Artigo De Opinião Rede Social? - CLT Livre

Artigo De Opinião Rede Social?

Artigo De Opinião Rede Social
Artigo de opinião sobre redes sociais A dolorosa ilusão das redes sociais Você não precisa ser um gênio para perceber o impacto importante que o surgimento das mídias sociais tem no mundo contemporâneo. Em pouco mais de uma década de existência, esses espaços virtuais deixaram de ser uma excentricidade juvenil e uma ferramenta útil para contatar velhos amigos, para ser o lugar por excelência onde acontecem transações de todos os tipos: de compras e vendas a partir de produtos, e postagens de anúncios de bens e serviços, para se apaixonar e a disseminação de conteúdo pessoal.

  1. Tudo é centralizado em suas páginas digitais, a ponto de ser raro e pedir a alguém o número de telefone, porque realmente queremos sua autorização para ingressar em sua vasta rede de Contatos.
  2. Em princípio, não haveria nada com que se preocupar.
  3. As redes sociais não são a primeira invenção que revoluciona a maneira como nos relacionamos ou acelera o relógio da obsolescência de muitas outras.

tecnologias e práticas. Na verdade, as redes sociais têm tido um brilhante impacto na organização de grupos sociais e comunitários, pois permitem o surgimento de novas formas de troca de ideias, novos modos de democratização do conhecimento e novas formas de protesto e pressão, cujos impactos na sociedade estão apenas começando a ser apreciados Recentemente.

  1. Este artigo não é, portanto, um apelo ao medo das redes sociais.
  2. Mas sim, o que é diferente, pode ser entendido como um alerta sobre o que fazemos com eles e a forma como fazemos que pensamos sobre eles, já que nas redes sociais costuma haver um engano gigantesco, um legado da época do reality show e outras produções midiáticas que aspiravam a nos entreter não com histórias fantásticas e perspectivas escapistas, mas mostrando-nos – supostamente – a realidade.

Redes sociais vs. a realidade o reality shows Eles costumavam começar de uma perspectiva muito tradicional na sociedade de consumo: os ricos e famosos vivem vidas espetaculares e o simples fato de vê-los – principalmente se for por meio de uma câmera “escondida” em suas casas – constitui uma forma de entretenimento.

  • Não é muito diferente do que as revistas ou programas de televisão oferecem, que cobrem casamentos reais e eventos da mundo do espetáculo estadunidense.
  • No entanto, nestes reality shows Alguns sortudos tiveram a oportunidade de participar: atores iniciantes ou pessoas “a pé” que, a partir de seu encontro com a fada madrinha televisão, passaram a viver uma nova vida: ganharam muito dinheiro, estrelaram seus próprios programas ou simplesmente se fizeram amados ou odiados pelos grandes público.

Mas em todos os momentos o indústria que possibilitou tal transformação: os produtores e os regentes do concurso, que mediaram entre a realidade televisada e o público que a consumia. E é exatamente isso que as redes sociais nos escondem. A mudança que ocorreu com eles é muito mais insidiosa e a ilusão é muito mais perfeita porque a rede social nos promete o interação direta com o outro, seja ele famoso ou não, seja ele uma empresa que investe milhares de dólares na promoção de seus produtos.

  1. E assim, somos vendidos uma realidade fabricada, novamente, mas desta vez sob a promessa de um imediatismo, uma verdade e uma objetividade que são, digamos uma vez, uma mentira.
  2. Com isso, não me refiro apenas aos anúncios descaradamente disfarçados como ¿ reportagem ? evidências? – Quais são as entradas nas redes sociais? – Em suma, disfarçadas de realidade.
You might be interested:  Sistema De Esgotamento Sanitario Artigo?

Nenhum influenciador passa tanto tempo falando sobre aquela marca de calça, se ele não recebe da empresa um pagamento correspondente. Isso, até certo ponto, é óbvio. Mas há um feitiço ainda mais insidioso e tem a ver com o recorte da realidade que cada pessoa exibe em suas redes, e que o sistema passa como verdadeiro.

