de armazenamento e computação padrão da AWS até a borda das redes 5G de operadoras de telecomunicação.

AWSA opera datacenters de última geração e altamente disponíveis. Embora sejam raras, podem ocorrer falhas que afetam a disponibilidade das instâncias que estão no mesmo local. Se você hospedar todas as suas instâncias em um único local afetado por uma falha, nenhuma delas ficará disponível.
Ver resposta completa

Qual descrição melhor define uma VPC Virtual Private Cloud da AWS?

Como funciona a Amazon VPC A Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC) permite iniciar recursos da AWS em uma rede virtual definida por você. Essa rede virtual se assemelha a uma rede tradicional que você operaria no seu datacenter, com os benefícios de usar a infraestrutura dimensionável da AWS.

  • A seguir há uma representação visual de uma VPC e seus recursos no painel Visualização mostrado quando você cria uma VPC usando o AWS Management Console.
  • Para uma VPC existente, é possível acessar essa visualização na guia Mapa de recursos,
  • Este exemplo mostra os recursos inicialmente selecionados na página Criar VPC quando você escolhe criar a VPC e outros recursos de rede.

Essa VPC é configurada com sub-redes em duas zonas de disponibilidade, três tabelas de rotas, um gateway da Internet e um endpoint de gateway. Como selecionamos o gateway da Internet, a visualização indica que o tráfego das sub-redes públicas é roteado para a Internet porque a tabela de rotas correspondente envia o tráfego para o gateway da Internet.

Uma nuvem privada virtual (VPC) é uma rede virtual dedicada à sua conta da AWS. Ela é isolada de maneira lógica de outras redes virtuais na Nuvem da AWS. Você pode especificar um intervalo de endereços IP para a VPC, adicionar sub-redes, adicionar gateways e associar grupos de segurança. Uma sub-rede é uma gama de endereços IP na VPC.

Você inicia recursos da AWS, como instâncias do Amazon EC2, nas suas sub-redes. É possível conectar uma sub-rede à Internet, outras VPCs e aos seus próprios datacenters e rotear tráfego de e para as suas sub-redes utilizando tabelas de rotas.
Ver resposta completa

Como funciona o AWS Amazon?

Como funciona a Amazon Web Services (AWS)? – A AWS disponibiliza serviços a partir de inúmeros data centers estrategicamente espalhados por zonas de disponibilidade em diversas áreas do mundo. Essa zona de disponibilidade representa um local que abriga data centers físicos. Rede global de regiões da Amazon Web Services – Zonas de disponibilidade AWS Atualmente, mais de 100 serviços compõem o portfólio da Amazon Web Services, incluindo os serviços de nuvem, bancos de dados, gerenciamento de infraestrutura, desenvolvimento de aplicativos e segurança.
Ver resposta completa

Como funciona el sistema de Amazon?

Amazon Prime O Amazon Prime é uma assinatura mensal ou anual com vários benefícios, incluindo frete rápido GRÁTIS ou com desconto para compras elegíveis, streaming de filmes, séries de TV e música, ofertas de compras exclusivas, jogos, leitura e muito mais. Os benefícios de entrega incluem:

Entrega prioritária GRÁTIS em produtos elegíveis para mais de 100 cidades no Brasil. A entrega prioritária pode ter um prazo de entrega de 1 dia útil. Verifique a página para ver se essa opção de entrega está disponível para seu CEP. Entrega expressa GRÁTIS em produtos elegíveis para todos os estados do Brasil. A entrega expressa GRÁTIS pode ter prazo de entrega a partir de 2 dias, dependendo da sua localização. Entrega padrão GRÁTIS em produtos elegíveis enviados para todo o Brasil. Entrega hoje com 20% de desconto (a entrega no mesmo dia está disponível somente para produtos elegíveis vendidos e enviados pela Amazon comprados antes do meio-dia e entregues em CEPs elegíveis. Se disponível, você verá essa opção de entrega no momento da finalização da compra.)

Não há valor mínimo de compra para usar o frete grátis. Para mais informações, consulte, Os benefícios de entretenimento incluem:

Prime Video: Acesso a filmes e séries de TV, incluindo Amazon Originals premiados. Os membros Prime podem assistir na TV, no console de videogame, no tablet, no celular ou na web. Eles também podem assistir online ou baixar para assistir offline. Para mais informações, consulte, O Amazon Music para membros Prime oferece acesso a 100 milhões de músicas sem anúncios, o maior catálogo dos melhores podcasts sem anúncios e milhares de playlists e estações. Tudo isso incluído no Prime sem custo adicional. Para mais informações, consulte Prime Reading: Acesse centenas de eBooks de ficção e não ficção, revistas e muito mais sem custo adicional. Os membros Prime podem lê-los em seu dispositivo Kindle ou nos aplicativos de leitura Kindle gratuitos para computador, tablets e smartphones iOS e Android. Para mais informações, acesse, Prime Gaming: Obtenha jogos gratuitos, conteúdo de jogos e uma assinatura de canal gratuita no Prime Gaming todos os meses. Alguns tipos de conteúdo são fornecidos por terceiros e estão sujeitos aos termos deles; você precisará vincular sua conta Prime à sua conta de terceiros. Para mais informações, acesse,

Os benefícios de compras incluem:

Acesso Antecipado Prime: Ganhe acesso antecipado de 30 minutos às Ofertas Relâmpago na Amazon.com.br. Ofertas Exclusivas Prime e Ofertas Prime do Dia: Ganhe acesso exclusivo a uma seleção de ofertas de compras apenas para membros Prime na Amazon.com.br. : Os membros Prime recebem um desconto de 15% nas compras de 10 ou mais produtos iguais ou diferentes participantes do, Para mais informações, consulte os,

Nota:

A assinatura Prime é específica de cada país. Se você tiver uma assinatura Prime na Amazon.com.br, terá acesso apenas aos benefícios Prime oferecidos pela Amazon.com.br no Brasil. Você não terá acesso aos benefícios Prime em sites de outros países, como a Amazon.com. O Amazon Prime não está disponível para clientes que compram produtos para fins de revenda ou usam o Amazon Prime para enviar produtos para seus clientes ou clientes potenciais. Podemos alterar esses benefícios periodicamente, conforme indicado nos, Alguns produtos não estão disponíveis para Entrega expressa grátis devido a suas características especiais de envio e, por isso, serão enviados com Entrega padrão grátis.

: Amazon Prime
Ver resposta completa

Como a Amazon está revolucionando a entrega de produtos?

Amazon desenvolveu e patenteou uma ideia audaciosa. Trata-se da ‘anticipatory shipping’, em português, ‘entrega antecipada’. É a inteligência artificial revolucionando o conceito de entregas no comércio virtual. Com este método, a entrega se inicia antes mesmo do cliente fechar a compra.
Ver resposta completa