Coloração De Gram Artigo Cientifico? - 2024, CLT Livre

Coloração De Gram Artigo Cientifico?

Coloração De Gram Artigo Cientifico

Quais são os reagentes utilizados na coloração de Gram?

Clique na imagem abaixo para ver como fazer a coloração simples e a coloração de Gram. A coloração de Gram classifica as bactérias em dois grandes grupos: as bactérias Gram positivas e Gram negativas. A classificação baseia-se na diferença das estruturas de parede celular das bactérias e como cada uma das estruturas reage aos corantes utilizados no método. Várias alterações do método original de GRAM já foram feitas. Entretanto, em todas elas quatro reagentes básicos são usados:

corante básico (violeta de genciana ou cristal violeta) mordente (solução de iodo iodetada ou LUGOL) agente descorante (álcool etílico, acetona ou álcool-acetona 1/3) corante básico de fundo: (fucsina básica diluída ou safranina).

Figura 1. Representação da ação dos reagentes utilizados na coloração de Gram. TÉCNICA: a) Cobrir o esfregaço com o corante violeta de genciana (corante primário) e deixar o corante agir por um minuto; b) Escorrer o corante e lavar rapidamente a lâmina em água corrente; c) Cobrir o esfregaço com solução de Lugol (mordente) e deixar agir por um minuto; d) Escorrer o mordente e lavar rapidamente a lâmina em água corrente; e) Inclinar a lâmina e gotejar a solução de álcool-acetona (descorante) por aproximadamente 15 segundos, até perceber que não está mais havendo descoloração; f) Em seguida, lavar a lâmina em água corrente; g) Cobrir o esfregaço com fucsina ou safranina (contracorante) e deixar agir por 30 segundos; h) Escorrer o corante e lavar a lâmina em água corrente; i) Secar a preparação com papel filtro apertando-o cuidadosamente sobre a lâmina, sem esfregar, para não remover a preparação. Figura 2. Exemplos de lâminas de cocos e bastonetes Gram-positivos e Gram-negativos (Foto Martin Rotker). Referências: Rotker, M. Photomicrograph of cultured Neisseria meningitidis (meningococcus), a gram-negative diplococcus bacterium that causes cerebrospinal meningitis, gram stain, mag.1125x (at 24 x 36 mm). Disponível em: https://www.medicalimages.com/stock-photo-photomicrograph-of-cultured-neisseria-meningitidis-meningococcus-a-gram-negative-diplococcus-image22440749.html/ > Quer aprender mais colorações diferenciais? Coloração de Ziehl Neelsen Coloração de endósporos Coloração de cápsula Voltar ao item Técnicas de Coloração. Quer aprender outro tópico? Voltar à página inicial.
Ver resposta completa

Por que as células gram negativo são incolores?

Coloraçao De Gram 2)Esfregaço da cultura bacteriana sólida: Flambou-se a alça de platina, resfriou-se em um tubo com água esterilizada. A partir daí todo procedimento foi realizado próximo da chama do bico de bunsen. Em seguida, foi retirada uma gota de água estéril e depositou-se na lâmina.

You might be interested:  Artigo De Opinião Sobre Educação?

Foi novamente flambado a alça, resfriou-se e assim foi coletada uma amostra da cultura sólida, onde foi levada até a água depositada sobre a lâmina. Foi homogeneizado com movimentos circulares, obtendo-se um esfregaço oval, uniforme e fino. Após fixou-se o esfregaço passando a lâmina na chama do bico de bunsen, como se cortando a chama 3 vezes, para que o material fique bem aderido.3)Adição de Corantes: Colocou-se a lâmina com o esfregaço sobre um suporte na pia.

Onde foi realizada a coloração seguindo-se a seguinte sequencia: 1- Cobriu-se a lâmina com cristal violeta(Gram I) foi deixado agir por 1minuto.2- A lâmina foi lavada em jato fraco de água esterilizada contida na pisseta de forma corrente, dos dois lados.3- Cobriu-se então após lavagem da lâmina com lugol (Gram II), onde foi deixado agir por 1 minuto e depois foi lavada novamente a lâmina no mesmo procedimento anterior.5- Cobriu-se a lâmina com álcool (Gram III), e esperou-se 20 segundos e lavou-se bem a lâmina.6- Cobriu-se a lâmina com safranina (Gram IV) e foi deixado agir por 30 segundos, e, novamente lavou-se a lâmina.

  • Observações:
  • É fundamental que o esfregaço fique totalmente coberto com cada um dos reagentes e que o reagente anterior seja completamente removido antes de se adicionar o seguinte.
  • * Este é o passo fundamental da técnica pois:
  • – se deixarmos atuar o descorante tempo demais este vai retirar o corante a bactérias que deviam ficar coradas de cristal de violeta, ou seja, faz com que as células Gram positivo apareçam como Gram negativo.
  • – se o descorante atuar tempo a menos não se remove completamente os complexos formados entre o corante primário e o mordente e assim aparecem coradas de violeta bactérias Gram negativo às quais o descorante não conseguiu retirar convenientemente o corante primário.
  • 4. RESULTADO E DISCUSSÕES
  • 1) Lâmina da bactéria Estaphylococcus epidermidis
  • Sua cepa macroscopicamente apresenta uma coloração violeta.
  • Microscopicamente observada depois da coloração de gram, apresentou bacilos vermelhos, indicando assim uma contaminação.
  • 2) Estafilococcus aureus e Staphylococcus saprophyticus: Cocos que apresentaram contaminação por bacilos
  • 3) Escherichia coli : A lâmina microscopicamente apresentou bacilos pequenos vermelhos, mas também bacilos grandes violetas, indicando uma cepa com contaminação.
  • Meio Sólido
You might be interested:  Artigo Sobre Enfermagem Do Trabalho?