Máquinas produzem insatisfação Esta é a razão pela qual um número cada vez maior de usuários ativos de redes sociais apresenta sintomas depressivo ou insatisfeito: as redes sociais funcionam a partir do desejo e o objeto desejado é uma vida fictícia, vendida tão real. E isso não acontece apenas com influenciadores que, afinal, são atores, construções para captar o nosso interesse: o que vemos dos outros, dos nossos amigos e dos nossos.

conhecidos nada mais é do que um corte conveniente de suas vidas porque ninguém quer mostrar o olhar mórbido do público em geral quando está mal, quando está frustrado ou quando a realidade o desaponta. Vidas perfeitas simplesmente não existem. E se algum deles parece perigosamente perto da perfeição, pode ser porque temos o filtro de contos de fadas ativado – consciente ou inconscientemente.

“Jornalismo de opinião” em Wikipedia, “Serviço de rede social” em Wikipedia, “A ameaça das redes sociais” por George Soros em O país (Espanha). “Redes sociais na rede e seu impacto nos movimentos sociais” em Explorar do Governo do Chile.

Ver resposta completa

Como escrever um artigo de opinião sobre redes sociais?

Dicas para escrever uma redação de qualidade – A dissertação sobre redes sociais deve ser sempre bem clara, concisa, objetiva. Tenha sempre em mente que você será avaliado pelos examinadores. Muitas vezes acabamos por não nos expressar da melhor maneira na nossa escrita acerca da rede social, por isso sempre se certifique de que seus pensamentos são claros e apresentam a ideia que você quer demonstrar como ser humano.

As ideias e argumentos precisam ser distribuídos no desenvolvimento de forma lógica no artigo de opinião sobre redes sociais, sem haver fragmentação da ideia similar em vários parágrafos. Não se confunda com os tipos textuais exigidos nos vestibulares e ENEM. A obra deve ser escrita em prosa, ou seja, em linhas contínuas e parágrafos.

Outro ponto importante é o tipo textual que é uma dissertação, portanto nunca escreva uma dissertação de prova em formato de narração, poema ou outro tipo textual não solicitado. Evite citar em sua dissertação os mesmos argumentos apresentados nos textos motivadores, pois isso empobrece a obra.

You might be interested:  Artigo De Titulo Executivo Judicial?

Ao passar a dissertação a limpo, não coloque ponto no títulos; Não coloque no final da obra qualquer palavra, ou sequer assine seu texto, isso não é necessário e pode ser prejudicial. Isso pode até zerar a sua nota; Não faça uso de uma mesma palavra mais de duas vezes na obra, é melhor usar o seu sinônimo; Nunca escreva as palavras de uma maneira abreviada; Use sempre palavras da língua portuguesa, porém palavras estrangeiras como por exemplo online, internet, Facebook podem ser escritos normalmente, sem aspas; A linguagem da obra não deve deixar de ser objetiva; Evite usar provérbios, ditos populares ou frases prontas. Jamais use gírias em uma dissertação; Evite fazer questionamentos, sem respostas no texto. Nunca faça uma pergunta na conclusão de uma redação pronta sobre redes sociais (e nem em nenhuma outra conclusão!); Cite exemplos somente de domínio público, sem narrativa de um acontecimento pessoal; Faça sempre uma análise dos dois lados. Respeite as opiniões contrárias; Jamais em sua dissertação desrespeite os direitos humanos. Uma dissertação busca estimular o pensamento crítico dos alunos, no entanto, os direitos humanos devem ser considerados, ou seja, os alunos devem respeitar a identidade, a necessidade e as diferenças de cada um.

Para finalizar de forma esquematizada, isso é o que você fazer e evitar na sua escrita dissertativa-argumentativa:

Deve Não deve

Apresentar uma escrita clara e concisa.

Ser redundante ou “enrolar” o leitor.

Ideias e argumentos precisam ser distribuídos no campo do desenvolvimento de forma lógica.

Fragmentação da ideias similares em vários parágrafos.

Escrever uma dissertação argumentativa acerca dos gêneros textuais.

Escrever uma dissertação expositiva (a menos que o enunciado assim o peça explicitamente).

Ver resposta completa

Qual a importância das redes sociais para a sociedade?

A influência das redes sociais na sociedade moderna – As redes sociais atuam em diversos locais nas sociedades, como lugar de manifestações dos consumidores insatisfeitos, dentre outras funções. Reclamações de algum serviço insatisfatório tem lugar marcante no meio virtual.
Ver resposta completa

Como as redes sociais podem levar a uma realidade ficcional?

Uso excessivo das redes sociais pode levar a uma realidade ficcional Por Para o psiquiatra Cristiano Nabuco, quanto mais se busca a perfeição nas redes sociais, mais infeliz o usuário pode se sentir – Foto: Freepik.com O Instagram é uma das maiores plataformas de mídias sociais do mundo. Os jovens são os que mais utilizam.

Segundo da Pew Research Center, 64% das pessoas entre 18 e 29 anos possuem um perfil na rede. São mais de 1 bilhão de usuários ativos por mês. Apesar da popularidade, o Instagram foi eleita a rede social mais tóxica para a saúde mental de seus usuários. É o que diz o realizado em 2017 pela entidade de saúde pública do Reino Unido.

Entre os principais problemas relatados no estudo pelos usuários estão ansiedade, depressão, solidão, baixa qualidade de sono, autoestima e dificuldade de relacionamento fora das redes. + Mais Para Luciana Carla dos Santos Elias, são necessários limites e cuidados na hora de compartilhar fotos e vídeos da rotina dos pequenos, além de refletir sobre os perigos e o respeito à individualidade das crianças Segundo estudo, meninas são mais afetadas pela conexão entre mídias sociais e doenças psicológicas A professora Henriette Tognetti Penha Morato, do Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade do Instituto de Psicologia da USP, informa que o uso intenso das redes sociais suga os usuários e leva a uma elaboração ficcional da realidade.

Nas redes, as pessoas buscam alterar virtualmente o que não consideram satisfatório na vida real: “Cada um tenta dizer as coisas da maneira como vê e às vezes provoca para ver como é que vão reagir. É uma distorção criada para modificar a própria realidade com a qual não se está satisfeito ou criada para provocar alguma coisa”.

O psiquiatra Cristiano Nabuco, coordenador do grupo de Dependências Tecnológicas do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP, informa que, quanto mais se busca a perfeição nas redes sociais e se negligencia a vida real, mais infeliz o usuário pode se sentir.

  1. Oitenta e cinco por cento de todas as fotografias que são postadas são editadas.
  2. Isso é um problema, porque se desenvolve uma autoestima virtual e não pessoal, e quanto mais o indivíduo busca se equiparar a essa vida paralela, mais infeliz ele vai se sentir na vida real.” Conforme Henriette, para manter a saúde mental, é importante não se restringir ao mundo on-line e observar as possibilidades que existem na vida real.

“Há outras possibilidades para se explorar e estamos nos restringindo ao virtual, ao ficcional, às redes, às séries. Estamos quase nos tornando robôs de nós mesmos, estamos perdendo a possibilidade de descobrir o mundo à nossa volta com olhares mais contemplativos e não tão pretensiosos de se dar a ver, de desempenho, de produtividade, de ser chamado ou visto”, finaliza.
Ver resposta completa

Quais são os conteúdos que se podem extrair do uso da rede ou da interação social da mídia?

Os conteúdos que se podem extrair do uso de uma rede ou da interação social da mídia são extensos. Quando se trata de fazer redações nas provas de vestibular, para ingresso em uma universidade, junto com a temática da dissertação, vemos também um parágrafo informativo.
Ver resposta completa