2. Resultados obtidos com a Coloração de Gram.

  1. Bactéria
  2. SOLUÇÃO Gram positiva Gram negativa
  3. Cristal violeta Cora de violeta Cora de violeta
  4. Lugol Permanece Violeta Permanece Violeta
  5. Álcool Permanece Violeta Torna-se INCOLOR
  6. Safranina Permanece Violeta Tinge de Vermelho
  7. 1) corante primário: violeta de cristal
  8. É o primeiro a ser usado e cora todas as células de violeta.
  9. 2) mordente: lugol – solução de iodo

Este reagente é uma substância que forma um complexo insolúvel ligando-se ao corante primário. O complexo resultante serve para intensificar a cor do corante, ou seja, o lugol ajuda o cristal de violeta a penetrar nas células e a resistir à descoloração.

  1. Nas bactérias Gram positivo este complexo é mais difícil de ser removido do que nas bactérias Gram negativo.3) descorante: álcool etílico a 95 % Este reagente serve de solvente de lípidos e de agente desidratante das proteínas.
  2. Assim, a sua ação é determinada pela concentração lipídica das paredes celulares microbianas.

Nas células Gram positivo a concentração baixa de lípidos é importante para reter o complexo corante-mordente. Os lipidos são dissolvidos pela ação do álcool causando a formação de pequenos poros na parede celular. Mas estes são prontamente fechados pela ação desidratadora do álcool e como consequência o corante primário é difícil de ser removido e as células mantêm-se violetas.

  • Nas células Gram negativo a alta concentração de lipidos na membrana externa da parede celular é dissolvida pelo álcool, formando-se grandes poros na parede celular que não fecham apreciavelmente durante a desidratação das proteínas da parede celular.
  • Isto facilita a libertação do complexo corante-mordente deixando as células incolores.4) corante de contraste: safranina Este é o último reagente a ser aplicado e cora de vermelho as células que foram previamente descoradas.

Uma vez que as células Gram negativo ficaram descoradas elas podem agora absorver o corante de contraste. As células Gram positivo mantêm a cor do corante primário.

  • • A diferença na coloração das bactérias Gram positivo e Gram negativo deve-se à resistência à descoloração pelo álcool:
  • • Bactérias Gram positivo: são aquelas que retêm o corante inicial e aparecem coradas de violeta.
  • • Bactérias Gram negativo: são aquelas que perdem o corante inicial quando lavadas com o álcool 95% e depois coram de vermelho com o corante de contrate.
  • • Culturas Velhas:
  • À medida que as células envelhecem, especialmente no caso das células Gram positivo, os microrganismos tendem a perder a capacidade de retenção do corante primário e podem surgir como Gram variáveis: umas células coram de violeta (Gram positivo) e outras de vermelho (Gram negativo).
  • 5. CONCLUSÃO
  • Ficou observado nos esfregaços que foram preparados que as bactérias do tipo gram-negativas adquiriram uma coloração aproximada do róseo e vermelho, efeito esse relacionado com a composição de sua parede celular.
You might be interested:  O Que É Declaração Em Conjunto?

Já as bactérias que assumiram uma coloração mais violeta ou azul, caracterizaram as bactérias ditas gram-positivas, cuja característica da parede celular foi decisiva para esse efeito dos corantes na colônia. Ou seja, as gram-negativas possuem mais lipídeos em sua composição, e são mais permeáveis, por ter menos peptidioglicanos.

  1. Assim, quando aplicamos o álcool 95%, os lipídeos de sua parede celular são dissolvidos, perdendo-se a coloração violeta do cristal violeta.
  2. Aplicando-se safranina, de cor avermelhada, a bactéria gram-negativa adquire a coloração desta substância.
  3. Já as bactérias gram-positivas, têm menos lipídeos em sua parede celular e possuem uma camada muito mais espessa de peptidioglicanos, sendo assim menos susceptíveis de dissolução ou permeabilidade ao álcool 95%.

Portanto, ela permanece com a coloração fornecida pelo cristal violeta: violeta. Sendo que o lugol apenas permite a melhor visualização do cristal violeta. O que fica bastante evidenciado nessa prática é que a técnica de detecção de gram é absolutamente importante para determinarmos as características iniciais da bactéria, nos permitindo domar melhor as potencialidades da bactéria e junto de outros testes nos possibilitando indicar melhor tratamento para o combate da colônia.6.
Ver resposta completa

Qual é a reação de Gram?

A reação Gram é mais consistente quando usada em bactérias jovens, em crescimento. A reação de Gram de uma bactéria pode fornecer informações valiosas para o tratamento da doença. As bactérias gram-positivas tendem a ser mortas facilmente por penicilinas e cefalosporinas.
Ver resposta completa

Quais são as principais técnicas de coloração em microbiologia médica?

O método de Gram é uma das mais importantes técnicas de coloração em microbiologia médica. Porém, os resultados da coloração de Gram não são universalmente aplicáveis, pois algumas células bacteriana coram-se fracamente ou não adquirem cor. A reação Gram é mais consistente quando usada em bactérias jovens, em crescimento.
Ver resposta completa